31.05


“Lições sobre afogamentos”
Ava Reid
Tradução: Stefano Volp
Galera Record – 2024 – 336 páginas

Effy Sayre sempre acreditou em contos de fadas, não que tivesse muita escolha: desde pequena, foi assombrada por visões do Rei das Fadas. Sua única escapatória foi mergulhar na célebre história de Angharad, escrita por Emrys Myrddin, sobre uma garota humana que se apaixona pelo Rei das Fadas, e então causa sua destruição.

O seu exemplar antigo e surrado do livro é o que mantém Effy seguindo em frente durante seu primeiro ano do curso de arquitetura na prestigiosa universidade Llyrian. Então, quando a família de Myrddin anuncia um concurso para escolher alguém para remodelar a mansão do autor, ela não tem a menor dúvida de que nasceu para isso.

Mas a Mansão Hiraeth não é para amadores: antiquada e em ruínas, está a dois passos de desmoronar no tempestuoso mar que a rodeia. Mas, assim que Effy chega ao local, descobre que alguém já vive lá: Preston Héloury, um jovem e rabugento acadêmico de literatura, que está decidido a provar que o autor favorito dela não passa de uma fraude.

Os dois estudantes rivais começam a investigar o legado do recluso autor, encontrando pistas deixadas em cartas, livros e diários, e descobrem que não é só a estrutura da casa que tem sérios problemas. Forças sombrias, tanto humanas quanto mágicas, estão conspirando contra eles — e a verdade desenterrada pode significar o fim do caminho para ambos.

Esta foi uma resenha em formato de vídeo. Vocês podem assisti-lo abaixo ou indo em noso Instagram. A descrição do audio do vídeo segue abaixo.

Lições sobre afogamentos” é uma romantasia da autora Ava reid e sim, é um livro único, ou seja, não tem continuação ou outros se passando no mesmo universo, pelo menos não até aqui. Estudando arquitetura porque não pode estudar literatura, já como a faculdade não aceita mulheres, effy Sayre enfrenta muita dificuldade como única estudante mulher do lugar. Acho que já deu pra vcs entenderem que não estamos nos tempos atuais, certo? Ambientado no país Llyr, em um mundo onde já houve um evento climático chamado “Grande afogamento”, a sensação que temos ao ler o livro é de estamos nos anos 40 ou 50, sem telefones celulares ou até mesmo sem fio, sem computadores e uma sociedade que vê as mulheres ainda como frívolas e desmioladas.

Llyr está em guerra contra Argant, o país que faz fronteira, mas, mais importante do que isso, a sociedade Illyriana valoriza muito a literatura, principalmente o autor Emrys Myrddin, morto há 6 meses. E é aí que a trama de Effy começa a ganhar contornos: deixada de lado na faculdade, sem proximidade com sua família, ela vê a chance de sua vida quando o herdeiro de Emrys faz um edital para escolher quem será o arquiteto que fará a planta da Mansão Hiraeth, lugar onde Emrys morava até sua morte. Ao chegar lá, Effy se dá conta que a Mansão está em pior estado do que imaginou, mas não é a única no lugar, já como um estudante de literatura está presente para catalogar correspondências do finado autor, os dois sendo recepcionados pelo filho de Emrys.

Esse é o começo da trama de “Lições sobre afogamentos”, que produz um clima etéreo em toda sua trama. Como já falei, é uma romantasia, e, como tal, não espere um universo e mitologia tão profundos, já como este subgênero da fantasia coloca o romance guiando a trama, mas espere um casal com bastante profundidade e que se completa em diversos aspectos. Alguns colocam este livro como sendo um dark acadêmico, mas acredito que seja mais uma mansao assombrada, ja como temos pouco da faculdade que Effy faz parte. Effy é uma protagonista repleta de traumas e medos e aqui o afogamento pode vir de diversas formas: os pensamentos de effy estão sempre sendo inundandos por uma figura sinistra que ela acredita ter visto quando crianças, mas será que ela pode confiar em sua própria mente?

O amor pelos livros está presente em todas páginas dessa trama, que contém quase com um livro dentro do livro, há diversas passagens de “Angharad”, a obra mais famosa de Emrys, que também é o livro favorito de Effy e pode conter a resposta para diversas perguntas que a garota começa a se fazer.

E ah, a Mansão Hiraeth fica sobre o mar, então acho que vcs já entenderam que a água aqui é um fator bastante presente em todos pontos, certo?

Trazendo um toque gótico, uma mocinha insegura que vai se transformando a medida que vai ganhando confiança em si mesma, “Lições sobre afogamentos” é o livro certo pra você, mostrando que o amor pela literatura é capaz de salvar não só Effy, mas todos nós, apaixonados por livros.

Para comprar “Lições sobre afogamentos”, basta clicar no nome da livraria:

Amazon, com brindes
Amazon.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros , Resenha Video com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
21.06
“Mesmo sabendo como tudo acaba” C. L. Polk Tradução: Helen Pandolfi Suma – 2024 – 168...
18.06
Sinopse: Corrie Mejía é uma arqueóloga famosa por sua capacidade de trabalho e seu temperamento...
14.06
“Vento Vazio” Marcela Dantés Arte de capa: Alceu Chiesorin Nunes Companhia das Letras – ...
11.06
Graças a Deus, maio chegou ao seu fim e só podemos esperar que junho seja melhor. O que nós temos...
07.06
Sinopse: No quarto volume da premiada série de Rachel Smythe, Hades e Perséfone continuam sendo ...
04.06
“Two Sides to Every Murder” Danielle Valentine ARC recebido em formato digital gentilmente c...

Deixe seu comentário





Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook