30.04

padrao_cassie

Em entrevista à fãs polonesas, Cassandra Clare responde a perguntas sobre o filme de Cidade dos Ossos, ligação parabatai, Magnus Bane e as Crônicas, sua visita ao set e muito mais. Para ver o texto na íntegra, traduzido do inglês, clique no link abaixo. 😉

Se você acha que na era dos computadores, a arte da leitura está perdida…

… é um sinal inegável que você não é apenas um trouxa, mas também um mundano.

Cassandra Clare, uma escritora americana, criou, em seus romances, um mundo onde há um Mundo das Sombras escondido em meio a nós. Pessoas normais – chamadas de mundanos – não podem vê-lo porque ele está coberto com um glamour mágico. Se pudéssemos ver através dele, veríamos não somente demônios, magos e fadas, mas também edifícios magníficos, cidades escondidas ou até um país invisível na Europa ocidental.

Cassandra, ao ser questionada sobre inspiração, disse:
“Eu amo mitologia desde pequena, e queria criar um mundo no qual eu pudesse escrever sobre criaturas encontradas na mitologia de diversos lugares. Eu queria escrever algo que combinaria elementos da fantasia tradicional – uma batalha épica entre o bem e o mal, monstros terríveis, heróis valentes, espadas encantadas – e remodelá-los de acordo com uma visão moderna e urbana.

Então, você tem os Caçadores de Sombras, que são esses guerreiros bastante clássicos que seguem tradições milenares, mas em lugares modernos e urbanos: arranha-céus, armazéns, hotéis abandonados, shows de rock. Nos contos de fada, era sempre uma floresta sombria e misteriosa fora da cidade que continha a magia e o perigo. Eu queria criar um mundo onde a cidade se tornou a floresta – onde esses lugares urbanos possuíssem seu encantamento próprio, perigo, mistérios e uma beleza peculiar. Só que apenas os Caçadores de Sombras podem vê-la como ela realmente é.”

Eu preciso de um herói! Oh, isso vem com um pacote?

Com Clarissa Fray, a protagonista de Os Instrumentos Mortais, nós estamos explorando o Mundo das Sombras e suas regras. Nós aprendemos que as tatuagens na pele dos Caçadores de Sombras são chamadas de runas; algumas são capazes de melhorar as habilidades deles ou curar as feridas deles; outras, podem criar uma ligação entre dois deles.

Uma das runas mais importantes no mundo em que Cassandra criou é a runa parabatai. Cria uma conexão entre dois Caçadores de Sombras, tornando-os irmãos de lutas pelo resto da vida deles. Aqueles que já tiverem lido As Peças Infernais sabem o quão especial essa ligação é.

Alec e Jace, personagens de Os Instrumentos Mortais, são parabatai também, mas não tivemos realmente a chance de ver o quão única a conexão deles é. Perguntamos a Cassandra Clare se veremos mais momentos entre Jace e Alec em Cidade dos Fogos Celestiais (o sexto e último livro da saga). Ela respondeu:

“Oh, definitivamente. Alec e Jace estão mais próximos do que nunca em Cidade dos Fogos Celestiais! Não posso dizer mais do que isso, mas você também ficará sabendo ainda mais sobre a conexão parabatai nos próximos livros.”

Você está ansioso?

Um conto de Duas Cidades

Os Instrumentos Mortais não é a única série na qual podemos visitar o Mundo das Sombras. Há uma série prelúdio, As Peças Infernais, que se passa no século XIX, na Inglaterra.
“Eu visitei a Inglaterra muitas vezes, para pesquisar”, disse Clare, quando questionada sobre a captura tão detalhada da era vitoriana na Inglaterra. “Não só Londres, mas também Yorkshire e outras localidades nas quais a história se passa. Eu li apenas livros escritos na época ou sobre o período enquanto estava escrevendo. O fato de eu amar a literatura desse período ajudou muito, e também tive a ajuda de um fabuloso assistente de pesquisa.”

A escritora tem viajado por todo o mundo desde a infância – seus pais a levavam em diferentes aventuras desde pequena. Alguns podem afirmar que a Polônia é como Narnia dos livros de C. S. Lewis, mas Cassie já visitou esse país também. Precisamos perguntar a ela sobre os Caçadores de Sombras do Instituto de Warsaw.

“Estive na Polônia anos atrás. Há um Instituto em Warsaw e um em Krakow, mas não posso dizer nada sobre os moradores de lá ainda. Posso querer escrever sobre eles no futuro, e não quero complicar nada inventando algo precipitadamente!”

“Devo confessar que tenho tantos talentos que não tenho certeza de qual você está precisando”.

Sabemos, com certeza, que Magnus Bane não foi inventado de maneira prematura. O Magnífico Mago do Brooklyn roubou os corações de quase todos os fãs de Os Instrumentos Mortais. Criatura do Submundo extrovertida, com seus olhos de gato e amor por glitter, Magnus é imortal, então, apareceu em ambas as séries de Cassandra. Mas, definitivamente, não foi o suficiente para os fãs, então, Cassie e suas amigas Maureen Johnson e Sarah Rees Breenan começaram a trabalhar em As Crônicas de Bane.

O primeiro de dez contos, chamado “O que realmente aconteceu no Peru?”, já está disponível online desde 16 de abril. O que podemos esperar?

“Oh, você sabe, um divertimento estrondoso! Mais tempo com Catarina Loss e Ragnor Fell. E também uma revelação sobre o motivo pelo qual Magnus foi banido do Peru… ou não.”

Com certeza, alguns de nossos leitores já sabem a resposta e mal podem esperar para o próximo conto. Sejam pacientes, maio está quase chegando! Mas isso não é tudo. Depois da estreia do próximo conto, você poderá encomendar o livro de As Crônicas de Bane!

“Às vezes, quando eu tenho que fazer algo que não quero, eu finjo que sou um personagem de um livro. É mais fácil imaginar o que eles fariam.”

A estreia do filme de Cidade dos Ossos será em quatro meses. Todos sabem que a Cassie esteve no set. Perguntamos a ela sobre o que foi mais surpreendente entre as coisas que ela viu lá.

“A coisa mais surpreendente de tudo que vi foi assistir ao Jamie e ao Jonathan fazerem suas próprias cenas de pulo de uma varanda, provavelmente a uns nove metros de altura, para aterrissar em um colchão. Eu ficava preocupada que eles fossem se matar.”

Desde o o lançamento do primeiro trailer, fãs de todo o mundo estão analisando cena por cena e comparando com as descrições dos livros. Veredicto dos fãs: ESTÁ SENSACIONAL!

Um mundano? Nunca mais.

Os livros de Cassandra Clare tem mais de 20 milhões de cópias impressas ao redor do mundo e já foram traduzidos em mais de 35 línguas – inclusive o polonês. Perguntamos se ela tem algo a declarar aos seus leitores poloneses.
“Obrigada por lerem e serem parte da comunidade Caçadora de Sombras! Muitos fãs poloneses falam comigo, e estou muito satisfeita por vocês terem encontrado um lugar em seus corações para as séries.”

O texto em inglês, traduzido do polonês, você pode encontrar aqui.

Arquivado nas categorias: Cassandra Clare , Vídeos Legendados com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
06.05
Grandes chuvas atingiram o Estado do Rio grande do Sul e afetaram diretamente centenas de milhares d...
08.04
Cassie mandou uma newsletter hoje, dia 08/04, falando sobre publicações e editoras. Logo depois el...
05.04
Cassie enviou uma newsletter hoje, dia 05/04, fazendo um anuncio sobre livros. A newsletter também ...
01.04
Cassie enviou uma newsletter hoje, dia 1º de abril. Vem ver a tradução feita pela nossa equipe: ...
21.02
Cassie saiu em uma matéria do site Il Post da Itália, falando sobre “O Portador da Espada”. ...
12.12
Cassie enviou uma nova newsletter, recheada de coisas. Vem ler tudo traduzido pela nossa equipe: ...

Deixe seu comentário





Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook