11.12

Oi, pessoal! Hoje vim falar para vocês sobre um filme que se tornou um dos meus preferidos na vida. Uma amiga recentemente me recomendou

Ela me falou com tanto entusiasmo que eu achei até estranho e fui conferir no mesmo dia. E que bom que eu fiz isso.

A Vida Em Si chegou ao Brasil em dezembro de 2018, com quase duas horas de duração e a  sinopse do filme é a seguinte:

Will e Abby se apaixonam na universidade, casam e se preparam para a vinda de seu primeiro filho. À medida que sua história se desenrola em Nova York, o destino os liga a pessoas a quilômetros dali, em Sevilha, na Espanha.

Bom, amigos, essa sinopse miserável não faz nenhum jus a essa obra-prima! A história do filme é muito mais que isso. Seguindo e contando a história de um casal, desde quando se conheceram até o inevitável fim da história, o filme fala sobre os desdobramentos da vida e sobre como não podemos prever a maioria das coisas. Também fala sobre conexão, como as coisas acontecem na ordem e de maneira certa, e sobre como todos nós estamos entrelaçados. Eu achei que tem um quê de Efeito Borboleta, sabe? Então assim, se você curte drama, romance, ou uma mistura dos dois, esse filme é seu.

O começo do filme é um pouco confuso, e cheguei a acreditar que não iria gostar do filme por isso (mal sabia eu). O filme é contado por um narrador oculto, o que eu adorei, porque nesse filme faz total sentido. Esse narrador nos apresenta a Will, um homem totalmente perdido depois de ter sido deixado por Abby, sua esposa. Will começa a narrar a história do casal, entre altos e baixos, desde o momento em que se conheceram e toda a influencia que um possui na vida do outro.

A própria personagem principal, Abby (interpretada por Olivia Wilde), nos explica o que é um narrador oculto e qual o sentido dele e porque ele é utilizado. A história de Abby e Will nos leva até uma outra, na Espanha, muito longe dali. As duas histórias se relacionam de maneira espetacular, provando que nossas escolhas podem afetar, e muito, a vida de outras pessoas, até mesmo sem querer.

Eu queria muito poder contar para vocês como essas duas histórias se relacionam. Mas não existe maneira de fazer isso sem dar spoilers. E qualquer spoiler estragaria muito a experiência de ver esse filme para vocês.

Então assim, se eu pudesse resumir toda a recomendação em uma frase, seria: ASSISTA ESSE FILME.

AH, quase me esqueço de contar para vocês que essa obra prima é do mesmo criador de This Is Us. Então vocês podem ter uma ideia do que os espera por aí. Li algumas críticas que disseram que ele pesou a mão um pouco na tentativa de emocionar os fãs. Apesar de achar, sim, que a história do filme é too much para pouco tempo, não acredito que tenha ficado apelativo, não. Achei que todos os pontos se ligaram muito bem, e eu não faria nada diferente. Apesar de a segunda metade do filme não ser tããão surpreendente depois que o personagem Rodrigo cresce, ainda assim é incrível e não deixa a desejar.

O final do filme, para mim, foi um dos mais espetaculares que eu já tive o prazer de assistir. Tecnicamente falando, eu achei o filme todo muito bem construído. E amei tudo, desde o roteiro, direção, personagens e performances dos atores, tudo sensacional!

Vou deixar o trailer aqui para vocês conferirem, na esperança de que vocês me levem a sério (porque sei que irão me agradecer depois). Gente, sério, esse filme me emocionou demais, tocou em um lugar bem profundo de mim, de verdade. Fala sobre vários temas importantes como depressão, superação, suicídio, doenças, etc.

E, além de tudo isso, ainda tem um super elenco, contando com pessoas como Antonio Banderas e Olivia Wilde.

E aí, tá esperando o quê para apertar o play lá na Amazon Prime?

Arquivado nas categorias: Blog , Filmes com as tags: , , , , , .
Postado por:
Você pode gostar de ler também
14.05
Sinopse: No quarto spin-off da série Amores Improváveis, Elle Kennedy oferece aos leitores o que ...
11.05
E estamos de volta com mais uma coluna de lançamentos literários aqui no Brasil, além de novida...
08.05
Já havíamos adiantado em nossas redes sociais e agora trazemos todas as informações: Criamos um ...
07.05
“Depois” Stephen King Suma – 2021 – 192 páginas Tradutora: Regiane Winarski Um livro que d...
04.05
Vem conferir alguns destaques de livros que lançam lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE MAIO/...
30.04
“Jack, o Estripador em Nova York” Stefan Petrucha Narração: Lucas Romano Duração: 11h28m42s ...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook