18.03

“Todas as coisas extraordinárias” (Fantasmas do Mercado das Sombras)
Cassandra Clare e Maureen Johnson
Grupo Editorial Record Audio – 2020 – Duração 02:08:32
Narradora: Rhaissa Bittar

Anna Lightwood, filha mais velha de Gabriel e Cecily, é uma adolescente à frente de seu tempo; linda e perigosamente elegante. Mas todos temos um ponto fraco, e com Anna não é diferente. James Carstairs é um dos Irmãos do Silêncio, embora seus lábios e olhos não tenham sido costurados. E ele está em busca de pistas sobre o passado de Tess. Mas será que conseguirá lidar com as repostas que procura? Prepare-se para conhecer a origem da história de Anna, como seu caminho se cruza com o Irmão Zachariah, e seus desdobramentos. Todas as coisas extraordinárias é um conto sobre amor, autoconhecimento e como uma família unida pode superar qualquer obstáculo, até mesmo um coração partido.

O ano era 2013. “Princesa Mecânica” iria ser publicado ainda em inglês e, desesperada, eu decidi que compraria o e-book em inglês para ler no mesmo dia da publicação, mesmo torcendo o nariz para e-books, e terminei comprando também meu primeiro e-reader, um aparelho Kobo porque tenho miopia forte. Acreditei piamente que só estava comprando para poder ler o livro o quanto antes e que jamais, absolutamente jamais, eu trocaria um livro físico por um digital – afinal, e-book não tem cheiro, não tem a sensação de virar a página, não me transportaria para cada página do livro, eu acreditava. Pulamos para 2020 e eu não sei viver sem ler em formato e-book: no meu segundo aparelho e-reader, agora um Kindle, eu o levo para todos lugares, com dezenas de livros dele. Os e-books não tomaram os lugares dos livros físicos, ainda continuo comprando, continuo amando, mas entendi que o formato digital é realmente interessante e precisa ser apreciado. Você pode estar se perguntando por qual motivo eu estou falando sobre e-books na resenha de um audiolivro, mas é simplesmente porque eu sinto que estou novamente em um destes momentos que mudou minha percepção e experiência com a leitura: nunca, absolutamente nunca, imaginei que iria me emocionar ouvindo audiolivro. Isso aconteceu, e agora, assim como abri espaço para os livros digitais em minha vida, também abro espaço para os audiolivros.

Ainda pouco conhecidos no Brasil, os audiolivros são fortes lá fora e acho que chegou a hora de falarmos sobre eles. Já tinha lido o conto “Todas as coisas extraordinárias” em sua versão física, presente no livro de contos “Fantasmas do Mercado das Sombras”, mas devo dizer que OUVIR o conto foi uma experiência completamente nova, completamente mesmo. Como vocês podem ver pela sinopse, o conto fala sobre Anna Lightwood, filha mais velha de Cecily e Grabriel Lightwood. Anna está lutando contra a expectativa de uma sociedade que quer lhe impor o que vestir, como agir e o que esperar da vida (qualquer semelhança com os tempos atuais não é mera coincidência), e passa por toda uma trajetória durante o conto, amadurecendo e se tornando a Anna que iremos ver (e amar MUITO) em “Chain of Gold”, o 1º livro da nova trilogia de Cassandra Clare, “As Últimas Horas”. “Por que foi tão diferente?”, você pode estar se perguntando, e eu te respondo com toda simplicidade possível: foi tão diferente porque além de ler momentos bastante emotivos no conto, trechos que já me cativaram profundamente quando li o livro físico a primeira vez, agora eu conto com a emoção da narradora, Rhaissa Bittar, que imprime a sua percepção do conto.

A voz de Rhaissa é leve e ela é capaz de moldar para diferenciar os diversos personagens, deixando bastante claro quando são outros personagens que estão falando. O trecho final me deixou com lágrimas nos olhos, porque a junção da história escrita por Cassandra Clare e Maureen Johnson + Anna Lightwood em toda sua glória + Rhaissa Bittar narrando com os sentimentos transbordando, me deixou completamente encantada pelo momento, me fazendo questionar por que eu nunca tinha ouvido um audiolivro antes. Não quero dar spoilers sobre a trama e sim focar em como foi diferente poder ouvir as palavras tomarem vidas, dançando ao meu redor enquanto eu era transportada para um universo que eu tanto amo e com uma história tão sensível. Quando terminou, eu sentia aquela velha sensação de ser amiga dos personagens somada a um momento de poder entender melhor o que ia no coração de cada um.

A diferença entre o audiolivro e o texto da edição física existe: frases são adaptadas para a fala, momentos são pausados, entonações são evidências e a cadência da leitura é, obviamente, muito diferente. O audiolivro é dividido em 15 partes, exatamente como o conto, dando espaço de transição entre os momentos de mudança de narrativa entre os personagens. Confesso que de muitas formas, o audiolivro precisa de menos concentração do que a leitura (não me matem!), simplesmente porque você pode continuar fazendo trabalho mecânicos enquanto vai ouvindo a narração: na academia, cozinhando, dentro do ônibus/metrô, enquanto estava cuidando de seu quarto, ou, como no meu caso, simplesmente sentada ouvindo, aproveitando o momento. Não houve nada que foi capaz de me distrair e nem ao menos me afastar da história: escutei o conto pelas 2 horas sem nem ao menos notar que o tempo passava, completamente focada e absorta na narrativa que se desenvolvia.

Precisamos também lembrar que estamos em um momento único de nossa história e devemos procurar evitar sair de casa. Nestes dias de preocupação com nossas saúdes, podemos ficar em casa ouvindo um audiolivro e aproveitando para colocar nossas outras tarefas em casa também, e olha que tem promoção, então continua lendo!

Mas, além do fator “praticidade” de poder continuar fazendo determinadas atividades e ainda escutar um livro, o audiolivro tem a missão de levar estes mesmos livros para quem infelizmente não pode ler, seja por deficiência visual, seja por não conseguir ler. Não podemos esquecer que podemos (e devemos!) apoiar tudo que for inclusivo e necessário para tomar o mundo um lugar mais abrangente e com possibilidades para todos. Quanto você dá a chance a um audiolivro, você também está ajudando a disseminar o produto que pode fazer com que muitos tenham a oportunidade maravilhosa de ler o mesmo livro que você.

A quantidade de audiolivros disponíveis só aumenta. Me surpreendi enquanto navegava pelo site da Auti Books com a variedade de títulos: livros da Colleen Hoover, Julia Quinn, Jojo Moyes, Nora Roberts, John Green, Machado de Assis e muitos, muitos outros também estão disponíveis para compra imediata.

Muitos podem pensar que o valor dos audiolivros estão caros e, por isso, não dão uma chance de conhecer a modalidade, mas a Auti Books tem um programa que vale a pena conhecer: chamado Auti Best, você paga R$ 19,90 e tem direito a ouvir um audiolivro por mês de um catálogo disponibilizado – só que com a parceria que fechamos, você pagará APENAS R$ 0,99 no 1º mês! Isso mesmo, você pode clicar no link a seguir, fazer seu cadastro e usar o cupom IDRISBR e pronto, você poderá baixar o audiolivro que quiser para ouvir durante um mês por apenas esse valor. O audiolivro poderá ser escutado durante os próximos 12 meses, ou seja, tempo não vai faltar! Se depois do mês você desejar cancelar, você poderá, sem multa alguma. Você pode ler mais sobre o plano Auti Best e ver os livros que estão no plano clicando AQUI.

Indico demais para todos vocês a experiência de ouvirem um audiolivro e terem a experiência própria o quão diferente e bom é. O audiolivro que escutei foi da plataforma Auti Books (já falamos deles em um post do ano passado e da sua importância: clique AQUI para ler). O site é completamente fácil de acesso e ouvir seu audiolivro é bastante intuitivo e fácil: para ouvir seu audiolivro, você pode baixar o aplicativo em seu celular na loja do Google Play (para Android) ou App Store (para IOS) e logar, tendo ainda a opção de baixar o livro na versão aplicativo e poder ouvir sem gastar seus dados. Já para ouvir em seu notebook ou tablet, basta você acessar o site e os seus livros estão em “Estante” – então basta clicar e um navegador simples e fácil aparecerá. Não há dificuldade.

Do lado esquerdo uma imagem do player do audiolivro no aplicativo para android e do lado direito uma imagem do player do audiolivro no navegador: fácil e intuitivo.

Como se tudo isso não fosse realmente legal, a Auti Books tem um programa solidário: se você não quiser se inscrever no Auti Best e sim comprar seu próprio audiolivro, a cada 10 vendidos, 1 será doado a quem nunca teve oportunidade de ler um livro. Maravilhoso, não é? Ah, essa promoção também se aplica para cada associação na Auti Best, fazendo com que cada assinatura, um livro será também doado, ou seja: você se inscreve com nosso cupom por R$ 0,99 ao mês e ainda doa um livro! E tanto no site quanto no aplicativo, você pode encontrar playlist de audiolivros: listas como “Para ser F*da”, “Dando a volta no mundo”, “Personagens que Inspiram” e muitas outras estão lá a disposição para serem descobertas por você!

Não deixem de ter essa experiência e corram pra assinar a Auti Best com o cupom IDRISBR por R$ 0,99 por um mês: você não vai se arrepender! Clique Auti Books já e assine agora mesmo usando nosso cupom!

E ah, você pode escutar os primeiros 9 minutos do audiolivro dando play abaixo. Sério, depois de ouvir, você irá querer escutar tudo:

Agradecemos a parceria e a confiança da Auti Books por nos proporcionar a resenha do audiolivro e também pelo cupom que podemos dividir com vocês.

Arquivado nas categorias: Blog , Ghosts of the Shadow Market , Livros , Livros , The Shadowhunter's Chronicles com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
22.05
[Esse post foi atualizado 11/05 às 20:45] Está acontecendo nessa semana a Geek Week na Amazon: vo...
22.05
“Deuses Americanos” Neil Gaiman Intrínseca – 2016 – 576 páginas Obra-prima de Neil Gaima...
22.05
Cassie respondeu MUITAS perguntas em seu tumblr onde ela falou de tudo um pouco: sobre coisas que ac...
21.05
Como sempre, a Editora Seguinte continua sendo a Editora Rainha de nossos corações e encontrou um ...
20.05
A Editora Galera Record anunciou que fará uma live em seu Instagram na próxima segunda-feira, dia ...
19.05
Com todo esse tempo disponível que estamos tendo, não nos resta muita coisa além de ler muit...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook