29.09

padrao_magnus

ESSE POST PODE CONTER SPOILERS DE “CIDADE DO FOGO CELESTIAL” E DE “PRINCESA MECÂNICA”!

Então, vários fãs ficaram intrigados com a questão da retirada da imortalidade de Jem e de Magnus serem tratadas de formas diferentes por Cassandra nos livros, e Cassie aproveitou para fazer um texto bem explicativo para já deixar bem claro a diferença entre a imortalidade de ambos. Confiram!

usamahayat disse: Oi, primeiro de tudo eu amo os seus livros! Eu tenho uma questão, quando Jem se torna mortal de novo, ele não pega o excesso de anos, mas se magnus se tornasse mortal, ele seria pego pela excesso de anos e morreria. Por que isso não aconteceu com Jem?

missmorgenstern disse: Oi Cassie! 🙂 Minha pergunta é sobre Jem e Magnus: Em CoHF, quando o pai de Magnus estava indo tirar a imortalidade dele, Magnus disse que ele morreria porque os anos viriam pra ele todos de uma vez. Então por que Jem não morre quando ele se torna mortal depois de ter sido um Irmão do Silêncio?

“Oi, Cassie! Acabo de terminar Fogo Celestial e agora posso dizer com certeza que eu amo os seus livros e mal posso esperar para você lançar o resto! Entretando, eu tenho uma questão sobre Jem se tornando mortal de novo. Em TMI, quando eles estavam em Edom, o pai de Magnus queria a imortalidade dele mas Magnus disse que se ele desistisse, ele morreria, já que a idade dele (de mais de 400 anos) o pegaria imediatamente. Como isso não aconteceu com Jem, depois que ele se tornou mortal de novo depois de 130 anos?”

Quando eu recebo toneladas de questões que tratam todas do mesmo assunto, eu costumo assumir que esteja acontecendo algum tipo de Conversação em algum lugar na internet e todo mundo está perplexo então eles ficam tipo VAMOS PERGUNTAR PRA CASSIE. E está tudo bem. Eu não ligo.

Isso cai na categoria de questões que eu classifico como “Por que espaguete e fettucine são massas mas são de formas diferentes?” Nós sabemos a resposta porque sabemos que massas não são tudo a mesma coisa. Mágica, também, não é tudo a mesma coisa, assim como criaturas mágicas. Mágicas diferentes agem nas pessoas diferentemente. (Ser injetado com sangue de demônio funcionou no Sebastian diferentemente de ter um dos pais demônios como aconteceu com Tessa. Ter um pai demônio e um pai Shadowhunter produz uma criatura diferente (Tessa) do que ter um pai demônio e e um humano (Magnus.)) Se Maia bebesse do sangue de Jace (não faço ideia do por que ela iria querer isso), ela não se tornaria uma Diurna, porque ela não é uma vampira. Às vezes nós queremos pensar na mágica como “Faça A, Consiga B” mas o sistema mágico dos livros de Shadowhunter é complicado: se você Fizer A, depende do por que você tá fazendo isso, com o quê, e pra quem. Então:

1) Jem e Magnus não são as mesmas criaturas mágicas. Magnus é um feiticeiro. Jem é um Irmão do Silêcio.
2) Magnus e Jem não são ambos imortais. Magnus é imortal. Irmãos do Silêncio não. Eles só envelhecem bem devagar. Quando Jem aparece na ponte em “Princesa Mecânica”, ele aparenta como se tivesse envelhecido só quatro, cinco anos desde 1878.
3) Magnus ia ter a sua imortalidade tirada dele. Jem não iria ter a sua (não existente) imortalidade tirada dele: ele teve a sua “Irmão do Silenciosidade” tirada dele. O envelhecer devagar é um aspecto de ser um Irmão do Silêncio, mas não o ponto do exercício ou uma parte significativa da magia.
4) Magnus ia ter o feitiço realizado sobre ele por um demônio. Jem teve o seu verdadeiro eu restaurado por, literalmente, o fogo do céu. É um princípio fundamental dos livros de Caçadores de Sombras, que a partir de poder angelical vem coisas boas, e de poder demoníaco vem coisas ruins. É por isso que o Céu, provavelmente, não se parece com Edom.

O que teria acontecido com Magnus seria um feitiço maligno intencional realizado por um demônio, que queria consumir a imortalidade de Magnus para si mesmo. O que aconteceu a Jem foi uma restauração, uma queima do veneno que fez a Irmandade do Silêncio preciosa e, depois, da própria Irmanade do Silêncio.

Em outras palavras, eles eram completamente diferentes tipos de magia, realizados por forças completamente diferentes em seres completamente diferentes em circunstâncias completamente diferentes. Quando Magnus diz que se Asmodeus tirasse a sua imortalidade em Edom, ele morreria, ele sabe que ele morreria naquelas circunstâncias. Obviamente ele não acha que ele iria morrer sob quaisquer circunstâncias, ou que esta é uma regra dura e rápida que se aplica a todos os imortais o tempo todo, ou por que ele nunca se preocupou em olhar o Livro Branco e em outros lugares por uma maneira de desfazer a sua imortalidade em primeiro lugar?

Espero que tenha ajudado.

FONTE

Postado por:
Você pode gostar de ler também
25.05
A pré-venda do box da trilogia “As Peças Infernais”, com as novas capas e lombada que formam u...
16.05
Cassandra Clare postou em seu tumblr mais um extra: agora é uma dedicatória em um caderno de anota...
06.05
Pegando todos de surpresa, o site The Cinema Spot postou com exclusividade que a trilogia “As Peç...
10.04
Cassie respondeu uma ask em seu tumblr onde ela fala sobre a sempre existente guerra de casais entre...
10.11
Em novas respostas em seu tumblr agora à tarde, Cassandra Clare falou sobre os personagens dos “A...
28.10
Cassie respondeu algumas asks em seu tumblr onde ela falou sobre George Lovelace, sobre algumas cois...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook