06.01

padrao_TDA

Nós sabemos que a coleção shadowhunters é bem extensa e um fã mandou uma dúvida para Cassie sobre como isso afeta na ordem de leitura. Além disso, ela falou a respeito do último snippet de TDA revelado e a idealização de Emma com Jace em COHF. Confiram a tradução feita por nossa equipe:

Oi, Sra. Clare. Eu estava pensando, enquanto li CoHF que não me lembro muito do que aprendi sobre os personagens do seu novo livro, então tudo isso vai ser explicado de novo em TDA, o bastante para eu não ficar perdida? Alguém que não leu Os Instrumentos Mortais ainda seria capaz de lê-lo (TDA) e saber o que está acontecendo? – thegymclasszero
Sim, você não deve ter nenhum problema em entender o que está acontecendo. Todas as séries são escritas com a intenção de que qualquer um pode pegar o primeiro livro de TMI ou TID ou TLH ou TDA e entender o que está acontecendo sem ter lido um único outro livro dos Caçadores de Sombras. (Isso não se aplica a Crônicas de Bane ou Academia de Caçadores de Sombras).
Se você se lembra de Emma e Julian de Os Instrumentos Mortais, ótimo. Se não, serão fornecidas todas as informações que você precisa sobre eles.
Se você nunca leu Os Instrumentos Mortais e não sabe quem Jace, Clary, Magnus etc. são, serão fornecidas todas as informações que você precisa sobre eles.
Quer dizer, imagine que exista um dia uma grande série sobre o Ciclo — Jocelyn, Luke, Valentim, Hodge, Robert. Você vai precisar ter lido ela para entender TMI, mesmo que suas histórias estão fortemente referidas? Não. Em TMI, você tem todas as informações que você precisa para entender o que está acontecendo e porque Stephen Herondale importa para a geração atual. Muita gente já leu TMI e não sofre com a não-existência de um livro sobre o Ciclo.
Essa interligação das séries sem torná-las dependentes umas das outras é algo que eu aprendi com o meu amor por livros de fantasia que fazem isso (Percy Jackson, os livros de Tortall) e também romances que fazem isso. Porque um romance deve ter um felizes para sempre depois de terminarem, continuações não são realmente possíveis, então os autores encontram outras maneiras de interligar os seus livros para que os leitores possam passar mais tempo com personagens que eles se importam. Por exemplo, li Laura Kinsale’s The Shadow and the Star*, que é sobre o amor de um ninja vitoriano e a secretária dele, e lá tinha um pouco sobre sua família e seus pais. “Que grandes personagens secundários!”, pensei. “Que terrivelmente apaixonados seus pais são!” (Eu imagino que aqueles que não leram TID e começam com As Últimas Horas vão se sentir assim sobre os pais de James e Lucie.) Só mais tarde descobri que, na verdade, tinham seu próprio livro, The Hidden Heart, que eu li e, de fato, enriquece a experiência de Shadow, mas não era de forma necessária para compreender o que aconteceu no mesmo. Mais recentemente, li Courtney Milan’s The Brothers Sinister series*, sobre três amigos que são todos canhotos (sinistro). Cada livro aborda um dos amigos se apaixonando e se casando. Se você ler o primeiro livro, vai conhecer Robert e seu meio-irmão Oliver — a história de Robert é o livro um, e a de Oliver é o livro dois. No entanto, você também pode começar com o livro dois; não importa; você vai apenas ser apresentado à Oliver em seguida.
Todos os personagens são apresentados para nós com histórias secundárias no lugar. Se essas histórias secundárias foram descritas em um livro ou não, na verdade não importa tanto assim — todos nós sabemos que os personagens vêm com história anexada.

(*Eu recomendo esses livros, muito.)

rhaegarrs disse: Oi, Cassie! Eu estou um pouco confusa com a linha do tempo do trecho de TDA que você compartilhou recentemente. TDA era para ser com Emma aos 16, 17, mas ela diz que não está totalmente familiarizada com o Irmão Zacariah e não sabe porque ele quer proteger ela (e ainda chama ele de Irmão Zacariah para começar) enquanto no casamento Jessa nos quadrinhos se passa em 2009 e Emma teria a mesma idade que em CoHF, eles pareceram bem próximos um do outro. Então, quando exatamente o trecho entra? Obrigada!
Olá! Você está falando desse trecho?
http://idris.com.br/2014/12/25/novo-snippet-de-os-artificios-das-trevas-com-emma-e-clary/
É um flashback. É em TDA, mas quando Emma tinha 12 anos. Isso é o porque Clary diz que sua mãe está na lua de mel. É logo após o final de Cidade do Fogo Celestial – seria estranho se Luke levasse cinco anos para levar Jocelyn para a lua de mel.
Enquanto eu não posso dizer com certeza o que vai na versão final do livro, agora tem várias cenas de Lady Midnight que vão e voltam no tempo – eu acho que compartilhei outra que era de Emma e Julian se tornando parabatai, mesmo que já sejam parabatais no livro.
ashtonsexwithme disse: Hey Cassie! Eu só queria saber, Emma era tão fã de Jace em CoHF, ela ainda é uma fã dele em TDA? Amor da Colombia!
Ela não está totalmente desiludida. 🙂

Fonte 1,2,3

Arquivado nas categorias: Cassandra Clare , The Dark Artifices com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
26.06
Cassie enviou uma newsletter nova, onde ela fala sobre a viagem que fez a Paris para pesquisas e tam...
05.05
Algumas semanas atrás, Cassie abriu uma caixinha de pergunta em seu Instagram @CassieClare1 e agora...
16.04
Cassie enviou a newsletter especial de “Sword Catcher”, cheia de novidades sobre o livro adulto ...
03.04
Cassie enviou uma newsletter bem pequena e sem muitas novidades, só pra falar sobre o atraso da new...
02.04
Enfim começou a pré-venda do Box da trilogia “Os Artifícios das Trevas” que foi anunciado ano...
28.12
Nós, do Idris, estamos fazendo um Sorteio Solidário para doar para a cidade de Itabuna, que sofreu...

Deixe seu comentário



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook