02.04

Cassie Jace enviou uma newsletter esse mês que se trata de um memorando sobre os cabelos loiros dele para todos os lideres de Instituto no Mundo das Sombras. Vem ver tudo traduzido pela nossa equipe:

MEMORANDO


De: J. C. Herondale, Instituto de New York
Para: Todos os chefes de Institutos
Em resposta a: Cabelos

Saudações companheiros Shadowhunters, Membros do Submundo e mundanos que sabem da nossa existência. Jace Lightwood Herondale aqui, seu Shadowhunter favorito e três vezes vencedor da Estela de Ouro de Chefe de Instituto Mais Atraente e Vigoroso[1]. Recentemente eu soube que fui vítima de um terrível calunia. Eu apresento esse informe hoje, para ser enviado no formato de mensagem de fogo para todos os Chefes de Institutos em todo mundo: para corrigir um erro, sim, mas mais importante para proporcionar uma pesquisa maior da informação relevante sobre o Instituto de New York e seus oficiais principais.

I. Relatório de Situação

Como vocês sabem, uma separação causou a nossa terra natal Idris ser ocupada por uma facção rebelde e reacionária de Nephilim. Isso cortou a habilidade da Clave de entrar em Idris e se envolver em situações governamentais normais. Como resultado, o Instituto de New York se tornou mais uma central e local importante do que antes. Não apenas nós somos agora o escritório do Consul-em-exilio, o diretor da Academia Shadowhunter também em exilio, assim como o Feiticeiro e a Lobisomem representantes do conselho, nós também somos o Instituto mais proximo da dita Academia e por isso nos responsabilizamos por sua defesa. Assim sendo, os interesses do Instituto de New York podem ser tidos verdadeiramente compatíveis com os interesses da Clave num geral.

II. A CALUNIA

A acusação mais terrível foi feita contra mim, e sendo feita, impactou a moral de meu Instituto que, de acordo com §1, é de máxima importância nesse tempo precário na história Shadowhunter.
Especificamente me acusaram de PINTAR MEU CABELO.

III. A RESPOSTA

A acusação é, infelizmente, não mais especifica que isso. Não está claro se a acusante sugere que eu apenas adicionei reflexos no meu cabelo, ou se eu usei tintura para afetar toda sua matiz natural – ou outras alegações vis. Que eu, talvez, descolori meu cabelo para a cor loira que é famosa por seis continentes, ou que eu talvez tenha a necessidade de mascarar fios brancos precoces.

Me deixem clarificar: nada disso tem qualquer embasamento. Meu cabelo é e sempre foi em seu tom natural de sombras e tom, herdado genuinamente pelos meus pais e intocado por qualquer tratamento ou modificação por magia ou quimica. Sua textura espessa, ondas suaves e brilhante esplendor são apenas o resultado de boa genética e um regime regular de lavar e condicionar.

Sugerir o contrario é minar a causa de libertação de Idris e enfraquecer a determinação de nossos aliados.

Alguns, mais dados a resolução de conflitos do que eu, tentaram encontrar uma resolução, sugerindo que possivelmente meu cabelo foi afetado positivamente pelos experimentos de meu pai em mim enquanto criança envolvendo sangue angelical. É verdade que não posso desconsiderar completamente a possibilidade. Mas eu duvido firmemente, e acredito que vocês também deviam, porque alguem pode descobrir (por uma pesquisa bem rigorosa) que cabelos quase tão magníficos quanto os meus dentre a população de mundanos, que obviamente não se beneficiaram dessas magias.

IV. RELEVANCIA PARA O INSTITUTO DE NEW YORK NUM TODO

Com a calunia direcionada apenas a mim, os outros representantes do Instituto de New York também estão ofendidos e sentem que o ataque aos cabelos de um de nós é um ataque aos cabelos de todos nós. Nesse fim, a pedido deles[2], eu quero prover garantias a respeito do status atual do cabelo de todos nós aqui. Eu espero que isso traga conforto e otimismo nesses tempos sombrios. Eu providenciei uma nota para todos os mencionados aqui, usando a medida atual onde “S” é a maior nota, seguida por A, B, C, D, F. Meu próprio cabelo será usado como o padrão S.

CLARY FAIRCHILD
Se qualquer um nessa lista se qualifica para um empate técnico, é claro que é Clary Fairchild, a co-chefe do Instituto e minha constante amada. O cabelo dela é do mais lindo tom de vermelho, brilhante com luzes douradas e ficam em torno do rosto dela em ondas que servem apenas para ressaltar a cor natural de suas bochechas e as sardas que encantadoramente decoram o rosto dela. Olhar para Clary é ser lembrado da beleza dada a nós pelo Anjo, passar a mão nos cabelos dela é se emocionar com a beleza desse mundo. NOTA: S.

SIMON LOVELACE
Infelizmente, o cabelo do parabatai de Clary sofreu muito, talvez mais do que o de todos nós, com a ruptura da Clave. Por tristeza e descontentamento, ele tem, imprudentemente, dedicado uma parte significativa de seu tempo à sua banda de rock, na qual ele toca baixo elétrico ao lado de vários mundanos (sem nenhuma consequência). Sob a influência miserável desses mundanos, ele fez uma tentativa de clarear seu próprio cabelo para criar um efeito que ele descreveu para mim como “meio punk e um pouco emo, mas também não”. Eu não posso dizer a vocês o que ele pretendia: apenas que aplicar descolorante no cabelo dele anteriormente castanho completamente aceitável se transformou em uma cor desagradável que Clary se refere como “cromo verde”. No momento, ele parece que tem uma cobra morta em sua cabeça. Clary e Isabelle se ofereceram para cortar o verde dos cabelos dele, mas ele até agora evitou as tesouras e anunciou que vai esperar para que suma naturalmente. Todos aqui estamos esperando ansiosamente para a recuperação completa dele; fiquem tranquilos que, como a perda de Idris, a aparência apavorante de Simon é apenas temporária. NOTA: D (em circunstâncias naturais: B).

ISABELLE LIGHTWOOD
Como em todas as coisas, o cabelo de Isabelle Lightwood é imaculado e merecedor de toda grande admiração que inspira. O contraste entre o cabelo dela e de Simon Lovelace é sempre muito marcante, mas muito mais agora, já como a aparência dela ilumina todo ambiente que ela entra, enquanto a dele levanta questões sobre derrames químicos e comparações a um personagem ficcional mundano chamado de “Coringa”. (Novamente, a situação dele é temporária, e nós acreditamos que será restaurada em breve). Quando trançado e pronto para batalha, o cabelo de Isabelle inspira seus aliados e mete medo em demônios. NOTA: S.

ALEC LIGHTWOOD
Aqui nós temos uma situação curiosa, é verdade que o cabelo de Alec Lightwood é parabatai do meu próprio. Assim sendo, é atraente, firme, corajoso e excitante. Infelizmente, enquanto o cabelo dele é de um material fino, ele simplesmente NÃO TOMA CONTA DO MODO QUE EU FALO PARA ELE FAZER. Não importa o quanto presenteie ele com produtos excelentes, não importa quantas vezes ele seja levado para um salão bom com a promessa de que na verdade é uma loja de flechas, o Consul continua parecendo que cortou seu cabelo no escuro com tesoura de unha. E ainda – concessões devem ser feitas. Nosso Consul luta sob um pesado fardo de responsabilidade, com isso quero dizer que ele tem dois filhos que constantemente colocam chiclete em seu cabelo. Considerando tudo que ele tem para enfrentar, eu não posso deixar de falar que o cabelo de Alec Lightwood é o cabelo que ninguém hesitaria em seguir em uma batalha, que é o que verdadeiramente importa. NOTA: A.

MAGNUS BANE
Nesse momento atual, Magnus Bane, o esposo do Consul e feiticeiro representante do Conselho, tem um cabelo que não pode ser feito por meios mundanos ou Shadowhunters. Mesmo que em grande parte seja preto, é atravessado por manchas de ouro, e nas pontas desvanece para um azul elétrico que se assemelha muito a cor de sua propria magia. Como sempre, Magnus tem um visual que não passa despercebido por homens inferiores e o torna não apenas seu, mas alvo de inveja de todos ao seu redor. Acredita-se amplamente (embora tenha sido negado) que tal efeito é o que Simon Lovelace esperava obter em seus infelizes recentes experimentos capilares. Que o efeito de seus cabelos pode ser criado perfeitamente apenas com o uso de magia não diminui o que Magnus conseguiu conquistar aqui. NOTA: A

O GATO CHURCH
Enquanto o estranhamente duradouro gato conhecido como Church está atualmente residindo no Reino Unido sob os cuidados de outros, ele foi um residente desse Instituto por muito tempo e ainda é considerado por muitos de nós aqui como um mascote não oficial. Fotos recentes dele confirmaram que, como convem a um gato do Instituto de New York, Church continua a ter uma pelagem fina e rica num tom de azul ardósia normalmente associada à sua raça Persa. Apesar de seu mau humor habitual, ele é um arrumador excelente e não deixa nenhum nó ou tufos feios de pelo caindo. Sua cor é realçada por seus luminosos olhos dourados que providenciam um excelente contraste. Seu pelo apresenta uma excelente imagem quando visto em um todo, mas uma consideração especial deve ser feita em seus pequenos detalhes, ou seja, a cor ligeiramente mais clara entre os dedos de suas patas e os tufos que sobem de suas orelhas de coruja. NOTA: S

V. CONCLUSÃO

Eu espero que toda a informação inserida aqui traga garantias e inspiração para todos que receberem. Para resumir, meu próprio cabelo nunca esteve melhor e permanece natural. O estado dos cabelos do Instituto de New York é forte, e com a exceção de um único revés, do qual estamos nos recuperando, nós vemos apenas desenvolvimentos positivos no domínio de nossos cabelos nos meses e anos pela frente.

Seu, no nome do Anjo,
Jace Herondale

[1] Esse premio foi criado por Clary Fairchild e é apresentado uma vez por ano no meu aniversário por um júri composto apenas pelos mais exigentes e esteticamente informados Nephilins disponíveis: especificamente Clary Fairchild.
[2] Ou, pelo menos, com apenas sua objeção mais leve

Lembrando que para assinar a newsletter da Cassie, receber as novidades em primeira mão e material exclusivo (em inglês), é só ir ao site oficial www.cassandraclare.com e descer a página. No final, haverá um espaço para você inscrever seu e-mail, depois escrever seu nome, e para encerrar a inscrição, basta clicar em “subscribe“.

Vocês já podem garantir suas cópias de “Sword Catcher” na pré-venda acessando AQUI

Corrente de Espinhos”, o 3º e último livro da trilogia “As Últimas Horas”, que já foi publicado aqui no Brasil no dia 27 de fevereiro – Vocês podem comprar o livro Edição de colecionador com brindes e clicando AQUI e o já e-book clique AQUI.

Para saber mais sobre “Os Instrumentos Mortais”, basta vir AQUI.

Para saber mais sobre “Sword Catcher”, basta vir AQUI.

Arquivado nas categorias: Livros , Os Instrumentos Mortais , The Shadowhunter's Chronicles com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
08.06
Cassie respondeu perguntas em seu tumblr onde ela fala sobre Jem, os tempos entre as sagas e mais. V...
16.05
Cassie respondeu algumas perguntas em seu tumblr onde ela fala sobre personagens de "As Últimas Hor...
06.05
Grandes chuvas atingiram o Estado do Rio grande do Sul e afetaram diretamente centenas de milhares d...
02.05
Cassie postou em seu instagram hoje uma cena em quadrinho de "O Ultimo Rei das Fadas" que mostra Dru...
08.04
Cassie mandou uma newsletter hoje, dia 08/04, falando sobre publicações e editoras. Logo depois el...
06.04
Depois do anúncio sobre a data de lancamento de "The Wicked Powers" ontem (você pode ler clicando ...

Deixe seu comentário





Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook