20.05

padrao_cassie

 Como de costume, Cassie respondeu em seu tumblr algumas perguntas feitas por seus leitores. Ela falou um pouco sobre a personalidade de Alec Lightwood e também tirou uma dúvida sobre o novo conto de Tales From the Shadowhunter Academy, Nothing But Shadows, que foi lançado essa semana, portanto avisamos que esta postagem pode conter SPOILERS para aqueles que ainda não leram o novo conto e o final de As Peças Infernais.

“Oi Cassie! Eu sei que você descreve Alec tanto como forte como vulnerável, mas eu não entendo realmente como ele pode ser os dois. Eu sei que eles não são opostos mas eu não entendo realmente como como seria ser forte e vulnerável porque eu nunca vi esses traços em personagens antes do Alec. Você poderia talvez dar um exemplo dele mostrando esses traços? Tenha um ótimo dia! – rareasargentum”

Muitos personagens possuem ambos esses traços; incluindo Alec, Jace e Isabelle. Ser capaz de ser forte e vulnerável é uma grande parte de ser um humano (e Caçador de Sombras!) emocionamente saudável. Personagens que são fortes mas não dispostos a mostrar vulnerabilidade tendem a ser duras. Eles apenas se jogam. As vezes Jace e Isabelle mostram esse comportamento, mas conforme o livro segue, eles se tornam mais capazes de serem vulneráveis.

Mas aqui nós estamos falando sobre Alec. Alec na verdade começa a série mais disposto a ser vulnerável do que seus irmãos. 
Exemplos de Alec senso forte? Alec é consistentemente protetor com as pessoas que ama. Em CoG, Jace diz “Eu acho que deixei Alec complexado sobre o tipo de guerreiro que ele é, só porque ele quis viver.” Alec entrou em batalhas de novo e de novo com seu melhor amigo, que tinha um desejo de morte. Ele cuidou de Jace e impediu que ele se destruísse. Conforme o tempo passa, Alec também salva Isabelle, Magnus e muitos outros personagens em batalhas. Alec não tem um desejo de morte como Jace tinha. Na verdade ele tem um desejo da vida. Nem todo mundo pode se jogar em situações de grande perigo sem pensar na sua (ou na dos outros) segurança. Há força em proteger o quê você ama. Os Nephilim podem idealizar nobres sacrifícios, mas eles estariam enrascados se todo mundo fizesse isso. 
De Cob:
“Você não entende,” Alec disse. “Você não o conhece. Eu conheço. Ele pensa que precisa salvar o mundo; estaria disposto a se matar tentando. Ás vezes eu até mesmo acho que ele quer morrer, mas isso não significa que você deva encorajá-lo a fazer isso.”
“Eu não entendo,” ela disse. “Jace é um Nephilim. Isso é o quê vocês fazem, vocês resgatam pessoas, vocês matam demônios, vocês se colocam em perigo. Como noite passada foi diferente disso?”
O controle de Alec ruiu. “Porque ele me deixou para trás!” ele gritou. “Normalmente eu estaria com ele, cobrindo-o, cuidando dele, o mantendo a salvo…”

Também de CoB:
Clary seguiu ele. “Ele é melhor que Isabelle?” Ela perguntou de novo. “Alec, eu digo.”
“Melhor?” Jace disse. “Em matar demônios. Não, não realmente. Ele nunca matou um demônio.”
“Sério?”
“Eu não sei porque não. Talvez seja porque ele está sempre protegendo Izzy e eu.”

Alec nunca vacila em tentar proteger as pessoas que ama. Os Nephilim precisam de guerreiros que lutem para viver, não apenas guerreiros que lutem para morrer. 

Um dos meus exemplos favoritos de como Alec é vulnerável vem de Cog:

Magnus estava olhando para ele. Ele havia despachado os demônios Ibis restantes, e a praça estava vazia a não ser pelos dois. “Você acabou – você acabou de salvar minha vida?” Alec sabia que devia dizer algo como, É claro, porque eu sou um Caçador de Sombras e é isso o que nós fazemos, ou, esse é meu trabalho. Jace teria dito algo assim Jace sempre sabia a coisa certa a dizer. Mas as palavras que saíram da boca de Alec eram um pouco diferentes – e soaram petulantes até mesmo para ele. “-Você nunca me ligou de volta,” disse ele. “Eu liguei para você tantas vezes e você nunca me ligou de volta.”
Magnus olhou para Alec como se tivesse perdido a cabeça.
“Sua cidade está sob ataque,” disse ele. “As barreiras foram destruídas, e as ruas estão cheias de demônios. E você quer saber por que eu não te liguei?”
Alec definiu sua mandíbula em uma linha de teimosia. 
“Eu quero saber por que você não me ligou de volta.”
Alec não pretende ser durão. Ele não mantém uma fachada para esconder como ele se sente como Isabelle ou Jace fazem. Ele mostra seu coração. Essa vulnerabilidade é uma parte dele, assim como sua força.

“Por que Will diz ‘É Matthew, não é?’ já que ele conhece Matthew desde o nascimento, conhece Charlotte e Henry, e todos eles moram no Instituto?”
— dumbledorelovessherbetlemons

Eles não vivem todos no Instituto. Charlotte e Henry vivem em Idris, porque Charlotte é consulesa, e quando estão em Londres, eles vivem na Casa de Londres do Cônsul, assim como Josiah Wayland nunca morou com Charlotte e Henry em As Peças Infernais. E Tessa e Will não passam muito tempo em Idris (só no verão, como descobrimos depois) porque existem alguns Caçadores de Sombras que ficam incomdados com Tessa, e o trabalho de Will é em Londres.

James menciona que Matthew fica em Idris com Henry, e Matthew diz que é porque ele quer parecer com seu pai. Isso tudo resultou em uma situação onde James e Matthew, e Matthew e Will, não se conheceram até nesse ponto do tempo. A última vez que Will viu Matthew foi em uma festa de feriado, lotada de pessoas, crianças correndo por todo o lado. Então isso foi há um tempo atrás – e Matthew cresceu, como podemos perceber o quão mais alto que James ele é, e ele está vestido de forma surpreendentemente excêntrica. 🙂

Além disso, Will está ocupado com o fato de que seu filho acabou de ser expulso da Academia por sua herança demoníaca, algo gravemente irritante e doloroso, e não esperava que o filho mais novo de Charlotte e Henry explodisse a Academia, ter que deixar Londres, e lidar com explosões. Não se preocupe, ele será “Tio Will” e Matthew será encontrado dormindo sob o piano na sala de música e farão cotações de Oscar Wilde um para o outro, e irão pescar em algum momento.

FONTES: [1] [2]

Postado por:
Você pode gostar de ler também
26.06
Cassie enviou uma newsletter nova, onde ela fala sobre a viagem que fez a Paris para pesquisas e tam...
05.05
Algumas semanas atrás, Cassie abriu uma caixinha de pergunta em seu Instagram @CassieClare1 e agora...
16.04
Cassie enviou a newsletter especial de “Sword Catcher”, cheia de novidades sobre o livro adulto ...
03.04
Cassie enviou uma newsletter bem pequena e sem muitas novidades, só pra falar sobre o atraso da new...
28.12
Nós, do Idris, estamos fazendo um Sorteio Solidário para doar para a cidade de Itabuna, que sofreu...
18.12
Cassie enviou uma newsletter onde ela fala sobre “Segredos da Mansão Blackthorn” e manda de nov...

Deixe seu comentário

2 comentários em “Cassie Clare fala sobre Alec Lightwood e Nothing But Shadows em seu tumblr”



  1. M. Sayuri disse:

    Já esperando uma relação linda entre Will e Matthew (que pra mim é um bebê ainda, haha)

  2. Nanda Diniz disse:

    chorei. Amo tanto esse personagem, meu preferido de todos no mundo mds.
    me disseram que ele ia morrer em CoHF e eu tive um ataque! acho tão bom ele ser reconhecido <3





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook