02.06

padrao_cassie

Cassie respondeu duas questões referentes à imortalidade de Tessa e Magnus em seu Tumblr, explicando os motivos pelos quais eles não aceitariam ter suas imortalidades retiradas. Abaixo, você pode conferir o que ela disse:

c-parques disse: Oi Cassie! Eu tenho visto um monte de discussão no seu Twitter sobre o futuro de Jem e Tessa juntos, sendo que ela é imortal e ele não. Eu estava me perguntando se Tessa nunca irá considerar tirar sua imortalidade para que ela pudesse envelhecer, viver uma vida relativamente normal, e morrer com Jem, semelhante à forma como Magnus estava considerando fazer o mesmo por Alec antes de Alec fizesse uma coisa ruim pelas costas. Esta é uma história que talvez pudesse ver no futuro algum dia? Obrigado pelo seu tempo.

Não. Isso não é algo que Tessa está considerando.
Magnus não está punindo Alec por não se tornar mortal; ele realmente não poderia encontrar uma maneira de fazê-lo que não era horrível. Se houvesse uma maneira não horrível para fazê-lo, isso pode mudar as coisas para Magnus e para Tessa. Atualmente não há nenhuma maneira para qualquer um deles para se tornar mortal, que não é realmente horrível e destrutiva – como em, eles teriam que matar outras pessoas para fazer isso funcionar.
Eu vejo um monte de discussões sobre Magnus se tornar mortal “para Alec” ou Tessa se tornar mortal “para Jem.” Eu não acho que esse é o grande gesto romântico que muitos outros fazem. 🙂 Mas, se isso viesse a acontecer, eu acho que cada personagem teria que decidir isso por si mesmos como uma escolha feita independentemente de suas vidas amorosas. Tessa teria que decidir que ela estava bem sem nunca descobrir se havia novos livros publicados no futuro que ela iria ler e amar, que ela ficaria bem em nunca se lembrar de Will novamente, ou Jem. Magnus teria que estar bem sabendo que ele nunca ia contar outra piada, ver outro pôr do sol, ver o seu filho novamente, ou se lembrar de Alec. Eles teriam que tomar essa decisão por si próprios, por si mesmos.

Tessa-grayngel disse: Hey Cassie! Então, eu só vi o seu post sobre Tessa e Magnus se tornando mortais não seria um grande gesto romântico, mas eu estou realmente curiosa como o que eles tem nesse momento é um final feliz. Os romances são desoladoras ( e lindo! e Malec e Jessa e Wessa são as minhas favoritos ships, na verdade), mas eu realmente não posso vê-los ou Alec e Jem tendo uma vida feliz que seja. No caso de Malec, Alec vai envelhecer e provavelmente miserável conforme ele se torna cada vez mais distante de Magnus, morre, e, em seguida, Magnus provavelmente virará uma pedra. No caso de Jessa, pobre Tessa terá que passar pela mesma exata perda que ela passou com Will, e não ela seria feliz se todos os três pudessem estar juntos de novo? Você sempre diz que você acha que eles tiveram um final feliz, mas eu estou apenas genuinamente curiosa de como isso é felicidade. Eu realmente sinto muito se isso saiu como uma crítica – isso não tinha a intenção ser! Eu te amo e não posso esperar por Lady Midnight, mas isso é algo que eu estive pensando por um tempo e o post anterior me inspirou a perguntar.

Essa pergunta me fez pensar: O que é um final feliz? Um personagem precisa de um final para ter um final feliz?

Will é um personagem que eu acredito que teve um real final feliz. Ele morreu bem velho, cercado pelos amigos e família, o amor da vida dele e seu parabatai. Ele teve uma completa e feliz vida que foi muito melhor do que ele sonhou que seria. E ainda assim, eu recebo muitos emails de pessoas que sentem que Will não teve um final feliz, simplesmente porque ele morreu – como todo mundo morre, algum dia.

Nos casos de Tessa e Magnus, eu recebo variações dessa pergunta — eles vão virar mortais? Eles vão se transformar em mortais por quem amam? Seria “justo” Jem ser imortal quando Will não foi?

Certamente, a imortalidade de Tessa e Magnus faz a situação ser diferente. Leitores parecem querer que eles tenham o que algumas pessoas não quiseram que Will tivesse: um final definitivo para a história deles. Eu não sei porque, exatamente, mas eu tenho teorias.

Escritor dessa carta, eu aprecio sua preocupação, mas eu respeitosamente não concordo com o que você leu sobre o que aconteceria com Magnus e Alec e Tessa e Jem. Eu não acho que Alec está destinado para envelhecer miseravelmente. Isso não daria a ele muito crédito, considerando que em CoHF ele e Magnus resolvem que eles vão fazer cada dia valer a pena, e certamente não dá a Magnus muito crédito! E eu não acho que Magnus iria se petrificar, pelo menos não tão cedo, porque ele teria uma nova pilha de memórias felizes e experiências. (Sem mencionar uma criança pela primeira vez! Bom, provavelmente uma criança crescida já. Mas ainda assim conta como território desconhecido!)

Também eu não acho que Tessa iria passar pela “mesma perda que ela passou com Will.” Tessa é uma pessoa diferente. Ela teve um século para mudar e ganhar perspectiva. As duas perdas são extremamente difíceis, mas não idênticas, e ela passaria por elas de forma diferente. (E então tem o fato que nós não sabemos as circunstâncias em torno da morte de Jem. Tessa poderia ser morta antes dele, pelo que sabemos.) Ela vai, como todo humano na face do planeta, estar com as pessoas que ela ama até que eles morram ou ela morra. Isso é todo mundo no mundo. Então dizer que isso não é um final feliz, é dizer que finais felizes não são possíveis no mundo em que vivemos, porque a morte existe.

É muito romântico pensar em Tessa, Jem e Will, e Magnus e Alec, sendo reunidos na vida após a morte. Mas isso requer que tenha alguma vida após a morte, que Nephilins e Downworlders não tem conhecimento ou garantia. Se matar esperando que se reuna com alguém que morreu seria uma grande aposta. Como humanos mundanos, alguns Shadowhunters acreditam em paraíso e/ou vida após a morte. Mas ninguém sabe o que acontece após a morte.

Tessa e Magnus tem que carregar suas felicidades e tristezas mais do que os outros personagens. Will vive no coração de Tessa e em suas memórias (e nas de Jem e Magnus também). Amar Will fez dela quem ela é, e uma das razões que ela tem para viver sua vida bem é honrar a memória dele e o amor deles. (Eu imagino que quando Jem morrer, ela vai ter um sentimento similar por ele e pela vida deles juntos, mas como é apenas especulação nesse ponto, eu não vou entrar em detalhes.) Se ela se matasse, ela tiraria essas memórias e histórias das pessoas que ela ama do mundo para sempre.

Igualmente, se Magnus se matasse, ele não honraria a memória de Alec. Seria tirado do mundo. Se a memória de Alec vai viver, é em grande parte em como Magnus vive a vida dele em direção ao futuro. (Eu digo em grande parte porque muitas pessoas amam Alec, não só Magnus!)

Amor romântico pode ser ótimo e mudar a vida e vital, mas não é a única fonte de felicidade. Perder isso não significa que você não tem nada mais pelo que viver. É melhor que não, porque relacionamentos terminam todo tempo. Ser capaz de seguir em frente e encontrar alegria e significado nos outros aspectos da vida é a habilidade de sobrevivência mais importante que se pode ter. Feiticeiros tem que desenvolver essa habilidade mais do que mortais.

Para que Magnus e Tessa queiram acabar com suas vidas, eles teriam que acreditar que o que que venha pela frente para eles, não vale a pena esperar. Eles teriam que acreditar que entrar no completamente desconhecido, possivelmente nada, seria melhor do que continuar a aprender e crescer e mudar.

A coisa sobre ser um personagem imortal é que talvez você não tenha um final feliz no sentido tradicional, porque você não vai ter um fim. Então pessoas querem que personagens morram, no sentido de desenhar aquela linha: para dizer, esse é o final e ele foi feliz. Eles tiveram o amor que queriam e significa que cruzaram a linha final. Acabou.

Exceto que eles não acabaram. Depois de cada perda, você continua vivendo. É parte do que eu acredito que é importante sobre personagens como Tessa e Magnus: que eles amam e perdem e continuam vivendo. Porque é o que acontece na vida real. É algo que muitas pessoas tem que lidar, todo o tempo. É parte da vida real e de sentimentos reais numa forma que histórias sobre duas pessoas imortais nunca podem ser.

Todos nós amamos – romanticamente ou não – e vamos perder pessoas que amamos. Se você então perder aquele amor, a perda vai desfazer toda a alegria e felicidade que veio antes? Pode, se você deixar. Mas isso não é o que as pessoas que te amam vão querer para você. E eu espero que isso não é o que você ia querer para si mesmo.

FONTE, FONTE

Arquivado nas categorias: Cassandra Clare com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
26.06
Cassie enviou uma newsletter nova, onde ela fala sobre a viagem que fez a Paris para pesquisas e tam...
05.05
Algumas semanas atrás, Cassie abriu uma caixinha de pergunta em seu Instagram @CassieClare1 e agora...
16.04
Cassie enviou a newsletter especial de “Sword Catcher”, cheia de novidades sobre o livro adulto ...
03.04
Cassie enviou uma newsletter bem pequena e sem muitas novidades, só pra falar sobre o atraso da new...
28.12
Nós, do Idris, estamos fazendo um Sorteio Solidário para doar para a cidade de Itabuna, que sofreu...
18.12
Cassie enviou uma newsletter onde ela fala sobre “Segredos da Mansão Blackthorn” e manda de nov...

Deixe seu comentário

6 comentários em “Cassandra Clare fala sobre imortalidade em seu tumblr”



  1. Vitória Fernanda Herondale disse:

    O Magnus tem um filho ?

    1. Ed Melo disse:

      Feiticeiros não podem ter filhos… OBS: A Tessa é uma exceção, ela não é exatamente uma feiticeira assim como não é exatamente shadowhunter… por isso que ela pode ter filhos!

    2. Maria Soares disse:

      Acho que eles irão adotar no próximo livro, ou algo assim.

      1. Vitória Fernanda Herondale disse:

        Obg eu achava que tinha perdido alguma informação sobre isso nos livros 😉

      2. Drielli Santos disse:

        vai ter um proximo livro??

  2. Alysson Dütscher Schmidth disse:

    Por que sempre que leio algo em relação a Will-Tessa-Jem, começo a chorar? Droga, por que eles tem que ser o significado de tudo?





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook