17.07

cassie_padrao

Hoje aconteceu um evento onde Cassandra Clare, junto com Míla Fürstová (Criadora das novas capas de Os instrumentos mortais), responderam algumas perguntas feitas por fãs. Confira abaixo algumas perguntas e respostas relatadas por quem esteve lá.

Evento prestes a começar!

Míla Fustorvá explica como fez a placa de gravura de CoB

A Placa de Gravura de CoB. Tããão linda.

Cassie teve a ideia para CoB em um estudio de tatuagem, e a arte da Mila é feita toda por agulhas. Que coincidencia legal.

@CassieClare fala sobre o dom de Clary para arte.

Escritores e Artistas podem ter bloqueio criativo, Cassie está em um bloqueio culinario permanente. (O que Sarah confirma).

@sarahreesbrennan já leu Lady Midnight! Provacação!

Cassie e Míla falam como elas se tornaram artistas. Cassie ganhou um computador do seu pai para poder escrever.

Cassie iria amar que a Mila fizesse as novas artes de capa para TID no Reino Unido, ela acha que o estilo é perfeito para TID.

Sarah está segurando o primeiro capitulo de Lady Midnight que será passado para a primeira pessoa a perguntar.

Sarah fez Cassie assistir Magic Mike: XXL

Sarah ama o Julian e acha que muitos dos seus irmãos não gratos o suficiente.

Cassie fala sobre os heróis imperfeitos: Simon, Jem, Julian e Mark.

James e Matthew também são divertidos de escrever.

Foi dificil para a Cassie escrever Jace Maligno, porém também foi divertido.

O Elenco do série vai receber uma versão sem cortes da cena Clace no clube em CoLS, todos eles pediram.

Alberto é é um cara muito adoravel e faz você pensar “eu quero sair com esse cara”.

Simon não sabe o que fazer para seu encontro com Izzy, então ele pede ajuda a Clary. Sizzy, então, vão a um encontro que Clace iria gostar e Iz não está feliz.

@CassieClare teve que assistir 55 audições do Jace para achar o Matthew e o recomendar para o papel de Alec.

Incríveis novas artes para Os istrumentos mortais!

Quem está animado para ver @cassieclare amanhã? Aqui está ela, no palco da conferência de imprensa de #LFCC, pronta para #YALC

Vídeo completo do evento.


Tradução do que foi falado no evento: Cassie fala sobre como ela queria fazer Os Intrumentos Mortais sobre a aventura e o desenvolvimento de um herói, um livro sobre fantasia. Mas ela via que a maioria desses livros tinham protagonistas masculinos, então ela queria fazer sua uma menina/mulher, para mostrar as meninas que elas podem crescer para ser a mulher que elas quiserem. Por isso ela tem vários exemplos femininos, como Emma, Cordelia e Lucie. Ela diz que quando alguém fala sobre “uma mulher forte” todos imaginam uma mulher forte fisicamente, mas ela diz que não é bem assim. Ela diz que o lado bom de escrever sobre tantas garotas diferentes, é que ela pode mostrar diversas formas de força.
Cassie fala sobre o dom da Clary quanto a arte, e também sobre o porque de ter escolhido o nome “Clary”. Ela disse que Clary é relacionado a “Clarividência”e “Visão clara”, e ela achou que seria interessante dar esse nome a uma heroína cujo o dom é exatamente poder “ver” o que os outros não podem, não só o mundo das sombras, mas também as runas que Ithuriel a mostrava.
Ela fala que não sabe exatamente quando começou a escrever, mas lembra que seu pai a comprou um computador e ela começou a digitar e perceber como ela podia escrever algo, logo depois outra coisa, voltar ao primeiro e editar o que achou ruim e etc. Porém, ela não mostrava para ninguém (só seu pai que mexia no computador sem ela saber e depois zoava ela pelas coisas escritas) e ela só veio mostrar seu trabalho aos 20 anos, com suas fanfics, e percebeu que ela poderia se tornar “uma autora de verdade”.
Ela diz que amou as capas novas e que gostaria que Mila fizesse as novas capas de TID, e ela também disse que quando a avisaram que iam fazer capas novas para TMI ela pensou “Ok.”, mas quando ela viu ela ficou muito surpresa, do modo bom, e mostrou as capas para todos os seus amigos.
Ela disse que seus livros favoritos de ter escrito foram Cidade do Fogo Celestial e Princesa Mecânica, por serem os últimos e pela quantidade de dor que a infligiu e que ela mesma infligiu nos leitores.
Ela fala sobre os heróis imperfeitos dos seus livros e como eles são diferente dos “machos alfas” tradicionais, que são arrogantes, metidos e vaidosos. Ela diz que Jem e Simon são bem diferentes de Will e Jace respectivamente, e fala também sobre Julian, ela diz que diferente dos “heróis tradicionais” (Will e Jace), Julian tem todas as responsabilidades e isso significa que ele nunca pode fazer algo errado, mas claro que ele quer fazer. Mark também é mencionado, ela fala que ele passou anos em Faerie e nem mesmo se lembra quanto tempo se passou, desde que em Faerie o tempo é diferente. E por último ela fala de James e Matthew, ela os descreve como uma mistura doce-amarga.
Ela diz que a parte mais difícil de escrever em toda série foi Jace Maligno, os seus motivos foram que para essa situação o Jace deveria continuar sendo o Jace, mas não Jace suficiente. Ele tinha que ter mudado o bastante para fazer com que Clary se sentisse mal por isso, para fazê-la sentir falta do Jace Real e fazer o que era necessário. Mas ela diz que ao mesmo tempo também foi divertido mexer com ele desta forma.
Cassie fala sobre a audição do Matthew e como foi interessante o modo como ele foi escalado. A produção da série a tinha mandado várias audições e ela sempre falava que odiava todas, e que nenhum dos atores era o Alec. Ela diz que eles provavelmente não estavam procurando as características do Alec, pois ele é um soldado, ele luta junto ao Jace e ele é durão, forte. Então como ela viu que as audições do Alec não tinha nada disso ela foi na seção de audições para o Jace e assistiu 55 audições até chegar no Matthew e dizer “É ele, ele é bonitão, ele é o Alec!” e depois disso ela mandou a audição dele junto a uma carta falando “Eu acho que ele séria o Alec perfeito”, mas esperava que eles fossem reagir como “Tanto faz”. Eles adoraram e chamaram o Matthew novamente, ele fez outra audição (dessa vez para Alec) e ganhou o papel bem rápido.
Ela também comenta que Kat é ótima para Clary, ela ama a personagem e a entende muito bem. Ela fala que o Dominic simplesmente ganhou o papel do Jace, ninguém tinha chance contra ele. E que Alberto era muito adorável, que ele era muito simpático e o tipo de pessoa que gostaria de sair e ser amigo.
Por último ela comenta sobre o elenco do filme, e como ela nem considerou eles para a série, pois tinha certeza absoluta que eles não seriam usados. A produção da série é completamente diferente da produção do filme, então nunca utilizariam o mesmo elenco. Ela diz que ainda os ama, e que mantem contato. Ela vê que eles estão muito bem, profissionalmente e mentalmente, então isso a deixa feliz.

Postado por:
Você pode gostar de ler também
02.09
Cassie deu uma entrevista para o site booktopia, respondendo 10 perguntas que eles fizeram pra ela! ...
17.08
Cassie anunciou hoje em seu twitter que estará no festival internacional do livro de Edimburgo, no ...
02.07
A FLIPOP online 2020 irá acontecer entre os dias 9 à 12 de julho e não poderíamos estar mais ani...
01.07
Conforme anunciado em sua newletter (leia clicando AQUI), Cassandra Clare revelou a capa de “Chain...
25.05
A live de Cassandra Clare aconteceu hoje e foi um sucesso: mais de 1.900 pessoas assistindo simultan...
21.05
Como sempre, a Editora Seguinte continua sendo a Editora Rainha de nossos corações e encontrou um ...

Deixe seu comentário

1 thought on “Cassandra Clare e Míla Fürstová respondem perguntas e divulgam novas capas de TMI”



  1. Eleonora disse:

    Ler tudo isso é muito gratificante, uma amarga espera com pequenas doses de “néctar”…





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook