02.09

Cassie deu uma entrevista para o site booktopia, respondendo 10 perguntas que eles fizeram pra ela! Confira a tradução feita pela nossa equipe:

Cassandra Clare é a autora de “Chain of Gold”, bestseller da NY Times e do USA Today, assim como a internacionalmente bestseller trilogia “Os Artifícios das Trevas”, a saga “Os Instrumentos Mortais” e a trilogia “As Peças Infernais”. Ela é co-autora de “As Maldições Ancestrais” com Wesley Chu, incluindo o ultimo lançamento “The Lost Book of the White”, “As Cronicas de Bane” com Sarah Rees Brennan e Maureen Johnson; “Contos da Academia dos Caçadores de Sombras” com Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman. e “Fantasmas do Mercado das Sombras” com Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson, Kelly Link e Robin Wasserman. Os livros dela tem mais de 50 milhões de cópias imprimidas pelo mundo e foi traduzido para mais de 35 linguagens e feito um filme e uma série de TV. Cassandra vive em Massachusetts.

Hoje, Cassandra Clare está no blog para responder nossas Dez Perguntas Assustadoras – leia!

1. Para começar, porque você não nos fala um pouco sobre você? Onde você nasceu? Foi criada? Estudou?

Eu nasci no Teerã, Irã, e passei meus primeiros anos viajando o mundo com meus pais. Isso incluiu uma caminhada pelo Himalaia quando eu ainda era uma criança—Eu passei um mês na mochila do meu pai. Eu vivi na França, na Inglaterra e na Suíça antes de ter dez anos, e eu ainda amo viajar! Mas eu fico feliz de não ter que ficar dentro de mochilas mais. Durante minha infância eu amava ler e levava livros comigo onde eu ia.

Eu vivi em Los Angeles durante o colegial e minhas experiencias naquela época inspiraram a trilogia de “Os Artifícios das Trevas”, mesmo que na minha adolescência não tivesse demônios envolvidos ou feiticeiros buscando por vingança ou pizza de vampiros. Eu fui para o colégio na Costa Leste e me apaixonei por Nova York, então voltei para lá depois que me formei. Eu trabalhei em jornalismo por um tempo e então em uma livraria, que era onde eu estava trabalhando quando comecei a escrever meu primeiro livro “Cidade dos Ossos”.

2. O que você queria ser quando tinha 12 anos, 18 anos e 30 anos? E porque?

Aos 12 eu queria ser uma super heroína que tinha o poder de voar. Isso parecia que seria muito útil. Aos 18 eu queria ser escritora. Aos 30 eu ainda queria ser uma escritora.

3. Qual crença você tinha fortemente quando era mais nova que você não tem agora?

Eu acreditava que você tem que esperar para começar a escrever só quando a inspiração vem. Agora eu acredito que a inspiração vem no trabalho—você tem que estar se esforçando já, você não pode esperar aparecer do nada.

4. Quais as três artes — livro ou pintura ou musica, etc — que você pode dizer que teve um grande efeito em você e te influenciou como escritora?

O livro “The Wandering Unicorn” de Manuel Mujica Lainez. É uma incrível mistura de ficção histórica e fantasia que mudou minha forma de como histórias podem ser contadas.

Em uma visita ao Rijksmuseum em Amsterdam eu vi uma pintura de estilo Rembrandt de um comerciante holandês, sua esposa indonésia e suas crianças birraciais. A imagem realmente ficou na minha cabeça—era diferente ver uma família inter-racial na arte daquela época, e me fez querer contar histórias sobre as pessoas que nem sempre aparecem nas pinturas. Eu tentei encontrar aquela pintura desde então, mas não consegui encontrar ela—preciso de um historiador da arte pra me ajudar nesse caso.

Eu acho que musica é uma grande ferramente quando se fala de engatilhar memorias e evocar um sentimento em particular ou uma atmosfera, então faço playlists para todos meus livros, compostas com as musicas que eu ouvi de novo e de novo enquanto escrevia. Se eu passo um tempo sem mexer em meu trabalho, eu posso usar a musica para me ajudar a voltar para ele. Eu geralmente compartilho as playlists com meus leitores no Spotify.

5. Considerando todas as inúmeras vias artísticas abertas para você, porque decidiu escrever livros?

Enquanto eu amo musica e arte visual, meu maior engajamento desde muito nova foi com a palavra escrita. Eu leio o tempo todo e é assim que minha mente funciona. O jeito que eu processo a vida é transformando em histórias. Uma série de romances com várias partes é, de certa forma, a maior história que você pode contar.

6. Por favor, nos fale sobre seu ultimo livro!

Meu ultimo livro é “The Lost Book of the White”, o segundo livro da trilogia “As Maldições Ancestrais”. É uma série que se foca em Magnus Bane e Alec Lightwood, dois personagens que são muito amados e fazem parte do universo das sombras desde o inicio. No primeiro livro, “Pergaminhos Vermelhos da Magia”, nós acompanhamos Alec e Magnus na Europa nos primeiros dias do romance deles, enquanto eles estavam apenas se conhecendo. Agora, em “Lost Book of the White”, eles estão vivendo juntos e adotaram uma criança feiticeira, Max. Mas só porque eles se estabeleceram, não significa que a aventura não virá atrás deles. Quando um importante livro de feitiços é roubado, Magnus e Alec largam tudo e correm para Xangai com seus amigos antes que um mal antigo seja liberado. Foi muito divertido revisitar esses personagens e eu espero que os leitores achem também!

7. O que você espera que os leitores levem com eles quando terminarem de ler o livro?

Todos os livros e sagas tem seus temas diferentes, mas um tema dominante que tem em todo meu trabalho é a ideia da família que você escolhe—que nós somos conectados não apenas aqueles que temos relação sanguínea, mas com aquelas que pessoas que nós encontramos afinidade e escolhemos formar uma comunidade enquanto vivemos nossa vida. Como Clary Fairchild diz em “Cidade do Fogo Celestial”, família não é sangue. São as pessoas que te amam. Pessoas que te protegem.

8. Quem é a pessoa que você mais admira no meio da escrita e por que?

Ursula K. Le Guin. Ela produziu um enorme trabalho, escreveu para adultos, crianças e jovens adultos e nunca rebaixou seus leitores mais novos. Quando o trabalho dela foi adaptado para televisão e perdeu tudo que dava significado, ela falou contra isso quando fazer isso não era completamente aceitável. Ela se fixou em uma agenda de escrita todos os dias, o que é algo que eu admiro. Para parafrasear Flaubert: “Seja regular e ordeiro em sua vida, para que possa ser violento e original em seu trabalho.”

9. Muitos artistas estabelecem objetivos muito ambiciosos. Quais são os seus?

Um dos meus grandes objetivos, tendo escrito já para crianças e jovens adultos, é escrever um livro para adultos, que é o que eu estou fazendo agora. “Sword Catcher” será o primeiro livro de uma saga de fantasia que é mergulhada em intrigas num palácio, mágica proibida e um submundo de crime excitante.

Ainda na minha lista de objetivos está escrever em formatos diferentes: uma peça, um programa de rádio, um episodio de uma série de tv ou um roteiro de um filme.

10. Qual seu conselho para pessoas querem escrever?

Leia muitos livros e não apenas livros que você goste. Tente correr riscos e ler fora da sua zona de conforto. Você nunca saberá quando a inspiração pode vir de uma fonte que não espera, então mantenha a mente aberta.

O 1º livro da série “As Maldições Ancestrais” foi lançado no Brasil e se chama “Os Pergaminhos Vermelhos da Magia“: para comprar na Amazon com capa metálica e o conto extra com Magnus conhecendo Catarina Loss que virão somente na 1º edição, basta clicar AQUI. Já para comprar “The Lost Book of the White”, o 2º livro da trilogia que será lançado EM INGLÊS dia 1º de setembro próximo, basta clicar AQUI (este livro não tem data de publicação no Brasil ainda).

Você pode comprar “Chain of Gold” EM INGLÊS na Amazon clicando AQUI, ou compre a versão digital do livro, também em inglês, clicando AQUI.

Algumas informações adicionais: O segundo livro da trilogia se chamará “Chain of Iron” e o 3º e último livro se chamará “Chain of Thorns”. Já “Fairy Tale of London” é o conto que veio na 1º edição de “Chain of Gold” contando o casamento de William Herondale e Tessa Gray.

Chain of Iron” já está em pré-venda na Amazon Brasil em inglês e capa dura e para garantir seu exemplar da versão física, basta clicar AQUI. Para comprar o eBook, clique AQUI.

Ainda algumas informações importantes para quem desejar comprar na Amazon: o livro somente é cobrado na sua fatura quando enviado. Se nesse período de tempo o preço baixar, você paga o preço mais barato. E você ainda pode ter frete grátis em todos livros independentemente do valor assinando o Amazon Prime, que também te dá acesso ao streaming Prime Video, músicas no Prime Music, livros e revistas para leitura no Prime Reading, jogos no Twitch Prime e promoções exclusivas, e você ainda pode cancelar a qualquer momento. Para começar a aproveitar, clique a seguir e quando a página abrir, em “Teste grátis por 30 dias”: AQUI.

Para saber tudo sobre a trilogia “As Maldições Ancestrais”, basta clicar AQUI.

Fonte [x]

Postado por:
Você pode gostar de ler também
21.11
Cassie enviou a nova newsletter e nela nos mostrou a sua playlist para “Chain of Iron”, além de...
18.11
Cassie divulgou em seu instagram um pequeno trecho do conto que virá nas primeiras edições de “...
16.11
Em um post em seu tumblr ontem, Cassie chamou Ró, do Shadowhunters Italia, para a ajudar sobre a es...
13.11
“Corrente de Ouro” acaba de estreiar na lista de livros mais vendidos da revista Veja em 1º lug...
11.11
Cassie postou em seu instagram uma noticia que ela estará sexta-feira, dia 13 de novembro, com a Le...
08.11
Cassie postou em seu tumblr um pequeno trecho de “Chain of Iron”, o segundo livro da trilogia ...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook