23.09

tlh_padrao

Faltando quase dois anos para o lançamento do primeiro livro de sua próxima série, The Last Hours, a autora Cassandra Clare já começa a nos apresentar esse novo enredo que contará as aventuras dos filhos dos personagens de As Peças Infernais.

E como sabemos, The Last Hours será uma releitura do livro de Dickens, Grandes Esperanças. E alguns personagens do livro tiveram suas personalidades incorporadas na nova série da Cassie. Por causa disso, uma fã fez uma pergunta à Cassie sobre o relacionamento de Grace Blackthorn e James Herondale, e como pode ser traçado um paralelo com o relacionamento dos protagonistas da obra de Charles Dickens.

A resposta da Cassie está traduzida abaixo, e contém SPOILERS de As Peças Infernais, As Crônicas de Bane e Contos da Academia dos Caçadores de Sombras:

Eu não sei como começar a falar sobre isso, mas eu tenho essa pergunta estranha sobre James. Você mencionou anteriormente que The Last Hours foi inspirada ou de alguma forma baseada em Grandes Esperanças de Charles Dickens, assim como As Peças Infernais com Um Conto de Duas Cidades. Grace é Estella, Tatiana é Miss Havisham, e James é o Pip – pelo o que eu reuni de informação. Depois de ler As Crônicas de Bane (aquele conto que foi sobre o James – Eu não me lembro do nome) e basicamente todos os trechos que você revelou, eu definitivamente vejo a Tatiana como Miss Havisham e e Grace como Estella – a única coisa que me confundiu é sobre o James e sua obsessão com a Grace, e como isso pode ser diferente de Pip e sua obsessão pela Estella. Em Grandes Esperanças, Pip passa a maior parte do livro atrás de Estella Havisham. Ele se torna obcecado por ela. Estella é algo inalcançável. Ela representa tudo o que Pip não é e nunca pode sonhar em ser – ela é educada, rica, graciosa, etc. Ele se esforça para ter a afeição de Estella porque tudo o que ele atingiu em Londres (basicamente tudo o que Estella adiou para ele quando eles era jovens) não significava nada se ela não vesse ou aprecisasse. Isso faz sentido; Estella foi a primeira pessoa que o fez se sentir envergonhado de si mesmo, e de onde ele viera. Isso afetou o seu comportamento para todos os que o conhecia entre o espaço de tempo do livro. Grace na verdade não é nada o que o James necessariamente queria. Na verdade, o oposto é a verdade. James é de uma família rica e conhecida entre os Nephilim. Ele está acostumado com as maneiras da época e está integrado na vida de Caçador de Sombras. Grace não possui nenhuma dessas vantagens. Portanto, James (ao contrário de Pip), não tem motivo para amá-la e ser obcecado por ela. Eu entendo que eles não são os mesmos personagens, mas eu presumi que James e a sua situação com Grace seria como a de Pip com Estella. James realmente compartilha alguns traços (que eu notei) com o Pip, mas eu me pergunto muito sobre tudo o que eu comentei acima. Eu nem sei se escrevi uma pergunta, então basicamente: Por que o James é obcecado pela Grace? Não vai ser o mesmo tipo de relacionamento entre Pip e Estella? — cecilyheronwood123

Muito bom ver que você gosta tanto assim de Grandes Esperanças! È um dos meus livros favoritos.
A questão sobre recontar uma história que se passa em um mundo sem magia e em um mundo que TEM magia, é que você precisa – na verdade é o principal – fazer uso de metáfora fantástica. Nas Crônicas dos Caçadores de Sombras, nós estamos em um mundo onde a magia e monstros existem, e em Grandes Esperanças, com certeza não. Portanto, em uma recontagem você precisa sempre se pergunta: Qual é o equivalente mágico para essa “coisa” não mágica?

Recontagens também são sobre chegar ao coração da história. Há o esqueleto da história, a estretutura, e então há as roupas – as coisas que dão detalhe e formato. Essencialmente, Grandes Esperanças é sobre um garoto que ama uma garota que personifica o que ele acredita que quer – nesse caso o dinheiro e a alta classe. A primeira parte é o esqueleto, e a segunda parte são as roupas. Não precisa ser necessariamente dinheiro e classe para manter a estrutura da história intata. Na verdade, no mundo dos Caçadores de Sombras, na verdade não pode ser isso. A maioria dos Nephilim têm aproximadamente a mesma quantia de dinheiro, e eles não possuem nenhum diferencial de classe que são tão significantes para Dickens. Você pode obter uma posição ou cargo importantes, mas você precisa ser eleito, e toda a ideia de classes altas ou baixas entre os Nephilim não existe.

Você leu em Grandes Esperanças – Pip deseja a afeição de Estella porque ele era pobre e de uma classe trabalhadora, e ela era de uma classe superior, e mesmo quando ele tem dinheiro ele precisa de sua aprovação – e é, eu acho que algo verdadeiro, mas também não é o principal de Grandes Esperanças ou a única interpretação. Estella não é uma pessoa boa, gentil, doce ou amável. Aquilo que era adorável sobre ela foi exterminado pela criação de Miss Havisham. Por isso, ela é uma personagem estranha e interessante, algo raro na ficção Vitoriana: não era uma mulher nem boa nem ruim. Por que Pip a ama? É por causa do que Miss Havisham disse para ele: A ame, a ame, a ame? É por que ela foi a primeira coisa bonita que ele viu em toda a sua vida não-bonita? É por que ela representava algo inalcançável? È por que às vezes nós simplesmente amamos pessoas e não podemos explicar o porquê? É por que Estella é parte de seu passado e portanto parte dele, e nós amamos o que faz parte de nós?

Algumas e talvez todas essas coisas são verdades. Eu sempre penso nos casais dos livros. É interessante ler Grandes Esperanças e então ler Servidão Humana, que é essencialmente sobre um homem que se apaixona por uma mulher que absolutamente não vale a pena. Ela não é inteligente, ela não é boa, ela é tão cruel e de mente pequena, intolerante e viciosa. E ainda assim ele a ama totalmente e completamente, embora ela nunca (SPOILER) ame ele. Pip ama Estella totalmente e completamente também, mas ela o ama de volta? Isso traz de volta a questão que Sophie e Tessa discutem em Anjo Mecânico: se amar alguém ainda valer a pena, mesmo quando a pessoa não vale a pena. Como todos os bons livros, nem Grandes Esperanças e nem Servidão Humana tenta responder essa questão: apenas a realça.

Enfim, voltando à pergunta que foi feita – com certeza, James vem de uma família rica, que também é uma família conhecida. Mas eles não são conhecidos por razões inteiramente boas. Se você ler Nada Além de Sombras (de Contos da Academia dos Caçadores de Sombras), então você sabe que James é considerado como tendo parentesco demoníaco por causa de Tessa. Ele é tratado de forma ruim pelos outros estudantes na Academia, e ele sofre bullying e é xingado. Uma recontagem é chamada de trabalho transformativo por uma razão: se o objetivo de recontar Grandes Esperanças fosse de recontar exatamente, sem mudanças, os relacionamentos, então pra que começar? Se você não apresenta mudanças que esperançosamente iluminem o original, novamente, pra quê? Em The Last Hours eu re-imagino as complexidades do relacionamento entre Estella e Pip em um mundo onde não apenas há magia, mas também onde há um sistema social diferente de classes daquele de Grandes Esperanças. A pobreza de Pip se torna a herança sanguínea demoníaca de James.

James é de uma família rica e conhecida entre os Nephilim. Ele está acostumado com as maneiras da época e está integrado na vida de Caçador de Sombras. Grace não possui nenhuma dessas vantagens. Portanto, James (ao contrário de Pip), não tem motivo para amá-la e ser obcecado por ela.

Isso seria verdade se 1. James não fosse considerado um possível e suspeito monstro por todo o resto de sua sociedade, a não ser seus amigos e família, enquanto Grace vem de uma linha impecável de puros Caçadores de Sombras 2. James não fosse um pouco tímido, enquanto Grace é instantaneamente popular e amada em seu grupo social 3. As pessoas não tivessem motivos para amar ou se obcecarem por outras pessoas por motivos que não fossem o dinheiro ou a classe social. Em The Last Hours, dinheiro e classe social são re-imaginadas como 1. Poderes mágicos, 2. Crenças dos Caçadores de Sombras sobre pureza e linhagem sanguínea e 3. Políticas dos Caçadores de Sombras. E então há apenas o amor, em toda a sua inefabilidade.

Por fim, também, The Last Hours é uma leve releitura de Grandes Esperanças, assim como As Pelas Infernais foi uma leve releitura de Um Conto de Duas Cidades. Os temas e esboços continuaram o mesmo, mas muitos detalhes foram diferentes. Assim como ninguém teve sua cabeça decepada em As Peças Infernais, mas todo o conceito foi transformado na ideia de alguém se tornando um Irmão do Silêncio. O relacionamento de Pip e Estella é transformado no relacionamento de James e Grace. As roupas são direrentes, mas o esqueleto continua sendo o mesmo.

The Last Hours (As Últimas Horas, em tradução livre) acontecerá 25 anos após o final de As Peças Infernais, no ano 1903, e contará a história dos filhos dos personagens da série anterior. Será uma trilogia: Corrente de Ouro, Corrente de Ferro e Corrente de Espinhos. A previsão de lançamento do primeiro livro é apenas para o ano de 2017.

Os personagens de The Last Hours foram primeiramente introduzidos no conto O Herdeiro da Meia Noite de As Crônicas de Bane. Eles também aparecem em Nada Além de Sombras, de Contos da Academia dos Caçadores de Sombras.

Postado por:
Você pode gostar de ler também
02.12
Conforme tinha dito anteriormente, Cassie irá divulgar em sua newsletter todo dia 1º de cada mês ...
20.11
Cassie enviou a newsletter do mês de Novembro e nela tem novidades sobre lançamentos dos livros, a...
18.11
Cassie postou em seu tumblr um novo trecho de “Chain of Gold” onde podemos ver James, Tatiana e ...
10.11
Cassandra Clare postou agora há pouco, em seu tumblr, uma ordem de publicação de seus próximos l...
10.11
Em novas respostas em seu tumblr agora à tarde, Cassandra Clare falou sobre os personagens dos “A...
08.11
Cassie postou em seu tumblr um trecho de "Chain of Gold" da Lucie conhecendo o Jesse quando ela tinh...

Deixe seu comentário

3 comentários em “Cassie fala sobre semelhanças e diferenças entre The Last Hours e Grandes Esperanças – Grace e James”



  1. Joana D'arc disse:

    Eu não consigo entender é por que James está na academia junto com Simon, sendo que é tempos depois dos instrumentos mortais? Então isso deve ser ao sangue da Tessa ou ele viva por mais tempo, concluo.
    Eu ainda não terminei de ler os instrumentos mortais (falta o ultimo), mas sei que o simon não volta no tempo.

    1. Lethícia disse:

      James não está na academia junto com Simon. Se não me falha a memória, na Academia Simon conhece histórias passadas, então, em Nada Além de Sombras, ele conhece alguma história da época de James.

      1. Rafaela Herondale disse:

        Catarina Loss conta a história de James para Simon!





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook