26.04

 

Olá, pessoal! Hoje vim falar para vocês de dois livro MUITO legais que li recentemente. Talvez não seja seu forte,  mas eu simplesmente adoro livros de autoajuda. Não, não acho que eles resolvem nossa vida, nem que possuem uma receita milagrosa para curar e resolver todos nossos problemas, mas, acho sim, que todos eles tem algo a agregar. Fiquei positivamente surpresa e muito feliz por ter lido a duologia da psicoterapeuta Philippa Perry.

Vou falar um pouco sobre os dois livros dela: “O livro que você gostaria que seus pais tivessem lido” e “O livro que você gostaria que todas as pessoas que você ama lessem” aqui! Vamos começar, então, com o primeiro.

O livro que você gostaria que seus  pais tivessem lido:

teste

Nesse livro fantástico de 294 páginas, em vez de mapear um plano “perfeito”, Philippa Perry oferece um olhar geral sobre como desenvolver relacionamentos de qualidade. Sem julgamentos e regras, Perry ensina a:
* entender como sua própria criação afeta sua relação com seus filhos;
* aceitar que irá cometer erros e entender o que pode fazer a respeito deles;
* dar fim a ciclos e padrões de comportamento negativos;
* lidar com os próprios sentimentos, assim como os de seus filhos;
* entender o que comportamentos diferentes comunicam.

E, sim, pessoal, ela faz tudo isso que a sinopse promete! E sim, eu realmente, REALMENTE gostaria que meus pais tivessem lido esse livro, tanto é que a minha cópia já está toda grifada. Eu acredito que para quem tem, ou deseja ter filhos, ou mesmo para quem pensa em tê-los no futuro o livro funciona como um manual ou passo-a passo perfeito quando se trata de como se relacionar com seus filhos. Uma das coisas que eu gostei no livro é que ela usa muitos embasamentos científicos e relatos de seus pacientes para fins de exemplificar coisas no livro.

A escrita, apesar de conter muita ciência, é bem acessível para quem é leigo, então pode ir sem medo! É um livro útil não só para pais, mas também para filhos. Me ajudou a entender muita coisa do porque minha relação com meus pais é da forma como é, por exemplo… Ela fala bastante sobre o que nos é passado inconscientemente, e eu achei isso genial, porque, muitas vezes, nós não sabemos explicar nossos padrões de comportamento, mas eles existem por uma razão, e, ás vezes, essa razão pode vir do inconsciente.

A base da criação dos filhos é a relação que você cria com eles. Se as pessoas fossem plantas, a relação seria o solo. A relação sustenta, nutre, permite o crescimento — ou o inibe.

Outra coisa que eu achei SUPER legal é que ela fala que sim, é possível romper padrões tóxicos e prejudiciais de relacionamento. É possível mudar o rumo das coisas, não é necessário que as coisas sejam para sempre da mesma forma, e ela ensina como fazer isso. E o livro aborda VÁRIOS temas, desde o sono, até o vício em aparelhos de celular, por exemplo…

Além disso, ao longo da leitura ela vai propondo vários exercícios que são super legais, de verdade!

Gente, sério, é simplesmente sensacional e vale muito a pena, eu indico muito a leitura!

Agora vamos para o segundo livro, que eu simplesmente adorei, muito, de paixão e já comecei a ler obsessivamente desde as primeiras páginas: “O livro que você gostaria que todas as pessoas que você ama lessem“:

Para começar, a sinopse é a seguinte:

Com uma dose saudável de sensatez, os conselhos generosos de Philippa Perry sobre como lidar com os relacionamentos da sua vida vão te ajudar a se tornar mais sábio e feliz.

A vida é feita de relacionamentos, conexões de qualidade, sejam eles com família, cônjuge, amigos, colegas ou consigo mesmo. Se você consegue levar esses relacionamentos a um nível funcional ou até mesmo ideal, então as outras complicações que aparecem no seu caminho podem se tornar mais fáceis de lidar.
Essa é a proposta de Perry, autora do best-seller O livro que você gostaria que seus pais tivessem lido . Ao abordar alguns dos dilemas mais universais quando falamos sobre relacionamentos na contemporaneidade, ela nos mostra como podemos ser mais compreensivos conosco e com aqueles ao nosso redor, abrindo espaço para autoconhecimento e crescimento sob a perspectiva da psicoterapia, e nos ensinando como nos acolhermos quando enfrentamos situações difíceis.

Em muitos aspectos, nessa leitura, Philippa segue a mesma linha do primeiro livro: uma escrita ágil, dinâmica e super acessível até para os leigos. Com muito embasamento científico e casos de seus pacientes, ela nos ensina muito sobre nossos relacionamentos, como nos conectamos com as pessoas, nosso senso de individualidade, a dinâmica de discussões em relacionamentos, e como identificar o que está errado em nossos relacionamentos e na maneira como lidamos com as outras pessoas:

É muito mais fácil ver o que precisa ser resolvido no outro do que entender o que em nós pode estar limitando nossos relacionamentos. Precisamos ter consciência de que, se continuarmos nos sentimento da mesma forma em grupos diferentes, a questão deve estar em nós, e não nos outros. Certo, pode ser que não seja você, talvez seja o outro, mas, se é sempre o outro e nunca você, é provável que seja sim você.

Ao longo do livro, aparecem pequenos quadradinhos nas páginas chamados de “Sabedoria do dia”, com conselhos curtos e precisos que podem nos ajudar a lidar conosco e com nossos relacionamentos, e são sempre ótimos!

Eu grifei diversas partes da minha cópia física, e fui colocando os conhecimentos que ela ensina em prática enquanto lia o restante do livro, e posso dizer que vi mudanças significativas nos relacionamentos com as pessoas ao meu redor!

Por ser um livro com uma linguagem tão acessível, eu acho que todo mundo poderia, e deveria, fazer essa leitura.

Confia em mim, você só tem a ganhar!

Para comprar os livros, basta clicar no link:

Amazon
Amazon

Postado por:
Você pode gostar de ler também
21.05
  Oi pessoal! Hoje vim falar para vocês sobre um livro INCRÍVEL que li recentemente, c...
17.05
“Maud Martha” Gwendolyn Brooks Tradução: floresta Arte de capa: Julia Custódio Prefáci...
14.05
Nesse maio que, desde o inicio, já está nos deixando com os corações apertados com as coisas que...
12.05
“10 Things I Hate About Prom” Elle Gonzalez Rose ARC recebido em formato físico gentilmente...
10.05
“Os Sussurros” Ashley Audrain Tradução: Lígia Azevedo Paralela – 2024 – 352 páginas...
07.05
“Chaos & Flame” e “Blood & Fury” Tessa Gratton e Justina Ireland ARC recebido em formato...

Deixe seu comentário





Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook