18.12

padrao_tmi1
 

Cassie respondeu as perguntas de alguns fãs no Tumblr sobre o fim de Sebastian/Jonathan, o que a levou a essa decisão e se havia outra maneira de encerrar a história desse personagem. Cassie respondeu também a uma questão sobre namorados possuídos e como proceder se você por acaso se encontrar nessa situação:

 

AS PERGUNTAS A SEGUIR CONTÉM SPOILERS DOS TRÊS ÚLTIMOS LIVROS DA SÉRIE “OS INSTRUMENTOS MORTAIS”.

Hey Cassandra! Eu tenho algumas perguntas. Primeiro, depois de ler Cidade do Fogo Celestial eu fiquei pensando, porque você matou Jonathan? Você já parou para pensar no que aconteceria de Jonathan tivesse sobrevivido o fogo celestial? Eu quero dizer, você já pensou nele vivendo com as consequências do que ele fez, ou rodeado de odiadores? Também, eu gostaria de saber se você dá algum apoio ao “ship” de Jonathan e Jace. Respeitosamente, 1234-waystodie

É interessante que eu frequentemente receba essa questão dessa maneira “Você jpa pensou em ter o Jonathan sobrevivendo ao fogo celestial?” Como se o fogo celestial fosse inevitável, e minha única escolha fosse matá-lo ou não. Na verdade, o fogo celestial foi inventado PARA matar Sebastian. Eu queria que ele fosse quase invencível, e eu queria que houvesse uma única coisa que pudesse matá-lo. Se ele sobrevivesse ao fogo celestial, eu teria jogado um piano em sua cabeça. Nunca houve nenhum mundo em que eu o deixaria sobreviver na série.

Eu acho que nós estamos falando de uma leitura arquetípica aqui – Sebastian é o tipo de personagem que é frequentemente usado em reviravoltas de redenção. (Novo, com boa aparência, tem momentos de vulnerabilidade). E cenas como as de Clary sonhando com a versão boa dele faz parecer que há uma possibilidade dessas. A tragédia de Sebastian é que ja é MUITO TARDE para ele, não há uma possibilidade. Ele foi muito longe para poder voltar atrás.

Não se passou pela minha mente manter Sebastian vivo porque isso seria como uma traição – pedir para o público e para os personagens ignorar todas as coisas ruins que ele fez que causaram danos materiais para outras pessoas para que ele pudesse tomar um lugar no Time Bom não era o que queria fazer.

“Você já pensou em Sebastian não morrer” é como “Porque seu gato é seu gato e não gato de outra pessoa?” território. Os livros são do jeito que são por causa das escolhas que fazemos: Eu queria que a história de Sebastian fosse uma tragédia, foi construída como uma tragédia, e voltar à página 600 do último livro não teria sido uma opção mesmo que eu quisesse (Eu não queria!) Não porque o fogo celestial era perigosa e eu não podia descobrir uma maneira de ele sobreviver a isso, mas porque eu queria escrever sobre um vilão cuja morte fosse dolorosa para ambos os herois e os leitores. E a história onde Sebastian sobrevive é uma história diferente que eu não queria escrever.

Se você quer “shipar” Jace e Sebastian vá em frente, louco. Os “ships” que eu apoio são todos porque eu quero que vocês sejam felizes. Os “ships” que eu “shipo” são Clace, Malec, Jessa, Wessa – os “ships” nos livros (Talvez um pouco de Heronstairs ás vezes).

 

onceinsideatar: Parte 1 de 2 – Olá! Primeiramente, eu gostaria de dizer que sou uma grande fã de sua escrita e amo seus livros. (também gostaria de agradecê-la por tirar um tempo para incluir personagens LGBTQA+.  Qualquer bocado de representação positiva ajuda). Eu amei o comentário sobre as diferenças que os sentimentos de possessão e amor real que a dinâmica de Sebastian/Clary provê, especialmente em CoHF, mas eu fiquei um pouco confusa com o que você quis dizer no fim dessa história. O Jonathan Morgenstern que nós vimos no fim de CoHF é o que ele teria sido sem o sangue de demônio, mas eu gostaria de perguntar como a “edudação” de Valentim teria afetado um Jonathan assim (um sem sangue de demônio). Ele teria se tornado mau? (como se tornou com o sangue de demônio) ou em uma pessoa mais como Jace?

Bem, pense no próprio Valentim, e na diferença entre Valentim e Sebastian.

Valentim não era uma boa pessoa. Ele não tinha sangue de demônio. Ele era apenas um fanático que estava disposto a sacrificar qualquer coisa por uma causa fanática.  De qualquer maneira, ele acreditava que estava completamente certo (e ele não estava errado completamente sobre a Clave, apesar de não estar certo pelas razões que achava estar).

Sebastian por outro lado é um monstro quase saído de uma história de terror. Ele quer queimar o mundo, tenta estuprar a própria irmã, mata com um sorriso no rosto aleatoriamente e sua intenção É causar dor e destruir vidas: não é apenas um efeito colateral. Em Cidade de Vidro, nós aprendemos que Sebastian é tão horrível que até Valentim se afasta dele. Isso é o sangue de demônio.

É possível acreditar que se ele tivesse apenas sido criado por Valentim, Jonathan teria sido afetado por sua educação mesmo que não tivesse sangue de demônio, sim, mas ele provavelmente não seria um demônio em forma de humano. Seb/Jonathan é uma mistura de maus impulsos e má educação. Certamente eu não tinha nenhuma intenção de sugerir que se ele não tivesse sangue de demônio ele seria um anjo da luz: nós não temos ideia de como ele seria, e nós nunca iremos saber. O que eu pretendia transmitir no fim de sua história é simplesmente a tragedia de um potencial perdido. Jonathan, ele próprio, diz que ele não é uma pessoa de verdade depois que Gloriosa queima o sangue de demônio, ele é como o sonho que Clary teve dele, um possível Jonathan que poderia ter existido mas na verdade nunca existiu. Quando Clary chora enquanto o enterra, ela esta chorando especificamente pelo irmão que nunca teve a chance de viver, não por Sebastian. Eles são duas pessoas diferentes; é que simplesmente um nunca existiu realmente fora do reino de Edom, onde as coisas são sagradas e os sonhos podem ser bons ou ruins.
Você já pensou em não matar Jonathan/Sebastian no fim, mas deixá-lo viver depois de ser curado pela Gloriosa?

Definitivamente não. Eu  não sou contra deixar um vilão que se “redimiu” viver sob algumas circunstâncias, mas as coisas que Sebastian fez estavam além de qualquer redenção. O que foi deixado, os pequenos farrapos de bem, mal eram suficientes para mantê-lo vivo por alguns minutos.

Você pode argumentar que eles são duas pessoas diferentes – o Jonathan Bom e o Jonathan Mau – e eu concordaria, mas o Jonathan Bom ainda era fracamente um eco do que poderia ser. As consequências de deixá-lo viver teriam sido péssimas de qualquer maneira: A Clave não o consideraria uma pessoa diferente, que o sentenciaria a morte, ninguém do Time Bom exceto Jocelyn talvez seria capaz de olhar para ele sem se sentir enjoado, a pobre Isabelle e o Alec e Jace se encontrariam constantemente com o rosto daquele que matou seu irmão – e a pobre Clary, Jesus. No topo disso tudo, o pobre Jonathan Bom. Uma das minhas partes favoritas da TV de cultura pop foi o rumo em Buffy que deu ao Anjo (o vampiro) sua alma de volta, porque fez com que a punição por seus anos de maldade fosse simplesmente a agonia de ter que sofrer a memoria de ter cometido aquelas maldades com uma consciência. Isso o levou a loucura e ele terminou comendo ratos na rua. Deixar Jonathan viver não teria sido um favor. Teria sido uma punição.

 

oldenoughtofallinlove: Em CoLS porque Clary comeu os ovos feitos por Jace ao invés de simplesmente dizer a ele que ela não gostava?

Porque quando seu namorado mau, possuído e assassino com quem você está fingindo ter uma relação cozinha ovos para você, mesmo que você não goste de ovos, apenas coma os ovos.
Se seu ex não é mau ou possuído por um demônio, sinta-se à vontade para dizer à ele que você não gosta de ovos.

Hey Cassie! Então, primeiramente, eu apenas gostaria de dizer que amo seus livros! Eles são incríveis e você é uma autora fabulosa! Então a questão que eu tenho é: Nós iremos ver Rebecca em TFSA? Mesmo que ela só diga uma única frase na série inteira, eu realmente gosto de sua personagem. (Eu me apego a pequenos personagens como Eric, etc.) E pergunta número dois: Eu sei que você nunca nos diria o nome de Caçador de Sombras de Simon antes do livro, mas eu estou apenas comentando: Simon Lovelace seria bacana.

É realmente engraçado que você tenha sugerido isso. Eu não irei te dizer porque, apesar disso.

 

Skelemelons: Porque Clary toma tantos banhos? É para supostamente simbolizar algo ou você apenas acha que a higiene é mal representada na literatura?

Os banhos de Clary representam a eterna questão em parte da humanidade que se limpa para tentar se livrar de seus pecados originais.

Na verdade, Clary só toma banhos porque um monte de vezes os personagens caem na lama ou em lagos envenenados, ou estão cobertos de sangue, e se ela não tomasse banho eu ficaria preocupada que ninguém estaria prestando atenção nos acontecimentos, e só ficaria pensando em como ela estaria se sentindo nojenta. Eu tenho esse problema com livros frequentemente, onde as pessoas não comem, tomam banho ou escovam seus dentes. Uma vez pedi que Holly colocasse uma cena em Valiant onde o personagem tomasse banho porque ela estava vivendo debaixo do solo por meses e eu estava com medo que baratas começassem a colonizar suas roupas de baixo (A cena está lá).

Eu também tenho o mesmo problema om personagens que vomitam e então continuam alegres em seus caminhos tendo momentos românticos. COMO VOCÊ PODE BEIJAR AQUELA PESSOA? VOCÊ RECÉM VOMITOU! ESCOVE SEUS DENTES! MATARIA VOCÊ PASSAR UM POUCO DE LISTERINE?

 

Olá Cassie! Muito obrigada por existir, haha. Eu queria perguntar sobre as histórias de Simon Lewis. O Simon vai estar descobrindo algum tipo de passado na Academia e então irá ver algum tipo de flashback com tipo, Will e os outros como narradores ou Simon estará contando o flashback ele mesmo. Me desculpe se isso não fizer sentido. Eu também encomendei as cartas de Tarô e mal posso esperar até chegarem. Uma longa salva de palmas para você e para a fantástica Cassandra Jean.

Simon não irá narrar os flashbacks. Ele não pode, ele não estava lá.

 

Olá, Cassie! Queria dizer que amo seus livros. Eu espero ler As Crônicas de Bane em breve. Tenho uma pergunta. Como os Caçadores de Sombras pagam por tudo? Como eles pagam por comida e roupas quando eles não tem um salário de verdade? Mundanos não podem pagá-los por fazer um trabalho que eles não sabem que existe. Eu estava me perguntando isso. Obrigada! – mirandaohara

Caçadores de Sombras possuem um salário! Porque de fato, alguns mundanos sabem sobre eles. E os pagam pelo trabalho que fazem. Jace menciona isso pela primeira vez em Cidade dos Ossos:

“Elas ficam escondidas, geralmente perto do altar. Guardadas para usarmos em caso de emerências.”
“E isso é o que? Um tipo de acordo que vocês possuem com a Igreja Católica?”
“Não especificadamente… Caçadores de Sombras não se comprometem com uma religião, e por sua vez todas as religiões nos auxiliam em nossas batalhas.”

Jace fala de seu salário, ou do salário ao qual se sente intitulado em Cidade das Cinzas…

Luke olhou como se não tivesse certeza daquilo. “Para onde você vai? Como você irá viver?”
Os olhos de Jace brilharam. “Eu tenho dezessete anos. Praticamente um adulto. Qualquer Caçador de Sombras adulto tem direito a…”
“Qualquer adulto. Mas você não é um. Você não pode ter um salário da Clave porque você é muito novo.”

E Will e Jem são ainda mais específicos que instituições mundanas pagam os Nephilim em Príncipe Mecânico:

Estavam em uma ampla sala feita de pedra e com o teto abobadado. O chão parecia feito de tijolos, e havia um altar em uma das extremidades do quarto.
“Estamos na Câmara Píxide” disse ele “Costumava ser uma tesouraria. Caixas de ouro e prata por toda a parede.”
“Uma tesouraria de Caçadores de Sombras?” Tessa estava verdadeiramente confusa.
“Não, a tesouraria da realeza britânica, por isso as paredes e portas dessa grossura.” informou Jem. “Mas os Caçadores de Sombras sempre tiveram acesso.” Ele riu ao ver a expressão de Tessa. “Mornarquias ao longo das eras pagaram dízimo aos Nephilim, em segredo, para que mantivéssemos seus reinos protegidos dos demônios.”
“Não nos Estados Unidos” disse Tessa, animada “Nós não temos uma monarquia.”
“Vocês têm um braço do governo que lida com Nephilim, pode ficar tranquila” disse Will, atravessando em direção ao altar. “Costumava ser o Departamento de Guerra, mas agora há um braço do Departamento de Justiça…” (página 13 na versão em inglês e página 16/17 na versão brasileira).
Há mais um monte de coisas no Codex, e isso é mencionado com o passar nos livros: os Nephilim coletam dinheiro dos mundanos que sabem. A Clave pega o dinheiro e paga os Caçadores de Sombras individualmente, apesar de alguns ficarem ricos vendendo itens confiscados e  despojos.
(Despojo: aparece Príncipe Mecânico e também no Codex)
Espero que ajude.

Caçadores de Sombras não tem sua própria moeda. Eles têm créditos que podem ser convertidos, ou usados como qualquer moeda no mundo.
Os Nephilim adquirem a moeda mundana de algumas maneiras diferentes. Eles têm acesso a isso, a isso via co-existindo com humanos ao redor do mundo. Em um lugar apertado qualquer ele poderiam vender coisas de valores para lojas de penhores em qualquer região que eles precisem de dinheiro. Como Jocelyn faz em Cidade dos Ossos:

“Ela me mostrou o amuleto que ela havia pego da pilha de ossos; ela o vendeu no mercado de rua em Clignancourt, e com o dinheiro que conseguiu comprou uma passagem de avião.” 

fonte

Postado por:
Você pode gostar de ler também
19.10
Cassie postou hoje um novo trecho de “Chain of Iron”, o 2º livro da trilogia “As Últimas Hor...
17.10
Este post está sendo atualizado a medida que mais novidades estão sendo divulgadas. A pré-venda ...
16.10
Ao anunciar a volta da comercialização do box da série “Os Instrumentos Mortais”, a Galera Re...
16.10
A Editora Galera Record anunciou a volta do box “Os Instrumentos Mortais” com as novas capas met...
15.10
“Cidade de Vidro”, de Cassandra Clare e o 3º livro da série “Os Instrumentos Mortais”, ent...
14.10
Cassie mandou um e-mail de newsletter especialmente para falar sobre a edição de colecionador de ...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook