09.08

padrao_jamilyzegers
O nosso querido trio de atores, Lily Collins (Clary Fray), Jamie Campbell Bower (Jace Wayland) e Kevin Zegers (Alec Lightwood), concederam uma entrevista ao The Trades, onde falam do esperado sucesso de Cidade dos Ossos, que carrega a promessa de ser a mais nova franquia de sucesso, e o fato de serem cautelosos e pensarem primeiramente em um só filme:

Entrevista com elenco de Os Instrumentos Mortais : “o compromisso de ser cauteloso”

Qualquer ator que pise em uma franquia em potencial não quer olhar para além do primeiro filme. É um planejamento sábio, e o mantém no foco, não diluído. Mas ainda assim, tem que haver uma centelha de expectativa de que um só filme pode tornar-se três ou quatro -. “Jogos Vorazes”, ou que poderia se tornar o próximo “Crepúsculo”. Mas quando você está olhando para adaptações como Os Instrumentos Mortais, você está trabalhando com uma base profunda de livros que já são nove no total *(de seis que atualmente são definidos no mesmo período, com os mesmos personagens principais). Nisso, você pisa no território de “Harry Potter”, porém, nem os personagens e nem o elenco atribuído para a adaptação da série  best-seller de Cassandra Clare, com Harald Zwart na direção, podem se dar ao luxo de começar aos 11 anos de idade, como Daniel Radcliffe começou.

Com isso em mente, perguntamos se o elenco tinha considerado este momento na assinatura do contrato para o projeto – se não fossem apenas o compromisso de “Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos”, mas se eles estavam “empenhados em ser comprometidos” com o potencial de longo prazo, assumindo que os filmes serão bem sucedidos financeiramente.

“Hmm”. Estamos empenhados em sermos cautelosos? “Comenta Jamie Campbell Bower, que interpreta o galã matador de demônios, Jace Wayland. “Eu acho que tem que ser. Quando eu entrei nessa, eu estava obviamente consciente de que é uma série, ciente de que poderia ir em frente. Mas você tem que se concentrar em um só trabalho, no seu  trabalho. Você tem que se concentrar nele filme por filme. Quando fizemos o primeiro,nem sabíamos se íamos voltar para o segundo filme E se fizermos mais filmes, sete são previstos,  como você diz -. quem sabe quantos mais a Cassie [Clare] poderia escrever – nós temos que começar a nos mexermos, porque a maioria de nós estão em meados dos 20 anos, e eu não sei se eu posso interpretar Jace aos 19 quando eu estiver  com 34. Talvez eu possa, e eu faria.. seria incrível – mas duvido, pois  acho que já estarei parecido com o Keith Richards, nesse ponto. “.


“Então, nesse sentido, temos de nos concentrar nele trabalho por trabalho”, conclui Bower.

Kevin Zegers, que interpreta Alec Lightwood, trata a questão com uma analogia esportiva. “É como quando Lebron James foi para Miami, todos os sinais poderiam apontar que as coisas iam bem. Parece que as pessoas realmente gostam do primeiro filme. Eles nos disseram que eles estão fazendo um segundo filme, e por isso estamos nos preparando para fazer isso. Mas, além disso, quem sabe? Há um ditado que diz: “Nós planejamos. Deus ri. ‘ Tanto quanto eu sei, tudo que eu sei é que estamos nesta grande turnê de imprensa, vou passar o tempo com meus amigos, e espero que este seja o começo de uma grande coisa por muito tempo, mas a única coisa que sabemos com certeza é que estamos começando as filmagens do segundo filme em setembro. Estou animado com isso, e vamos ver onde ele vai de lá, porque quem sabe? As pessoas podiam decidir que eles me odeiam neste filme, e eles poderiam me reformular no terceiro filme – “

“Nós protestamos!” exclama Lily Collins, que interpreta a protagonista e heroína Clary Fray.

“Eu duvido”, ri Zegers. “Mas eu acho que nós três concordamos de apenas sermos gratos que eles estão mesmo pensando em fazer um segundo filme antes deste primeiro sair. Estou animado.”

Lily Collins exala o mesmo sentimento de gratidão, como seus pares. “Por quanto tempo as pessoas me quererem como Clary, eu gostaria de continuar a sua viagem”, diz Collins. “Eu era uma fã dos livros antes de eu ser escalada, e há muita coisa nessa história que não tem como não continuar. Seria uma vergonha parar prematuramente. Já é tão difícil introduzir ideias e envolvê-los de uma maneira que faça com que as pessoas quererem aprender mais, e também façam  com que se sintam como se não estão enganados de certas coisas em um filme, e muito menos uma série. Você não assina algo assim, sem a esperança de que ele vai continuar no filme, talvez dois, mas você também não foca nisso quando você está gravando o primeiro;. a coisa mais importante é ficar orgulhoso com o primeiro e de lá seguir. Mas eu acho que todos nós estaremos lá. “.

Com certeza, vamos ajudar a ser um sucesso, não é Shadowhunters?!

FONTE

 

Postado por:
Você pode gostar de ler também
25.03
Em uma nova entrevista para a Teen Vogue, Cassandra Clare falou sobre “Chain of Gold”, o 1º liv...
27.02
O site publishersweekly postou uma matéria que eles fizeram com Cassandra em especial para o lança...
20.03
Durante o evento que aconteceu em Londres da turnê “King and Queen”, com Cassandra Clare e Holl...
23.01
Cassandra Clare deu uma longa entrevista falando sobre o que podemos esperar de seus próximos livro...
17.01
Cassie deu uma entrevista ao Writer's Digest onde ela fala bastante sobre o processo de escrita dela...
27.11
Com o lançamento de "Queen of Air and Darkness" se aproximando, Cassie deu uma entrevista para ...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook