10.09

Hoje é o dia mundial de prevenção ao suicídio e para falar sobre o assunto, fizemos uma pequena seleção com alguns dos nossos livros favoritos que tem tratam de saúde mental através de seus personagens principais.

Apesar do assunto bem mais discutido e tratando entre todos atualmente, ainda acreditamos que há muito o que se fazer sobre todos os tipos de problemas que afetam a nossa mente e estão bem mais presentes no cotidiano do que gostaríamos. Anos atrás, quando eramos adolescentes, não tínhamos acesso a livros que fizessem com que identificássemos nossos problemas e nem um espelho aonde encontrassem personagens com nossos sintomas. É gratificante poder ler e entender um pouco do que está acontecendo dentro de nossas cabeças, por isso esperamos que esta lista ajude vocês de alguma forma.

E lembrem-se: você não está sozinhe.

Caso sinta que precisa de ajuda especializada, ligue 188 ou acesse Centro de Valorização a Vida para falar com eles, seja por chat ou por e-mail.

12.

Querido Evan Hansen
Val Emmich, Steven Levenson, Benj Pasek e Justin Paul
Seguinte

Dos criadores do premiado musical da Broadway Dear Evan Hansen, esta é uma história emocionante sobre solidão, luto, saúde mental e amizades inesperadas.
Evan Hansen sempre teve muita dificuldade de fazer amigos. Para mudar isso, decide seguir as recomendações de seu psicólogo e escrever cartas encorajadoras para si mesmo, com esperança de que seu último ano na escola seja um pouco melhor. O que não esperava era que uma das cartas fosse parar nas mãos de Connor Murphy, o aluno mais encrenqueiro da turma.
Quando Connor comete suicídio e sua família encontra a carta de Evan, todos começam a pensar que os dois eram melhores amigos. Sem conseguir explicar a situação, Evan acaba refém de uma grande mentira. Ao mesmo tempo, graças a essa (falsa) amizade, o garoto finalmente se aproxima de Zoe, a menina de seus sonhos, e passa a ser notado no colégio. No fundo, Evan sabe que não está fazendo a coisa certa, mas se está ajudando a família de Connor a superar a perda, que mal pode ter?
Evan agora tem um propósito de vida. Até que a verdade ameaça vir à tona, e ele precisa enfrentar seu maior inimigo: ele mesmo.

O motivo pelo qual está nesta lista: O motivo pelo qual esse livro entrou na lista é porque ele ilustra uma situação que acontece muitas e muitas vezes na vida real. Nós percebemos os sinais que alguém demonstra, nós vemos que podemos fazer algo para ajudar, e muitas vezes, acabamos por não interferir mesmo assim. Ou por não conhecer bem a pessoa, ou por medo de estarmos errados. Acredite: numa situação dessa é melhor estar equivocado e tentar ajudar do que não fazer nada. Se você conhece alguém, ou convive com alguém que precisa de ajuda. Ou se é apenas uma suspeita, estenda a sua mão. Sua atitude, por mais simples que pareça, pode mudar a vida de alguém.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

11.

Os 13 porquês
Jay Asher
Ática

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com fitas cassetes narradas por uma colega de classe, nas quais ela explica por que cometeu suicídio. Ele precisa ouvir tudo para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

O motivo pelo qual está nesta lista: Esse livro merece estar na lista. Apesar de a série ter se tornado muito mais um gatilho do que um meio de auxílio, o livro mostra todo o caminho que Hannah percorreu até, eventualmente, optar pelo suicídio. Ele ilustra as coisas da maneira como elas realmente acontecem, sem romantizar. E, principalmente, Os 13 porquês mostra que, na maioria dos casos de suicídio, a pessoa que o comete busca ajuda, demonstra sinais, mesmo que inconscientemente e de maneira não explícita. Para mim, é um livro que serve como um “guia” para ajudar a identificar alguém perto de você que possa estar passando por uma situação e precise de ajuda.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

10.

A Última Palavra
Tamara Ireland Stone
Rocco Jovens Leitores

SE VOCÊ PUDESSE LER MINHA MENTE, NÃO ESTARIA SORRINDO…
Samantha McAllister esconde de todos o que se passa em sua cabeça. Sam sofre de Transtorno Obsessivo Compulsivo caracterizado por pensamentos intrusivos. Seus pensamentos não param um segundo do dia, cada passo e palavra suas são controladas, e esconder isso tudo faz com que viver seja um grande esforço.
Tudo piora quando suas amizades começam a se tornar tóxicas e ela é julgada por conta de pequenos erros com suas roupas, comida ou o garoto por quem ela se interessa. Mesmo assim, Sam sabe que ela estaria verdadeiramente louca se deixasse de ser amiga das garotas mais populares da escola.
Por causa disso, Sam é constantemente aconselhada por sua terapeuta a conhecer novas pessoas e fazer novos amigos, pessoas que não lhe provoquem crises de ansiedade e pânico constantes.
Em um primeiro dia de aula assustador, Sam conhece Caroline, uma menina que vai levá-la para uma sala secreta em que um grupo de pessoas que são ignoradas pelo resto da escola se reúne. Ela rapidamente se identifica com eles, especialmente com um talentoso garoto que toca violão, e começa a descobrir uma nova versão de si mesma. Aos poucos ela passa a se sentir mais normal do que nunca, coisa que jamais tinha se sentido antes… até ela encontrar um novo motivo para questionar sua sanidade e tudo o que ama.

O motivo pelo qual está nesta lista: Um livro que mostra o poder da mente e no que confiar quando não temos certeza de nada, “A Última Palavra” é bastante delicado e tocante, mostrando uma personagem principal com TOC e pensamentos intrusivos mas que tenta se misturar com as amigas da escola e ser “normal”, colocando mais pressão ainda sobre si mesma.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

9.

Garotas de vidro
Laurie Halse Anderson
Novo Conceito

Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.

O motivo pelo qual está nesta lista: Quando eu peguei esse livro em mãos a primeira vez, eu não tinha ideia do que se tratava realmente. Mas conforme eu fui lendo, fiz isso com um caroço na minha garganta. Não é um livro fácil, mas é um livro necessário porque não fala apenas de depressão, mas também fala sobre anorexia e bulimia. Vale frisar que tem gatilhos para auto-mutilação.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

8.

Garota em Pedaços
Kathleen Glasgow
Outro Planeta

Além de enfrentar anos de bullying na escola, Charlotte Davis perde o pai e a melhor amiga, precisando então lidar com essa dor e com as consequências do Transtorno do Controle do Impulso um distúrbio que leva as pessoas a se automutilarem. ‘Viver não é fácil.’ Quando o plano de saúde de sua mãe suspende seu tratamento numa clínica psiquiátrica para onde foi após se cortar até quase ficar sem vida, Charlotte Davis troca a gelada Minneapolis pela ensolarada Tucson, no Arizona (EUA), na tentativa de superar seus medos e decepções. Apesar do esforço em acertar, nessa nova fase da vida ela acaba se envolvendo com uma série de tipos não muito inspiradores. Cansada de se alimentar do sofrimento, a jovem se imbui de uma enorme força de vontade e decide viver e não mais sobreviver. Para fugir do círculo vicioso da dor, Charlotte usa seu talento para o desenho e foca em algo produtivo, embarcando de cabeça no mundo das artes. Esse é o caminho que ela traça em busca da cura para as feridas deixadas por suas perdas e os cortes profundos e reais que imprimiu em seu corpo.

O motivo pelo qual está nesta lista: Garota em Pedaços” também é um daqueles livros que eu coloco na lista de que não é fácil, mas é extremamente necessário. Ele trata de uma forma direta e real sobre como é preciso tratar e cuidar bem de sua saúde mental.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

7.

Céu sem estrelas
Iris Figueiredo
Seguinte

Cecília acabou de completar dezoito anos, mas sua vida está longe de entrar nos trilhos. Depois de perder seu primeiro emprego e de ter uma briga terrível com a mãe, a garota decide IR passar uns tempos na casa da melhor amiga, Iasmin. Lá, se aproxima de Bernardo, o irmão mais velho de Iasmin, e logo os dois começam um relacionamento. Apesar de estar encantado por Cecília, Bernardo esconde seus próprios traumas e ressentimentos, e terá de descobrir se finalmente está pronto para se comprometer. Cecília, por sua vez, precisará lidar com uma série de inseguranças em relação ao corpo — e com a instabilidade de sua própria mente.

O motivo pelo qual está nesta lista: Céu sem Estrelas” aborda assuntos como problemas com a própria imagem no espelho, depressão e a importância de ter pessoas que nos apoiem em momentos assim, tudo com uma delicadeza impecável. Eu sou completamente apaixonada por esse livro e recomendo que todos leiam ele.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

6.

Perdão, Leonard Peacock
Matthew Quick
Intrínseca

Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich.

Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto.

Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto.

O motivo pelo qual está nesta lista: O livro mais “forte” desta lista e definitivamente o com mais gatilhos, “Perdão, Leonard Peacock” é o tipo de livro que quando você termina de ler, fica com você. Leonard está em um sofrimento terrível depois de passar um trama horrível, provocado por alguém que também passou por um trauma horrível. Indicamos ler este livro com cautela porque ele pode realmente ser uma experiência intensa.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.

5.

Quem é você, Alasca?
John Green
Intrínseca

Miles Halter estava em busca de um Grande Talvez. Alasca Young queria descobrir como sair do labirinto. Suas vidas colidiram na Escola Culver Creek, e nada nunca mais foi o mesmo.

Miles Halter levava uma vidinha sem graça e sem muitas emoções (ou amizades) na Flórida. Ele tinha um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. Uma dessas personalidades, François Rabelais, um poeta do século XV, disse no leito de morte que ia “em busca de um Grande Talvez”. Para não ter que esperar a morte para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para a Escola Culver Creek, um internato no ensolarado Alabama.

Lá, ele conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, mesmo tentando sem sucesso decifrar o enigma de seus olhos verde-esmeralda.

O motivo pelo qual está nesta lista: Esse livro sempre me faz pensar muito. Tanto no ponto de vista do personagem principal e também na visão da própria Alaska. Por muito tempo eu fiquei meio… com raiva dos acontecimentos dele. Mas conforme o tempo passa e mais eu penso e penso, eu vejo que esse livro é a maior prova de que nós nunca sabemos realmente tudo que uma pessoa está passando, tudo que se passa na mente dela. É um livro importante e detalhes e conversas, coisas que não foram ditas com clareza, mas nas entrelinhas, são muito importantes. A edição comemorativa de 10 anos do livro lançada pela Intrinseca conta com diversos extras (um texto de apresentação pessoal e revelador assinado por John Green, cenas cortadas do manuscrito original, detalhes do processo de edição do romance, respostas de John às perguntas dos fãs) e uma sobrecapa com o poster do seriado.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

4.

Na estrada Jellicoe
Melina Marchetta
Seguinte

Uma história lírica e comovente, com personagens complexos e uma trama em que nada é o que parece. A pequena cidade de Jellicoe, na Austrália, vive uma guerra territorial travada entre três grupos: os estudantes do internato, os adolescentes da cidade e os alunos de uma escola militar que acampa na região uma vez por ano. Taylor é líder de um dos dormitórios do internato e foi escolhida para representar seus colegas nessa disputa. Mas a garota não precisa apenas liderar negociações: ela vai ter que enfrentar seu passado misterioso e criar coragem para finalmente tentar compreender por que foi abandonada pela mãe na estrada Jellicoe quando era criança. Hannah, a única adulta em quem Taylor confia e que poderia ajudar, desaparece repentinamente ― e a pista sobre seu paradeiro é um manuscrito que narra a história de cinco crianças que viveram em Jellicoe dezoito anos atrás…

O motivo pelo qual está nesta lista: Ganhador de prêmios, é uma pena que é pouco falado e conhecido, “Na estrada Jellicoe” é realmente lírico e trata a depressão com muita, muita delicadeza mesmo, mas, mais uma vez, deixamos aqui o alerta de gatilho porque mesmo não sendo explícito, há insinuações de temas bastante delicados.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

3.

Todas as Coisas Belas
Matthew Quick
Intrínseca

Aos 18 anos, Nanette O’Hare é a típica boa garota. No fundo, porém, ela nunca se sentiu realmente parte do grupo, sufocando em um permanente desconforto com diversas atitudes das amigas e com os padrões sociais. Mas tudo muda quando, no último ano do colégio, ela ganha um livro de seu professor preferido, o clássico cult O ceifador de chicletes, e fica fascinada com a mensagem de que ela pode ser de fato quem é. Nanette se torna amiga do recluso autor e se apaixona por Alex, um jovem poeta que também é fã do livro. Encantada com esse novo mundo que se abre, ela se permite, pela primeira vez, tomar as próprias decisões. No entanto, aos poucos Nanette percebe que a liberdade pode ser um desejo arriscado e começa a se perguntar se a rebeldia não cobra um preço alto demais.

O motivo pelo qual está nesta lista: Existe muito sobre o que falar sobre esse livro e o motivo pelo qual ele está nesta lista, mas, como tem a resenha completa abaixo, vamos só nos limitar a dizer que ele é, sem sombras de dúvidas, bastante esclarecedor para quem não se sente bem sua própria pele. A sensação de estar deslocade, de nunca fazer parte, de não saber quem é… tudo isso temos aqui. Mais uma vez, fica o alerta de gatilho.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

2.

Tartarugas Até Lá Embaixo
John Green
Intrínseca

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto tenta lidar com o próprio transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, distúrbio mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

O motivo pelo qual está nesta lista: De todos os livros nessa lista “Tartarugas até lá embaixo” é o livro que mais me toca de uma forma profunda. Eu me identifico tanto com Aza Holmes e com sua espiral que chega a ser dolorido se ver em um personagem dessa forma. É um livro bonito, muito bem escrito e que fala de uma forma muito unica do John Green sobre saúde mental e sua importância. Vale lembrar que muitas pessoas não gostam desse livro porque não “entendem” ele, mas o fato é que: apesar de ser um livro vendido como um romance, ele não é sobre isso. Ele é sobre cuidados com a saúde mental.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

1.

O Fundo é apenas o começo
Neal Shusterman e Brendan Shusterman
Valentina

CADEN BOSCH está a bordo de um navio que ruma ao ponto mais remoto da Terra: Challenger Deep, uma depressão marinha situada a sudoeste da Fossa das Marianas.
CADEN BOSCH é um aluno brilhante do ensino médio, cujos amigos estão começando a notar seu comportamento estranho.
CADEN BOSCH é designado o artista de plantão do navio, para documentar a viagem com desenhos.
CADEN BOSCH finge entrar para a equipe de corrida da escola, mas na verdade passa os dias caminhando quilômetros, absorto em pensamentos.
CADEN BOSCH está dividido entre sua lealdade ao capitão e a tentação de se amotinar.
CADEN BOSCH está dilacerado.
Cativante e poderoso, O fundo é apenas o começo é um romance que permanece muito além da última página, um pungente tour de force de um dos mais admirados autores contemporâneos da ficção jovem adulta.

O motivo pelo qual está nesta lista: Esse é meu livro favorito sobre saúde mental por todos os motivos do mundo, mas, principalmente, pela metáfora que Neal construiu: o personagem principal, Caden, está indo para o ponto mais fundo do mundo. Sei que quando a leitura começa, muitos podem ficar perdidos, mas eu prometo, prometo mesmo, que tudo faz muito sentido. E ah, o livro é do Neal escrito com seu filho, Brendan, que faz as ilustrações e foi a inspiração real para Caden. Amamos esse livro de coração.

Leia nossa resenha completa do livro clicando AQUI.

Para comprar o livro, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Submarino.

Esperamos que essa lista ajude vocês e que vocês mantenham em mente que não ninguém precisa por tudo sozinho.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
18.09
“A Deadly Education” (Scholomance #1) Naomi Novik ARC recebido em formato de eARC em parceria...
15.09
Essa semana estava procurando algo para assistir, mas são tantas opções que a gente fica...
11.09
Sinopse: Full of menace and suspense comes this unputdownable original paperback thriller perfect...
08.09
Já estamos chegando no quarto final do ano, e que ano difícil pra todo mundo, hein? Pelo menos t...
04.09
“The Lost Book of the White” (As Maldições Ancestrais #2) Cassandra Clare e Wesley Chu Simo...
02.09
Vem conferir o que sai lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE SETEMBRO The Lost Book of the W...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook