05.02

Sinopse: Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem… Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente… E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes… e eles sabem disso.

[PODE CONTER SPOILERS DOS LIVROS 1 E 2 DA SAGA LUX]

Opala” é o terceiro livro da saga “Lux” e é até aqui o livro mais sério da saga também. Nós já resenhamos os dois primeiros livros, “Obsidiana” e “Onix”, e vocês podem ler, respectivamente, AQUI e AQUI. E eu vou fazer apenas um pequeno resumo: no primeiro livro nós somos apresentados a nossa personagem principal, Kat, a Daemon (o vizinho-alien-bonitão-e-cretino) e também a irmã dele Dee. Assim como Kat nós ficamos sabendo mais sobre como eles vieram parar na terra e sobre como é a vida deles aqui, no meio dos humanos.

Enquanto no segundo livro as coisas se complicam um pouco mais: nós já sabiamos sobre o irmão gemeo de Daemon e Dee, o Dawson e no segundo livro, depois de pensarmos por um bom tempo durante o primeiro, que ele tinha morrido, nós descobrimos que ele estava vivo e então eles conseguem o recuperar das garras do governo dos Estados Unidos – ou na verdade de uma associação que se passa como parte do governo, mas que só quer fazer experimentos e usar os aliens (e os humanos tocados por eles) como uma arma muito poderosa.

Então agora, no terceiro livro, com Dawson de volta, as coisas se complicam um pouco mais porque eles sabem que como ele está vivo, isso significa que a namorada dele, Beth também está. E ela tem poderes agora, assim como Kat tem desde que foi curada por Daemon naquela noite. Daemon não sabe mais como fazer para acalmar o próprio irmão e ele sabe que seria hipocresia da parte dele tentar impedir Dawson de ir atrás da garota, porque ele não pensaria duas vezes antes de fazer isso por Kat, assim como ela não deixaria de buscar por ele.


“— Senti sua falta — admiti.
Eu sei. Você não consegue viver sem mim.
Eu não iria tão longe.
Admita.
Lá vem você de novo. Esse seu ego sempre atrapalhando tudo — impliquei.”

Assim, eles acabam se unindo com a pessoa menos provavel de ser aquela que merece confiança deles, o Blake, que aparece de volta, depois de tudo que aprontou no segundo livro. Não bastasse a preocupação com o gemeo de Daemon, eles ainda não tiveram noticias de Will e não sabem se funcionou a cura que Daemon fez nele, apesar de saberem com certeza que ele está vivo, porque mantem contato com a mãe de Kat.

Tanta, tanta, tanta coisa acontece nesse livro que estava me deixando louca já. Eu não fico tão surpresa com essa virada drástica na história e em como tudo só parece se complicar mais, porque a Virna já tinha me avisado que enquanto o primeiro livro parece meio bobinho, do segundo em diante as coisas só se complicam, mas eu não esperava tanto assim! Já estou quase cantando um Coldplay aqui e pedindo pra me levarem de volta pro inicio (ba dum tsss).

Piadas a parte, conforme o livro vai passando, nós vemos não apenas o laço entre Daemon e Kat ficar mais firme e os unir mais, como também vemos ela tomando um controle cada vez maior dos poderes que ela adquiriu. Ela começa a controlar melhor como tudo funciona, a telecinese e as coisas incriveis que agora ela pode fazer, apesar de não ser nem de longe tão poderosa quanto um ser 100% alien, ela está cada vez melhor em tudo que faz.


“Agora todos me olhavam.
Que foi? — perguntei, as bochechas pegando fogo.
Um sorriso lento e travesso repuxou os lábios do Daemon.
Acalme-se, gatinha, antes que eu tenha que arrumar um novelo de lã pra você brincar.
Fiquei ainda mais irritada.
Não começa, seu cretino.
Ele soltou uma risadinha presunçosa e voltou a atenção para o irmão.”

E, enquanto Daemon e Kat se aproximam mais e mais, nós também vemos a amizade dela e de Dee parecendo escorregar entre os dedos dela depois dos acontecimentos do segundo livro e dela ter descoberto as coisas que o casal manteve em segredo dela durante todo esse tempo. Kat tenta cada vez mais que elas voltem a ser o que era antes e é dificil, por isso eu não culpo Dee por se distanciar como ela faz.

Além desses relacionamentos, nós vemos várias mudanças nas dinamicas entre todos no livro. Alguns aliens que antes não apoiavam e não queriam Kat por perto, agora contam com a ajuda dela para os planos que eles estão criando para conseguir resgatar a namorada de Dawson das mãos de quem quer usar ela como uma arma.

Eu queria fazer uma menção honrosa a Blake, porque sinceramente, eu não esperava que ele fosse ter a cara de pau de aparecer de novo depois de tudo que ele aprontou e ainda assim ele conseguiu me surpreender e aparecer mais mala do que ele já era no segundo livro. Ele meio que me lembra um personagem da saga de livros “A Mediadora”, o Paul Slater, que eu coloco no mesmo patamar de mala sem alça como ele, mas pelo menos o Paul tem alguma coisa que o faz ser util. Já desse Blake, eu não consigo nada além de desconfiar ele a cada cena que ele aparece. É triste, mas depois que o ranço se instala…


“Os livros estavam certos quanto a isso. Chegava um ponto em que a dor era tamanha que você não conseguia processá-la. Ou talvez você simplesmente ultrapassasse a barreira da dor.”

Se você ainda não sabe se continua lendo a Saga Lux, eu lhe digo: continue! Vale muito a pena e a cada livro parece que só melhora tudo: as cenas de ação, as cenas de romance, o aprofundamento na história dos aliens e de tudo que eles passaram, tudinho fica melhor a cada momento que passa. E se você ainda não começou, você tá esperando o que? Corre e começa logo, que eu tenho certeza que você vai se apaixonar!

Para comprar “Opala” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.
Submarino.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
01.03
Desde que a netflix anunciou que estaria fazendo um remake da novela Rebelde (que aqui no brasil fic...
26.02
“Os Últimos Dias de Krypton” Kevin J. Anderson Narração: Thiago Ubaldo, Zeza Mota, Daniel Vid...
23.02
Sinopse: Em um sistema solar dominado pelo brutal Império Vathekês, Amani é uma sonhadora. Quand...
19.02
“É assim que se perde a guerra do tempo” Amal El-Mohtar e Max Gladstone Suma – 2021 – 192 ...
16.02
Sinopse: Desi nunca se deu bem no amor ― até decidir transformar a própria vida em uma novela c...
15.02
O site mybest Brasil nos chamou para participar de uma lista com indicações de blogueiros literár...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook