05.09

Cassie respondeu inúmeras perguntas em seu tumblr, sobre “The Lost Book of the White”, os personagens de “The Last Hours”, sobre a representatividade de religião no mundo das sombras e mais coisas! Nós traduzimos tudo e separamos as que tem spoiler e as que não tem! Confira, tudo com seu devido aviso:

PERGUNTAS SEM SPOILER

littleturtle95: Hey, Cassie. Você tem novidades sobre a disponibilidade de “The Lost Book of the White” em outras línguas além do inglês e em outros países fora Estados Unidos e Reino Unido? Obrigada!

Infelizmente não. Devido ao covid, muitas editoras pelo muito todo tem atrasado datas de lançamento. Também eu geralmente sou a ultima pessoa a saber sobre as datas de lançamento internacionais. É 99% melhor perguntar para uma livraria no seu país do que pra mim.

shqkespeares: Oi, Cassie. Eu tenho uma pergunta que algumas outras pessoas também queriam saber sobre os irmãos Carstairs: Cordelia e Alastar tem nomes persas ou é algo que não acontecia na era Eduardiana? Amo muito sua escrita!

Eles dois tem nomes persas que eles usam como nomes do meio: nós vamos descobrir eles em “Chain of Iron”

ashaligtwood: Oi, Cassie! Eu queria saber se teremos momentos “parabro” entre Jace e Alec em “The Eldest Curses 2”? Eles são minha dupla de parabatai favorita e eu amaria ter mais sobre eles! Também queria saber se Izzy já se sentiu deixada de lado pelos garotos no relacionamento deles, se ela já teve ciumes? Obrigada por trazer a gangue de TMI de volta, eu nunca esquecerei o povo que me introduziu ao seu mundo!

Sim, foi divertido escrever eles novamente! Tem definitivamente momentos, hm, parabro (nunca vi escrito dessa forma antes!) entre Jace e Alec em “Lost Book”. Eu não acho que Izzy já se sentiu deixada de lado pelos garotos: ela sempre foi muito independente e eles eram próximos dela, só de uma forma diferente que eles eram próximos um do outro. Eu acho que ela ficava feliz que Alec tinha um amigo próximo assim.

pagesofmoonlight: Você sairá em tour no Reino Unido para o lançamento de “Chain of Iron”?

Eu estou respondendo apenas perguntas sobre “Lost Book” agora, mas em termos de tour — Eu não sei quando elas vão recomeçar. Agora, por causa do covid, todas as tours estão em espera 🙁

pavitragoyal: Hey, Cassie. Eu amo seus livros demais. Queria saber se nós vamos ver Jem e Tessa interagirem com Jace em “Lost Book of the White”. Obrigada, eu realmente amo muito seus livros <3

Mais Jem do que Tessa, por razões que ficarão claras se/quando você ler o livro — nós focamos mais nele interagindo com Magnus e Alec, mas nós vemos Jem com toda a gangue de TMI, Jace incluido.

spiralabrinyth: Oi, Cassie. Pode ser muito cedo para perguntar isso, mas você já começou a trabalhar em “Black Volume of the Dead”? Eu sei que você tem “The Last Hours” e “Sword Catcher”, mas eu estou curiosa! Espero que você e as pessoas que você ama estejam bem!

Nós não começamos a trabalhar nele ainda não! Eu tenho muito que terminar agora e tem coisas que eu preciso saber antes sobre “Wicked Powers” e até mesmo “Last Hours” que eu não sei ainda antes de começar o terceiro livro! (E Sword Catcher também!)

yourfavoriterino: Hey, Cassie! Eu amo Cordelia e a conexão dela com suas raízes persas. Eu queria saber se nós vamos ver algo parecido com um personagem muçulmano. Obrigada por toda representatividade que você coloca em seus livros. É ótimo se ver representada em um personagem <3

Eu fico feliz que você goste de Cordelia! Foi com muito amor e pesquisa que eu fiz ela e Alastair. 🙂

Eu reconheço que pode ser frustrante para alguns leitores encontrar uma Persa/Iraniana que não seja muçulmana. Eu escrevi sobre isso antes [aqui]. Infelizmente, Cordelia e sua família não podem ser muçulmanas, assim como Cristina não podia ser Católica. Will não pode fazer parte da Igreja Anglicana, Jem não pode ser Budista, etc. Shadowhunters tem sua própria religião. É parte do que une eles e também é necessário — tanto para os personagens como para o conceito dos Shadowhunters. Eles acreditam que todas as histórias são verdade, porque eu percebi no inicio da criação desse mundo que eles não poderiam participar em nenhuma religião mundana/humana. Não tinha jeito de colocar os Shadowhunters como parte de uma religião que existe em nosso mundo; isso colocaria de fora muitas pessoas de serem Shadowhunters e colocaria os livros apoiando apenas uma religião e não as outras. Nem eles poderiam seguir diferentes religiões da vida real sem um constante argumento ridículo sobre a fonte da magia deles — exemplo: que tipo de anjo é Raziel? Que religião ele representa? De que religião vem todo esse poder que eles tem? O que é paraíso, o que são anjos, o que existe depois da morte — para os Shadowhunters funcionarem como caçadores de demônios, eles tem que compartilhar uma crença do que demônios e anjos são. Eu dei a eles uma religião que não precisava corresponder a nenhuma religião da vida real porque eu queria evitar esse tipo de brigas internas, tanto nas paginas quanto fora delas.

Cordelia e Alastair vem de um país que é majoritariamente muçulmano. Mas eles não são muçulmanos. Eles são Shadowhunters. Cristina vem de um país majoritariamente Católico, mas ela não é católica. Ela é uma Shadowhunter. (Também tem, é claro, muitos iranianos que não são muçulmanos; eu conheci muitos deles enquanto crescia, já como meus pais mantiveram amizade com muitas pessoas que conheceram no Irã. Alguns eram Judeus, outros eram Zoroastrianos, outros Baháʼí. Parte do que eu amo sobre o Irã é que é uma grande tapeçaria de culturas e histórias maravilhosas e diferentes; definitivamente não é um monopólio!) Essa é uma parte fundamental da criação do mundo dos livros do mundo das sombras que existe desde o primeiro livro.

Fundamentalmente Shadowhunters tem crenças que contradizem as que são usadas em todas as religiões da vida real que eu tenho conhecimento. Eles não podem ser colocados com religiões que existem sem comprometer os princípios dessas religiões e eu acredito que é mais ofensivo apresentar uma versão incompleta de uma religião real do que simplesmente dizer que os personagens que você cria não praticam tal religião. É por isso que eu estou escrevendo Sword Catcher, porque o sistema magico desses livros são baseados na mitologia Judia — algo que eu não posso fazer nos livros Shadowhunters, mesmo que Judaísmo seja a minha religião.

Cordelia é uma mulher de cor, ela é birracial, ela tem herança no Oriente Médio. Mas ela não é muçulmana. Eu entendo que Cordelia e Alastair não serem muçulmanos significa que alguns leitores tem problema em se relacionar com eles; mas essa é uma decisão feita na criação de um mundo bem antes de Cordelia e Alastair serem criados. Eu precisava apresentar todas as religiões e todas mitologias igualmente, sem nenhuma religião ser a “unica” que os Shadowhunters podem praticar. Se isso significa que você não quer ler sobre os Carstairs, eu entendo, e posso recomendar livros ótimos de fantasia com influencia islâmica, como “Throne of the Crescent Moon” de Saladin Ahmed. De toda forma essa não é uma informação sobre os Shadowhunters ou sobre a forma que o mundo deles funciona.

Eu acredito que o Islã é uma religião linda, muito sentida e pacifica e enquanto eu não posso escrever Shadowhunters Muçulmanos (ou Judeus ou Cristãos ou Hindus) não tem nada que diga que não posso escrever sobre membros do submundo muçulmanos, mundanos com a visão, etc. (Eu escrevi outros personagens muçulmanos, como Reyjavis em Magisterium, que são observadores.)

Direi apenas mais uma coisa, que eu recebi algumas perguntas bem anti-semitas sobre essa questão especifica de religião. Eu estou respondendo essa ask porque eu não vou responder perguntas que tenham coisas anti-judias (e vou bloquear quem enviar). Ou perguntas que apenas dizem “você é péssima” ou “Cordelia e Alastair são ruins” porque é, quer dizer, porque me incomodar? Como membro de uma religião minoritária, posso dizer que me empenhei em como respeitar e elevar minha religião raramente retratada na fantasia nesses livros, ao mesmo tempo que deixei claro que todas as outras religiões são consideradas igualmente verdadeiras. (Simon, por exemplo, era Judeu quando era mundano e depois que ele vira um Shadowhunter, ele deve lutar para saber como reconciliar seu Judaísmo com essas novas crenças que vão contra a religião que ele cresceu fazendo parte. Isso, de toda forma, é algo único, ter alguém na situação de Simon, e eu não me sentiria qualificada para escrever um personagem que tem que decidir se descarta ou não sua herança Muçulmana ou Católica em razão de se tornar um Shadowhunter.)

Eu não acredito que as pessoas que estão escrevendo e me mandando comentários anti-semitas representam sinceramente meus leitores que são muçulmanos. Tem, no entanto, tipos de anti-semitismo que são codificados em determinada linguagem (especialmente discutindo “ganancia”, “controle da mídia”, “clãs”, usando a palavra “Sionista” ao invés de “Judeu”, e sugerindo que eu devo desrespeitar o Islã ou o Cristianismo especialmente porque eu sou Judia) que as pessoas não reconhecem sempre pelo que é. É claro que é sempre bom criticar representatividade e como é feita (Não existe algo como representatividade perfeita; geralmente terá falhas, mesmo que seja algo tão pequeno como um erro de digitação). Eu apenas recomendo não atacar a religião ou etnia de um escritor ao fazer isso.

PERGUNTAS COM SPOILER

sassy-herondale: Hey, Cassie! Eu realmente amo seu trabalho e minha parabatai e eu estamos querendo saber se pode nos dar uma visão maior na amizade/relacionamento de Matthew e Cordelia! Nós não sabemos se devemos ter nossa esperança grande sobre esse casal ou não! Também, eles tem um shipname? Obrigada pelos seus livros e personagens!

Eu geralmente deixo para os leitores escolherem shipnames. Eu vi por aí foi “Fairstairs”, mas pode ser o que você quiser que seja. E eu acho que tendo apenas o primeiro livro é difícil dizer o que, se algo for acontecer, entre Matthew e Cordelia. Vocês certamente vão saber mais depois do segundo livro.

dani-baptiste: Oi, Cassie! Eu absolutamente amo o relacionamento entre Lucie e Cordelia. Elas vão conseguir se tornar parabatai em “Chain of Iron”?

Isso parece ser um grande spoiler — tudo que posso dizer é que elas continuam a trabalhar para se tornarem parabatai incluindo, é claro, treinarem juntas, mas as duas estão guardando segredos e a pressão disso afeta o relacionamento delas.

hnightwing01: Como foi escrever “Lost Book of the White” já como ele se passa entre “Os Instrumentos Mortais” e “Os Artifícios das Trevas”? Como você pensou onde os personagens estariam nesse ponto já como você já tinha escrito o que acontece depois disso?

Bom, nós sabemos onde os personagens estão em “Os Artifícios das Trevas”, então isso serviu como uma linha do tempo para onde eles *estavam* em “Lost Book”. Tem também vários contos que se passam entre esse período nos livros, em “Contos da Academia” e “Fantasmas do Mercado das Sombras”. Eu sabia que essas coisas tinham acontecido (Jace e Clary virando lideres do Instituto, a aliança Shadowhunter-Downworlder, quando Max foi adotado) então era uma questão de trabalhar a história em torno do que já sabíamos.

dani-carstairs10: Olá, Cassie. “The Lost Book of the White” foi maravilhoso, especialmente o casamento Jessa. Eu estava me perguntando se nós vamos ver Simon e Izzy se casando? Talvez em “The Eldest Curses #3”?

Eu sei o quanto vocês gostam de casamentos. 😉 Eu estou gentilmente colocando TEC3 na mesma caixa que “Wicked Powers” — atualmente não está agendado e muito cedo para que eu possa responder perguntas sobre o que acontece nele. Além de grandes plots, seria apenas uma adivinhação.

queenofnorta: Oi, Cassie! Eu estou curiosa sobre o nome de nascimento de Ariadne. Vou ser honesta, eu sou indiana e fiquei um pouco desapontada que Ariadne, sendo uma indiana, não tem um nome assim e eu entendo as razões, mas eu estou curiosa. Eu queria saber se podemos saber um pouco mais sobre isso.

Eu posso entender isso completamente. Ariadne foi adotada por um casal que não era muito aberto em uma época em que as pessoas não eram muito abertas, então o conhecimento deles sobre como preservar as raízes dela e a sensação da história da vida dela e etnicidade foi uma droga, para colocar em termos simples. Ariadne sabe disso e em “Chain of Iron” ela fala sobre isso, e nós descobrimos o nome indiano dela — que ela sempre teve, os pais adotivos dela apenas mudaram ele. Pra onde isso vai, é parte do arco de personagem dela.

O 1º livro da série “As Maldições Ancestrais” foi lançado no Brasil e se chama “Os Pergaminhos Vermelhos da Magia“: para comprar na Amazon com capa metálica e o conto extra com Magnus conhecendo Catarina Loss que virão somente na 1º edição, basta clicar AQUI. Já para comprar “The Lost Book of the White”, o 2º livro da trilogia que foi lançado EM INGLÊS dia 1º de setembro, basta clicar AQUI (este livro não tem data de publicação no Brasil ainda).

Você pode comprar “Chain of Gold” EM INGLÊS na Amazon clicando AQUI, ou compre a versão digital do livro, também em inglês, clicando AQUI.

Algumas informações adicionais: O segundo livro da trilogia se chamará “Chain of Iron” e o 3º e último livro se chamará “Chain of Thorns”. Já “Fairy Tale of London” é o conto que veio na 1º edição de “Chain of Gold” contando o casamento de William Herondale e Tessa Gray.

Chain of Iron” já está em pré-venda na Amazon Brasil em inglês e capa dura e para garantir seu exemplar da versão física, basta clicar AQUI. Para comprar o eBook, clique AQUI.

Ainda algumas informações importantes para quem desejar comprar na Amazon: o livro somente é cobrado na sua fatura quando enviado. Se nesse período de tempo o preço baixar, você paga o preço mais barato. E você ainda pode ter frete grátis em todos livros independentemente do valor assinando o Amazon Prime, que também te dá acesso ao streaming Prime Video, músicas no Prime Music, livros e revistas para leitura no Prime Reading, jogos no Twitch Prime e promoções exclusivas, e você ainda pode cancelar a qualquer momento. Para começar a aproveitar, clique a seguir e quando a página abrir, em “Teste grátis por 30 dias”: AQUI.

Para saber tudo sobre a trilogia “As Maldições Ancestrais”, basta clicar AQUI.

Para saber tudo sobre a trilogia “As Últimas Horas”, basta clicar AQUI.

Fonte: [1]; [2]; [3]; [4]; [5]; [6]; [7]; [8]; [9]; [10]; [11]; [12]

Postado por:
Você pode gostar de ler também
23.09
Cassie respondeu algumas asks em seu tumblr onde ela fala sobre a quantidade de livros de “Sword C...
22.09
Cassie postou agora à tarde mais um trecho de “Chain of Iron”, o 2º livro da trilogia “As Ú...
18.09
Este post está sendo atualizado a medida que mais novidades estão sendo divulgadas. A pré-venda ...
17.09
Cassie respondeu uma ask em seu tumblr onde ela falou sobre uma cena de baile de "Chain of Gold", o ...
16.09
Cassie respondeu novas perguntas em seu tumblr onde ela falou sobre Clary e Simon como parabatais em...
13.09
Cassie respondeu várias asks que pediam trechos de “Chain of Iron”, 2º livro da trilogia “As...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook