08.12

Sinopse: Scandalous gossip, wild parties, and forbidden love—witness what the gods do after dark in this stylish and contemporary reimagining of one of mythology’s best-known stories from creator Rachel Smythe.

Persephone, young goddess of spring, is new to Olympus. Her mother, Demeter, has raised her in the mortal realm, but after Persephone promises to train as a sacred virgin, she’s allowed to live in the fast-moving, glamorous world of the gods. When her roommate, Artemis, takes her to a party, her entire life changes: she ends up meeting Hades and feels an immediate spark with the charming yet misunderstood ruler of the Underworld. Now Persephone must navigate the confusing politics and relationships that rule Olympus, while also figuring out her own place—and her own power.

This graphic novel volume of Smythe’s original Eisner-nominated webcomic Lore Olympus features a brand-new, exclusive short story, and brings the Greek pantheon into the modern age in this sharply perceptive and romantic graphic novel.

This volume collects episodes 1–25 of the #1 Webtoon comic Lore Olympus.

Como vocês já sabem, essa resenha é em parceria com a Random House Internacional, de quem recebemos esse eARC (Advance reading copy: algo como “uma cópia de leitura avançada, ou seja, o livro ainda pode sofrer alterações antes de ser publicado). Também lembrando que essa resenha terá um formato diferente: por ser um ARC, não haverão quotes, já como os livros podem sofrer mudanças em seu texto antes de serem comercializados. Gostaríamos de agradecer profundamente a Editora pela oportunidade de parceria.

Pra começar essa resenha, eu pensei em ser sincera e falar que eu nem lembro como conheci “Lore Olympus”, mas ainda não tinha nem uma notícia (que eu me lembre) de que seria feito uma graphic novel com aqueles quadrinhos da webtoon que eu me apaixonei perdidamente. O que eu lembro com toda certeza é que, no minuto que eu descobri Lore Olympus, eu não consegui parar de ler – muito devido ao fato de ser meu mito favorito sobre a Grécia Antiga: Hades & Persephone.

E se você não tem ideia do que se trata, então vem comigo que vou dar uma explicação sem spoilers.

Vocês provavelmente já ouviram falar sobre as várias versões do mito de Hades e Persephone, então vou pular a parte da aula de história para como ela é adaptada em “Lore Olympus”. Os três grandes, Zeus, Hades e Poseidon não apenas são deuses, mas também são grandes empresários de onde eles vivem, cada um cuidando de seus próprios negócios nos locais deles: Zeus no Olimpo, Hades no Submundo e Poseidon no mar, até aí tudo ok.

Então nós temos Persephone, que foi criada por sua mãe Deméter para ser uma deusa casta e por isso ela escondeu da garota que ela é uma deusa da fertilidade. Porém, com a ajuda de Artemis, Persephone consegue sair debaixo das asas de sua mãe para morar com Artemis em Olímpia e assim poder estudar e aprender mais sobre a vida, coisa que até então não tinha liberdade para fazer.

Um dia, junto com Artemis, Persephone vai até uma festa e é lá que é vista por Hades pela primeira vez. Hades, em “Lore Olympus” está em um relacionamento absurdamente abusivo com Mynthe que o trata mal o tempo inteiro e tinha acabado de dar um bolo nele naquela noite ali – o que vemos mais para frente que ela “teve os motivos dela”, mas não vou falar nada sobre para não dar spoiler! – e apenas por uma frase de Hades, que diz que Persephone era “muito mais linda que Afrodite”, a deusa em questão se sente ofendida e faz com que Eros ajude ela a embebedar Persephone e então a esconde no carro de Hades.

E aí é que começa o “envolvimento” entre Persephone e Hades e é aqui que eu paro de falar sobre a história central da graphic novel para não entregar nada do que acontece realmente entre eles – não só nos capítulos que vem no livro físico, que são do primeiro até o 25, mas para não entregar mais da história, porque já estou bem adiante lendo no próprio site onde a webtoon continua a ser postada.

O que eu tenho que pontuar com bastante força é que Lore Olympus se tornou a minha adaptação favorita sobre o mito de Hades & Persephone. Eu simplesmente amo cada interação dos dois e a forma como tudo está sendo bem construído com cuidado e de uma forma bem delicada. E de um jeito que faz você amar e odiar certos personagens conforme eles vão passando pela história porque (eu vejo bem a ironia aqui) todos eles são bem humanos, cheios de falhas e de acertos – apesar de ter alguns que eu não perdoo de jeito nenhum, mas isso vou deixar para vocês lerem e tomarem suas próprias decisões sobre.

Não só a história está sendo feita de um jeito tão gostosinho de ler como a própria arte dos quadrinhos é uma maravilha e eu sou completamente apaixonada por como cada um dos deuses é retratada ali com suas particularidades.

Só também queria deixar registrado aqui que, mesmo tudo sendo escrito com cuidado e com uma leveza, ainda assim tem gatilhos de relacionamento abusivo (como eu falei acima) e também de estupro, então fica o aviso para o cuidado ao ler (mas no capitulo em que acontece ou quando é mencionado novamente tem aviso bem no capitulo, assim ninguém lê algo desavisadamente).

Aliás, foi anunciado em 2019 que Lore Olympus teria uma adaptação animada para a netflix (que você pode ler em inglês aqui), mas desde então nenhuma notícia saiu mais, então não sei dizer exatamente como estão os processos sobre isso. E também não tem nenhum anúncio sobre ser trazido para o Brasil por nenhuma editora (eu já até falei no twitter que adoraria que a seguinte comprasse os direitos para isso, então nos resta apenas torcer!)

Se você, como eu, adora o mito de Hades e Persephone (ou até se não gosta, mas quer uma oportunidade de ver por um ângulo diferente e bem bonitinho), leia “Lore Olympus” e se apaixone completamente por esses dois, assim como eu!

Thanks for the free book, Penguin Random House International.

Para comprar “Lore Olympus” basta clicar no nome da livraria:

Amazon, capa dura.
Amazon, capa brochura.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
29.06
“Garota, mulher, outras” Bernardine Evaristo Arte da capa: Estúdio Daó Tradução: Camila Hol...
27.06
Sinopse: This summer, Reese Camden is trading sweet tea and Southern hospitality for cold brew and ...
24.06
Hoje vamos falar sobre uma leitura muito especial que eu fiz recentemente. O livro é lançamen...
22.06
Sinopse: Romania, 1989. Communist regimes are crumbling across Europe. Seventeen-year-old Cristian ...
20.06
“ Bolo preto” Charmaine Wilkerson Tradução: Karine Ribeiro Paralela – 2022 – 304 págin...
17.06
“ Violet Made of Thorns” Gina Chen eARC recebido em formato eBook em parceria com a Penguin Ran...

Deixe seu comentário



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook