29.03

padrao_cohf

Cassandra Clare respondeu hoje em seu Tumblr uma pergunta que fala se chegaremos a conhecer algum Shadowhunter Afro-Americano em seus próximos livros. A autora respondeu que seremos apresentados a uma Shadowhunter Afro-Americana em “Cidade do Fogo Celestial”, o sexto e último livro da série “Os Instrumentos Mortais”, e que a personagem terá um papel maior em sua próxima série Shadowhunter, “Os Artifícios das Trevas”.

Confiram a resposta completa de Cassie logo abaixo!

Hey Cassie! Eu amo os seus livros e eu amo o fato de você ser bem consciente da diversidade racial. Minha questão é se nós vamos ver algum Shadowhunter Afro-Americano no elenco principal dos próximos livros? Você pode nos dizer também um pouco mais sobre Los Rosales. — axenicxspirit

Obrigada. É Muito gentil da sua parte. Eu estava lendo a matéria de Malinda Lo sobre a Diversidade em bestsellers YA (Young Adult) e, mesmo que eu esteja feliz em ver tanto livro Shadowhunter na lista, isso me fez ficar mais atenta ao fato de que, quando eu comecei a escrever, eu não tinha notado a falta de diversidade em ficções YA, e as minhas próprias falhas em corrigir o problema nos últimos anos. Eu estou tentando fazer melhor e continuarei tentando.

Tem uma Shadowhunter Afro-Americana em Cidade do Fogo Celestial (Maia, claro, é Afro-Americana, mas não uma Shadowhunter, mas ela teve o seu próprio grande enredo em CoHF) — a parte dela é pequena, mas eu a apresentei porque ela transita para “Os Artifícios das Trevas”, onde o enredo dela será muito maior: ela faz parte do grupo central que vive no Instituto.

Você vai conhecer o pai da Cristina Mendoza Rosales em Cidade do Fogo Celestial também, a líder do Instituto do México. Cristina, em Os Artifícios das Trevas, está no Instituto porque ela fez 18 anos e ela está fazendo o que os Caçadores de Sombras fazem — viajando para outros Institutos, como Gideon em As Peças Infernais, para comparar a forma diferente que os Institutos fazem as coisas. Eu não quero falar muito sobre isso ainda porque os personagens mudam enquanto eu os escrevo — eu deletei um membro da família Blackthorn (Ariadne) (Sim, eu JÁ MATEI UM BLACKTHORN E OS LIVROS AINDA NEM COMEÇARAM) porque ela não estava funcionando na estrutura do enredo. Então a Cristina como é agora tem bons princípios e é pensativa, ela tem uma relação fechada, às vezes tem ressentimentos com sua mãe e pai que mapearam toda sua vida por ela, mas ela tinha uma visão diferente, e ela é duas coisas que eu não sou: calma e bem arrumada. Não, sério, eu não tenho visto a minha escova de cabelo faz três dias. *preocupações* Os aspectos dela podem mudar, mas eu a arrastei demais para o primeiro plano e dei a ela mais história e romance. Eu falo espanhol, mas eu estou tentando chegar ao ponto que meu Espanhol seja tão bom quanto meu Francês, pela Cristina e outros personagens latinos em Os Artifícios das Trevas.

Algumas pessoas perguntaram, tendo visto a capa de Trono de Ferro, de que raça Tamara, a heroína, é. Ela é do Oriente Médio: especificamente ela é descendente de iranianos, nascida na America. Como muitos de você sabem, eu nasci no Irã e Farsi foi a minha primeira língua e eu eu sempre quis escrever uma personagem iraniana. Cordelia, em “As Últimas Horas” (“The Last Hours”, outra série Shadowhunter futura) tem uma mãe iraniana e fala Farsi/Parsi, então eu estou empolgada em rever a língua.

“Oi! Eu estava me perguntando se você realmente nasceu em Tehran, no Iran. Eu gostaria de te desejar um feliz, saudável e próspero Noruz!” – 1stdayofsummer
Obrigada! Eu realmente nasci. Eu nasci de pais americanos em Bimaristan Elizabeth (o hospital da Elizabeth) em Boulevard Elizabeth, Teheran. Nós morávamos na vizinhança de Yousefebad naquela época (nós morávamos atrás do Cinema Goldis, o cinema da língua inglesa. Provavelmente não existe mais.) Minha primeira palavra: شیر.

FONTE

Arquivado nas categorias: Cassandra Clare , Cidade do Fogo Celestial , The Dark Artifices com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
30.07
Cassie enviou uma nova newsletter onde ela fala sobre a turnê dela no Reino Unido, liberou um trech...
18.07
Cassie esteve em Chester como parte de sua turnê pelo Reino Unido e nesse evento teve uma live para...
12.07
Cassie esteve presente na YALC (Young Adult Literature Convention) em Londres no sábado, dia 9 de j...
30.06
Algum tempo atrás, Cassie abriu uma caixinha de perguntas em seu Instagram. Avisamos no twitter (ve...
26.06
Cassie enviou uma newsletter nova, onde ela fala sobre a viagem que fez a Paris para pesquisas e tam...
16.04
Cassie enviou a newsletter especial de “Sword Catcher”, cheia de novidades sobre o livro adulto ...

Deixe seu comentário

2 comentários em “Cassandra Clare diz que conheceremos uma Shadowhunter Afro-Americana em CoHF”



  1. Lara disse:

    Primeira coisa que pensei quando li o título: Michonne <3

  2. Felipe Coelho Cesarini disse:

    não acredito, a protagonista vai ser semi arabe, provavelmete vai virar minha serie dela favorita por isso.





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook