11.07

padrao_cassie

Alguns dos maiories sites de TMI tiveram a oportunidade de fazer uma entrevista exclusiva com a autora Cassandra Clare nos sets de filmagens do filme de “Cidade dos Ossos”, que você pode conferir agora.

Tem algum personagem, figurino, ou alguma peça do set que você olhou e pensou ‘ual, foi exatamente como eu imaginei’? —Jen Lamoureux Hypable
Acho que a primeira vez que eu vi Cidade dos Ossos, eu pensei ‘ual, é exatamente como eu imaginei’. Eu não quero falar muito, mas é muito maravilhoso e incrivelmente detalhado. Cada pedacinho do set é diferente e realmente me pareceu como um lugar de verdade pra mim.

A estória de Cidade dos Ossos/Os Instrumentos Mortais foi inspirada em uma viagem que você fez à uma loja de tatuagem. Você tem alguma tatuagem, e alguma delas é inspirada nos seus livros? —Kimmy West Page to Premiere
Eu não tenho nenhuma tatuagem, nunca tive a oportunidade de me comprometer a ter uma, infelizmente, mas eu adoraria fazer e, eu andei pensando, talvez quando os filmes saírem eu faça uma das Runas.

O que inspirou o seu incrível pseudônimo? —Kimmy West Page to Premiere
É o nome da irmã de Jane Austen, ela costumava escrever estórias para a irmã dela. Foi essa a minha inspiração.

Aos seus leitores, o que você acha que o filme vai adicionar à estória que eles já conhecem e amam tanto? —Amanda Bell Examiner
Bem, eu acho que um filme sempre adiciona outra camada de significado à história, do mesmo jeito que uma adaptação teatral ou um pedaço de música inspirados por uma história adiciona outra camada de significado. Um filme é uma interpretação de um livro, então acho que ele vai fornecer às pessoas uma oportunidade de ver uma outra interpretação do mesmo.

Quais cenas você está mais ansiosa pra ver? —Katie Bartow MundieMoms
Eu acho que as cenas mais legais, que eu estou mais ansiosa pra ver é a da Festa do Magnus e a cena da Estufa, com a Clary e o Jace que nós todos conhecemos e amamos.

Teve algum conselho que você deu a algum ator específico, no que diz respeito ao seu personagem, que o surpreendeu? —Kallie Mathews TwilightSeriesTheories
Não tenho certeza se eu dei algum conselho que chegou a surpreender alguém, mas eu certamente falei com eles sobre se darem a liberdade de interpretar seus personagens do jeito que eles os vêem, e não se preocupar em tentar alcançar nenhuma interpretação pessoal que você vê por aí. Sabe, cada fã tem uma interpretação de como aqueles personagens são, e eu queria mesmo que os atores sentissem que eles deveriam interpretá-los do jeito que eles os vêem.

O que tornou Harald Zwart o diretor certo para o filme? —Alyssa Barbieri TMI Source
Eu acho que Harald é o diretor certo para este filme porque ele não é um cara das fantasias, no sentido que ele nunca havia feito filmes fantasiosos antes. Não significa que ele não goste de fantasia, ele é um grande fã, mas ele veio ao projeto no ponto de vista de alguém que sempre se concentrou nas relações emocionais dos personagens em seu trabalho, então nessas historias ele faz o mesmo, ele se concentra no trabalho emocional entre os personagens, nas diferentes relações deles. Ele é bem comprometido em ressaltar que cada personagem tem uma relação com qualquer outro personagem e eu acho que esse é o tipo de base necessária para fazer a fantasia parecer real.

É dificil liberar o controle da sua estória para um escritor de cinema e deixar que outra pessoa traduza as suas palavras para as telonas? —Erin Gross Fangirlish
Bem, eu sou um tanto controladora então é difícil “largar mão” de uma história e deixar que alguém tome conta disso com a interpretação deles, mas trabalhar com a Constantin tem sido ótimo. Eles com certeza falaram muito comigo, levaram a minha opinião em consideração, e pensaram sobre o que eu disse. E no final das contas, eu também estou tão ansiosa quanto os leitores para ver o produto final, e pronta para ser surpreendida.

Quando Lily foi escalada como Clary, que conselho você deu a ela para interpretar o papel? —Amber Pruitt TMI Institute
Quando Lily foi escalada como Clary, eu fiquei bem surpreendida, eu não sabia que eles iam escalar ela, então eu dei a ela o conselho para não se sentir pressionada pela ideia de que teve muita gente que investiu no personagem que queria ver o personagem ser interpretado dessa maneira ou daquela, não se prender nas pessoas que querem fazer com que ela tenha o vermelho certo no cabelo, ou o verde certo nos olhos, mas sim tentar captar o que ela sentia que era o espírito intrínseco do personagem. Eu realmente acreditava que ela tinha a capacidade de fazer isso e, pelo o que eu vi, ela teve.

FONTES: [1] [2]

Arquivado nas categorias: Cassandra Clare , Os Instrumentos Mortais com as tags: , .
Postado por:
Você pode gostar de ler também
24.08
Enfim a pré-venda do 3º volume da Edição de Colecionador dos “Instrumentos Mortais” entrou e...
16.06
A newsletter do mês de Junho de Cassie chegou com fotos, ainda com bastante informações e nós j...
01.06
Como já informado, Cassandra Clare esteve presente na BookCon 2019, o maior evento literário dos E...
29.03
Mais um ano, mais uma BookCon, mais uma participação de Cassandra Clare no já conhecido evento! O...
20.03
Durante o evento que aconteceu em Londres da turnê “King and Queen”, com Cassandra Clare e Holl...
28.02
Cassandra Clare e Holly Black estão fazendo uma turnê na Europa, chamada de “The King and Queen ...

Deixe seu comentário

2 comentários em “Entrevista com Cassandra Clare no set de “Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos””



  1. Ana Luana disse:

    Q perfeição!! assim, eu gostei do filme, mas eu esperava mais! Porque no livro, você imagina cada cena, cada palavra, cada suspiro. Mas no filme não mostrou muito isso, mas Lily collins arrasou como Clary assim, como James arrasou como Jace!! Uma das minha cenas favoritas, é na estufa!!Pra mim ela saiu perfeita!!!





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook