12.07

Cassie esteve presente na YALC (Young Adult Literature Convention) em Londres no sábado, dia 9 de julho, e participou de um painel, dando início assim a turnê dela no Reino Unido. O site TMI Source esteve presente lá e fez uma recapitulação do que foi dito no painel, que foi mediado por Samatha Shannon, e nós trazemos agora traduzido para vocês:


♦ Cassie disse que recentemente encontrou a primeira carta que ela recebeu de um editor em 2005, mas que “Cidade dos Ossos” não mudou muito do rascunho para o livro publicado;
♦ Tessa sempre seria chamada de Tessa, mas Jace foi chamado de Will um dia. Cassie usa nomes reservados (por exemplo: por enquanto você se chama Jethro) até ela encontrar o nome certo para os personagens. Uma amiga sugeriu o nome de Jem quando Cassie estava em Londres;
♦ Cassie e sua assistente guardam registro de todos os detalhes do mundo das sombras em uma “bíblia”, mas às vezes ela tem que ler alguns livros novamente. Ela também agradeceu ao Source;
♦ Ela fez muitas pesquisas para “As Últimas Horas” porque alguns leitores vão notar se algo não estiver correto. Algumas caminhadas que Cassie planejou para precisão histórica não foram possíveis porque a Blitz destruiu muito e as estradas não existiam mais. Ela teve que olhar em mapas antigos. Pesquisa história algumas vezes é uma questão de adivinhar. Uma amiga de Cassie uma vez perguntou ao zelador da igreja que o Instituto de Londres é baseado do que o telhado é feito. A amiga teve que voltar lá depois de um mês porque o zelador da St. Bride não sabia;
♦ 1903 foi uma época de grandes transições: os telefones e outras invenções. A estética da cidade mudou muito – de cavalos e carruagens para ônibus e carros, e as coisas começaram a parecer modernas;
♦ Sobre as epigrafes e frases históricas nos livros de Cassie: Cassie sempre amou poesia; ela escrevia seus poemas favoritos quando era criança – de Swinburne até Tennyson. “As Últimas Horas” têm seus títulos tirados de “Grandes Esperanças” e é levemente baseado no livro. Cassie falou as partes onde “Corrente de Ouro”, “Corrente de Ferro” e “Corrente de Espinhos” são mencionadas. O editor de Cassie não gosta de poesia e não ficou feliz quando Cassie introduziu poemas em “As Peças Infernais”;
♦ A inspiração para Idris veio da cidade italiana San Gimignano, porque ela tem torres que iluminam no céu. Essas se transformaram nas torres demoníacas em Idris. A Mansão Blackthorn é a Chistick House em Londres;
♦ Sobre escrita: “você está sempre traindo o livro que você está escrevendo”. Quando Cassie estava escrevendo “Os Artifícios das Trevas”, ela estava sempre pensando em “As Últimas Horas”;
♦ O ponto de vista da Cordelia é o favorito de Cassie em TLH, também o de Lucie, porque ela é uma escritora. Cassie e Holly brigam por causa do tamanho dos livros: Os de Cassie são longos porque ela tem muitos pontos de vista, os de Holly são curtos porque só tem um. Sword Catcher terá dois pontos de vista e tem mais de 270 mil palavras;
♦ Cassie foi confrontada com um desafio quando começou TLH porque os pais são personagens que nós conhecemos e amamos em “As Peças Infernais” e então eles tinham que ser legais, Cordelia foi refrescante porque os pais dela podiam ser imbecis;
♦ Cenas de luta parecem muito com cenas de sexo, de acordo com Cassie – onde estão as mãos?
♦ Cenas de ação são difíceis pra Cassie, como as pessoas se comunicam enquanto lutam contra um demônio? É por isso que Cassie repassa as cenas de luta com seus amigos escritores;
♦ Sword Catcher: Castellane é o epicentro desse novo mundo e situado em um porto. É uma cidade bem rica que faz trocas com outros países e tem uma cultura bem diversa. Os personagens principais são Lin e Kellian. Lin é uma médica, baseada num mito judeu da história de que judeus sempre costumam ser médicos. Kellian é o guarda-costas do príncipe coroado e se passa por ele em eventos. Ele supostamente deve morrer/se machucar pelo príncipe. Lin é chamada ao palácio porque o apanhador de espadas está morrendo. Ela tem que salvar ele ou irá morrer também. É assim que ela e Kellian se conhecem;
♦ Agora que Cassie está trabalhando em “Sword Catcher”, ela fantasia sobre “The Wicked Powers”.

Perguntas dos fãs


♦ Cassie sempre quer dar nome a tudo: ela queria deixar bem claro o autismo de Ty ao invés de revelar casualmente anos depois. Christopher provavelmente tem TDAH;
♦ Qual ponto de vista é o mais difícil? Provavelmente o de Anna, porque ela é muito confiante. Alastair porque ele está sempre com raiva, e Mark porque ele já passou por muitos traumas;
♦ Cassie tem ideias enquanto caminha na floresta e escuta músicas sem letras;
♦ Uma fã pediu a Cassie para escrever sobre os Merry Thieves descobrindo o creme de nata em 1908 e ela riu e não foi contra isso. 😉
♦ Cassie quer fazer mais uma coleção de contos como “As Crônicas de Bane” assim que terminar “The Wicked Powers”. Ela tem uma pessoa específica em mente;
♦ Matthew pensa coisas que Cassie não quer que saibamos ainda, é o mesmo com o Ty durante todo plano em “Rainha do Ar e da Escuridão”. É por isso que não temos o ponto de vista desses dois personagens. A única vez que temos o ponto de vista de Ty foi em “Fantasmas do Mercado das Sombras” e Cassie consultou escritores neuro atípicos antes de escrever “O Mundo Perdido”;
♦ Sobre “The Wicked Powers”: Dru vai até o reino das fadas. Ty precisa pedir ajuda de Kit depois que algo grande e ruim acontece. Kit é o único que pode ajudar, então é assim que eles se reencontram;
♦ Se o universo Shadowhunter fosse comida, qual seria? Cassie disse que não sabe cozinhar, mas que o marido dela consegue, então a pergunta é meio difícil para ela. Ela escolheu uma torta com ruibarbo, gengibre, açafrão e macarrão;
♦ Cassie já mudou algum relacionamento para uma direção completamente diferente? No começo Cassie queria que Mark e Cristina ficassem juntos em “Os Artifícios das Trevas”, mas então ela ficou meio que: “Hmmm, também tem Kieran!” e o resto é história;
♦ Tem muitas razões para se preocupar com Matthew. (Sim, foi basicamente assim que o painel acabou).

Cassie adora nos deixar com a ansiedade aflorada! Quem não aguenta mais esperar para ler tudo isso?

O post original em inglês foi feito todo por TMI Source, vocês podem ver o post original clicando AQUI.

Você já pode garantir seu exemplar de “Chain of Thorns” EM INGLÊS na Amazon BR clicando AQUI que virá com essa capa reversa, além de gravuras (não divulgadas por Cassie ainda) e um conto extra.

Você pode comprar o último livro do mundo das sombras publicado no Brasil, “Corrente de Ferro”, o 2º livro da trilogia “As Últimas Horas”, clicando AQUI.

Está sendo vendido aqui no Brasil o box com as capas exclusivas de “Os Artifícios das Trevas”: AQUI no nosso post completo sobre ele vocês podem ver onde garantir o seu.

Para saber tudo sobre a trilogia “As Últimas Horas”, clique AQUI.

Para saber tudo sobre a trilogia “The Wicked Powers”, clique AQUI.

Para saber tudo sobre “Sword Catcher”, clique AQUI.

Postado por:
Você pode gostar de ler também
08.08
Cassandra Clare postou mais uma entrada oficial de “Os segredos da Mansão Blackthorn”, o projet...
04.08
Cassandra Clare postou mais uma entrada oficial de “Os segredos da Mansão Blackthorn”, o projet...
01.08
Cassandra Clare postou mais uma entrada oficial de “Os segredos da Mansão Blackthorn”, o projet...
30.07
Cassie enviou uma nova newsletter onde ela fala sobre a turnê dela no Reino Unido, liberou um trech...
25.07
Cassandra Clare postou mais uma entrada oficial de “Os segredos da Mansão Blackthorn”, o projet...
18.07
Cassie esteve em Chester como parte de sua turnê pelo Reino Unido e nesse evento teve uma live para...

Deixe seu comentário



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook