28.06

Como hoje, dia 28/06, é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ (apesar de todo mês de junho ser considerado o Mês do Orgulho), nós resolvemos fazer o post com algumas indicações de livros que lemos com protagonistas LGBT. Confira os livros que indicamos:

[As Maldições Ancestrais #1] Os Pergaminhos Vermelhos da Magia
Cassandra Clare & Wes Chu (16/12/2019)
Tradutora: Ana Resende
Editora Galera Record

A best-seller do New York Times Cassandra Clare e o premiado Wesley Chu lançam o primeiro livro de uma nova série que acompanha o Alto Feiticeiro Magnus Bane e Alec Lightwood enquanto viajam pelo mundo após a Guerra Mortal. Os pergaminhos vermelhos da magia é o primeiro volume da aguardada série As Maldições Ancestrais.Tudo o que Magnus Bane queria era aproveitar suas férias – uma viagem luxuosa pela Europa com Alec Lightwood, o Caçador de Sombras que, contra todas as probabilidades, é finalmente seu namorado. Mas assim que os dois se instalam em Paris, uma velha amiga chega com notícias sobre um culto de adoração a demônios chamado A Mão Escarlate, que está empenhado em causar o caos em todo o mundo – um culto que, aparentemente, foi fundado pelo próprio Magnus. Anos atrás. Como uma piada. Agora, Magnus e Alec vão percorrer o continente europeu para rastrear A Mão Escarlate e seu novo e ilusório líder antes que o culto cause ainda mais danos. Como se não fosse suficientemente ruim que sua fuga romântica tenha sido desviada de seu trajeto original, os demônios agora estão perseguindo todos os seus passos, e está se tornando cada vez mais difícil distinguir amigos de inimigos. À medida que sua busca por respostas se torna cada vez mais complexa, Magnus e Alec precisarão confiar um no outro mais do que nunca – mesmo que isso signifique revelar os segredos que ambos mantêm.

Claro que a gente não pode começar essa lista e deixar de fora Malec. A maior parte das pessoas da fandom sabe o quanto Malec é importante e não apenas agora, mas desde o inicio de tudo, lá em “Cidade dos Ossos” e agora eles finalmente tem a sua chance de brilhar como merecem devidamente com a sua própria trilogia.

Se você ainda não começou a ler, recomendamos que comece logo, porque está simplesmente magnifica!

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

Vermelho, Branco e Sangue Azul
Casey McQuiston (04/11/2019)
Tradutor: Guilherme Miranda
Editora Seguinte

O que pode acontecer quando o filho da presidenta dos Estados Unidos se apaixona pelo príncipe da Inglaterra?

Quando sua mãe foi eleita presidenta dos Estados Unidos, Alex Claremont-Diaz se tornou o novo queridinho da mídia norte-americana. Bonito, carismático e com personalidade forte, Alex tem tudo para seguir os passos de seus pais e conquistar uma carreira na política, como tanto deseja. Mas quando sua família é convidada para o casamento real do príncipe britânico Philip, Alex tem que encarar o seu primeiro desafio diplomático: lidar com Henry, irmão mais novo de Philip, o príncipe mais adorado do mundo, com quem ele é constantemente comparado ― e que ele não suporta.
O encontro entre os dois sai pior do que o esperado, e no dia seguinte todos os jornais do mundo estampam fotos de Alex e Henry caídos em cima do bolo real, insinuando uma briga séria entre os dois. Para evitar um desastre diplomático, eles passam um fim de semana fingindo ser melhores amigos e não demora para que essa relação evolua para algo que nenhum dos dois poderia imaginar ― e que não tem nenhuma chance de dar certo. Ou tem?

“Vermelho, branco e sangue azul é escandalosamente divertido. É romântico, sexy, espirituoso e emocionante. Amei cada segundo.” ― Taylor Jenkins Reid, autora de Daisy Jones & The Six e Os sete maridos de Evelyn Hugo

Recomendado para 16+

Esse livro é um dos meus livros favoritos da vida. Nós vemos pelo ponto de vista de Alex, o filho da presidente dos Estados Unidos, o relacionamento dele com Henry, o principe da Inglaterra. Esse livro é muito gostosinho de ler, é meu comfort book, aquele livro que eu sempre volto e releio quando estou me sentindo triste, de tão gostoso que é de ler ele. Se você ainda não deu uma chance, está perdendo e muito!

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

Os Sete Maridos de Evelyn Hugo
Taylor Jenkins-Reid (21/10/2019)
Tradutor: Alexandre Boide
Editora Paralela

Com todo o esplendor que só a Hollywood do século passado pode oferecer, esta é uma narrativa inesquecível sobre os sacrifícios que fazemos por amor, o perigo dos segredos e o preço da fama.

Lendária estrela de Hollywood, Evelyn Hugo sempre esteve sob os holofotes ― seja estrelando uma produção vencedora do Oscar, protagonizando algum escândalo ou aparecendo com um novo marido… pela sétima vez. Agora, prestes a completar oitenta anos e reclusa em seu apartamento no Upper East Side, a famigerada atriz decide contar a própria história ― ou sua “verdadeira história” ―, mas com uma condição: que Monique Grant, jornalista iniciante e até então desconhecida, seja a entrevistadora. Ao embarcar nessa misteriosa empreitada, a jovem repórter começa a se dar conta de que nada é por acaso ― e que suas trajetórias podem estar profunda e irreversivelmente conectadas.

“Evelyn Hugo faz Elizabeth Taylor parecer sem graça. Você vai rir com ela, chorar, sofrer, e então voltar para a primeira página e fazer tudo de novo.” ― Heather Cocks e Jessica Morgan, autoras de The Royal We

Nenhuma explicação para esse livro poderia ser melhor da que vem na própria sinopse: você vai rir com ela, chorar, sofrer e então repetir. Não existem palavras capazes de descrever o que eu sinto por Evelyn Hugo e por esse livro. Eu passei o livro inteiro sem saber se o que eu sentia por ela era ódio ou amor e mesmo passando um tempo desde que li, é ainda assim que eu me sinto. E, gente, quando esse livro acaba, a sensação que dá é que o mundo é um lugar mais vazio porque Evelyn Hugo não existe realmente nele. LEIAM.

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

Malibu Renasce
Taylor Jenkins-Reid (14/06/2021)
Tradutor: Alexandre Boide
Editora Paralela

Os quatro filhos de Mick Riva são conhecidos e admirados por toda Malibu. Mas não só pelo pai famoso. A cada ano os quatro dão uma festa épica para comemorar o fim do verão ― e a de 1983 promete. Ela dura apenas algumas horas, mas é suficiente para mudar a vida deles para sempre.

Malibu, agosto de 1983. É o dia da festa anual de Nina Riva, e todos anseiam pelo cair da noite e por toda a emoção que ela promete trazer.

A pessoa menos interessada no evento é Nina, que nunca gostou de ser o centro das atenções e acabou de ter o fim do relacionamento com um tenista profissional totalmente explorado pela mídia. Talvez Hud também esteja tenso, pois precisa admitir para o irmão algo que tem mantido em segredo por tempo demais, e parece que esse é o momento. Jay está contando os minutos, pois não vê a hora de encontrar uma menina que não sai de sua cabeça. E Kit também tem seus segredos ― e convidado ― especiais.

Até a meia-noite, a festa estará completamente fora de controle. O álcool vai fluir, a música vai tocar e segredos acumulados ao longo de gerações vão voltar para assombrar todos ― até as primeiras horas do dia, quando a primeira faísca surgir e a mansão Riva for totalmente consumida pelas chamas.

Como esse livro acabou de ser publicado (tem menos de um mês e nem ao menos mencionei isso na minha resenha), vou resumir em dizer que há uma história de descoberta e confirmação de sexualidade nesse livro. Não vou dar dica nenhuma sobre quem é, mas espero muito que a Taylor faça algo que não fez até aqui e escreva um livro focado nos anos seguintes aquela descoberta – e o mundo será um lugar melhor por isso.

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

Conectadas
Clara Alves (31/07/2019)
Editora Seguinte

Ser uma garota gamer não é fácil. Principalmente quando um romance está em jogo.

Raíssa e Ayla se conheceram jogando Feéricos, um dos games mais populares do momento, e não se desgrudaram mais ― pelo menos virtualmente. Ayla sente que, com Raíssa, finalmente pode ser ela mesma. Raíssa, por sua vez, encontra em Ayla uma conexão que nunca teve com ninguém. Só tem um “pequeno” problema: Raíssa joga com um avatar masculino, então Ayla não sabe que está conversando com outra menina.

Quanto mais as duas se envolvem, mais culpa Raíssa sente. Só que ela não está pronta para se assumir ― muito menos para perder a garota que ama. Então só vai levando a mentira adiante… Afinal, qual é a chance de as duas se conhecerem pessoalmente, morando em cidades diferentes? Bem alta, já que foi anunciada a primeira feira de Feéricos em São Paulo, o evento perfeito para esse encontro acontecer.

Em um fim de semana repleto de cosplays, confidências e corações partidos, será que esse romance on-line conseguirá sobreviver à vida real?

“Conectadas” é um livro que toca muito em alguns pontos sensíveis pra mim por vários motivos. É também um livro nacional, sobre duas meninas que se conhecem em um jogo – e uma delas é uma fake do melhor amigo (quem é da idade do falecido orkut deve lembrar como isso rolava muito lá) e é um livro muito fofo e que vale a pena dar todo amor possível. Leiam, leiam mesmo <3

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

The Prom: A Festa de Formatura
Saundra Mitchell, Chad Beguelin, Bob Martin e Matthew Sklar (30/10/2020)
Tradutora: Isadora Sinay
Editora Alt

O livro inspirado no musical de sucesso da Broadway que será uma megaprodução da Netflix, com Kerry Washington, Meryl Streep, Nicole Kidman e Ariana DeBose, que estreia em dezembro

Elas só queriam dançar, mas acabaram começando uma revolução…

Emma Nolan é uma talentosa musicista que tem apenas um sonho antes de se formar no ensino médio: dançar com sua namorada na festa de formatura. Mas o que parece um pedido simples é praticamente impossível na cidadezinha onde mora.

À primeira vista, Alyssa Greene é o estereótipo da garota popular: bonita, amiga de todos e presidente do conselho estudantil. Mas ela tem um segredo: namora Emma há mais de um ano.

Quando a notícia de que Emma planeja levar uma garota para a formatura se espalha, a cidade entra em polvorosa, com a Associação de Pais (liderada pela mãe de Alyssa), ameaçando cancelar a festa por completo. É aí que aparecem Barry Glickman e Dee Dee Allen, duas estrelas decadentes da Broadway que assistem a um dos vídeos de Emma no YouTube e decidem transformar o desabafo da garota em uma causa. Quando eles chegam em Indiana para protestar, porém, as coisas saem ainda mais do controle.

Com uma narrativa tão hilária quanto emocionante, The Prom: A festa de formatura é uma história necessária sobre diversidade e respeito, mas, sobretudo, sobre amor.

Tudo que Emma queria era levar sua namorada Alyssa para o baile de formatura e poder dançar com ela na frente de todos, sem precisar esconder quem elas eram. Mas claro que os mais “conservadores” nunca permitiriam isso e então começa uma verdadeira revolução na cidade. Esse livro tem uma capa tão fofinha, mas não se deixe enganar: ele vai te levar as lágrimas! Eu chorei bastante quando li ele e morri de amor também.

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

[Simon Snow #1] Sempre em Frente
Rainbow Rowell (09/11/2020)
Tradutora: Ligia Azevedo
Editora Seguinte

Explore o incrível universo de Simon Snow, o feiticeiro mais poderoso (e menos habilidoso) da literatura, em nova edição.

Simon Snow é o Escolhido. Segundo as lendas, ele é o feiticeiro que garantirá a paz no Mundo dos Magos. Isso seria extraordinário se Simon não fosse desastrado, esquecido e um feiticeiro pouco habilidoso, incapaz de controlar seus poderes. Ele está no penúltimo ano da Escola de Magia de Watford, e, ao lado de sua melhor amiga Penelope e sua namorada Agatha, já se meteu nas mais variadas aventuras e confusões ― algumas causadas por Baz, seu arqui-inimigo e colega de quarto, outras pelo Oco, um ser maligno que há tempos tenta acabar com Simon.

Quando chega o novo ano letivo e Baz não aparece na escola, Simon suspeita que o garoto esteja tramando alguma coisa contra ele. As coisas começam a tomar um rumo ainda mais estranho quando o espírito da mãe de Baz, antiga diretora de Watford, aparece para Simon afirmando que quem a matou continua à solta. Quando Baz finalmente chega a Watford sob circunstâncias misteriosas, Simon não vê alternativa a não ser ajudá-lo a vingar a morte da mãe ― o que pode ser o primeiro passo para que verdades avassaladoras sobre o Mundo dos Magos sejam reveladas. E para que tudo mude entre os dois garotos.

Quem já leu “Fangirl” está familiarizado com o feiticeiro Simon Snow e o vampiro Baz porque era deles que Cat escrevia sua fanfic. Eu não soube descrever na resenha e não sei descrever aqui também o que exatamente é que acontece, se esse livro é na verdade o livro que Cat leu ou se ele é a fanfic de Cat ou uma fanfic da fanfic de Cat. O que eu sei e posso garantir é que você vai se divertir muito enquanto lê esse livro. Vai por mim. 😉

Esse livro é o primeiro de uma trilogia (e o segundo livro já foi lançado também, e o terceiro já está em pré-venda!)

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

Arlindo
Ilustralu (21/06/2021)
Editora Seguinte

Uma história sobre descobrir que a gente não tá só.

Arlindo é um garoto cheio de sonhos e vontade de encontrar seu lugar no mundo. Tudo o que ele quer é seguir sua vida de adolescente na cidadezinha onde mora, no interior do Rio Grande do Norte. Ele aluga filmes na locadora com as amigas todo sábado, sente o coração bater mais forte pelas primeiras paqueras, canta muito Sandy & Júnior no chuveiro, e ainda cuida da irmã mais nova e ajuda a mãe a fazer doces para vender.

Por mais que ele se esforce e dê o seu melhor, muita gente na cidade não aceita Arlindo ― o que traz uma série de problemas na escola e até mesmo dentro de casa. Aos poucos, porém, ele vai perceber que vale a pena lutar para ser quem ele é, ainda mais quando tem tanta gente com quem contar.

Com um traço divertido, cores vibrantes e um monte de referências aos anos 2000, esta história em quadrinhos que já conquistou milhares de fãs na internet fala sobre encontrar forças nas pessoas que a gente ama e dentro de nós mesmos.

O que dizer sobre Arlindo?

Acho que eu podia repetir o que eu falei sobre “The Prom”: não deixe a fofura da capa te enganar, porque essa HQ vai te fazer chorar. A HQ realmente me fez chorar. Infelizmente eu não tenho como avaliar ele em lugar nenhum com mais de dez estrelas, porque Arlindo merece todo o amor do mundo e se eu pudesse daria logo 100 estrelas. É uma HQ tão fofinha e ao mesmo tempo tão cheia de amor e tão delicada e que trata tão lindamente daquilo que ele realmente propõe: mostrar que você não está sozinho nesse mundo, não importa o quanto ache que sim muitas vezes.

Para ler nossa resenha completa, basta vir AQUI.

Para comprar o seu:

Amazon.
Magazine Luiza.
Submarino.

E aí, já leu algum livro dessa lista ou tem o desejo de ler algum? Vem comentar com a gente!

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
27.06
Sinopse: This summer, Reese Camden is trading sweet tea and Southern hospitality for cold brew and ...
24.06
Hoje vamos falar sobre uma leitura muito especial que eu fiz recentemente. O livro é lançamen...
22.06
Sinopse: Romania, 1989. Communist regimes are crumbling across Europe. Seventeen-year-old Cristian ...
20.06
“ Bolo preto” Charmaine Wilkerson Tradução: Karine Ribeiro Paralela – 2022 – 304 págin...
17.06
“ Violet Made of Thorns” Gina Chen eARC recebido em formato eBook em parceria com a Penguin Ran...
15.06
Sinopse: Do mesmo autor de O homem de areia, Stalker e O caçador, agora o detetive Joona Linna enf...

Deixe seu comentário



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook