20.10


“Alma?” (Protetorado da Sombrinha #1)
Gail Carriger
Valentina – 2013 – 308 páginas

Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana.

Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta.

E agora? Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro ― ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.

Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e… será que vai ter torta de melado?

As festas da alta temporada de Londres continuam chatas, desinteressantes e com pouquíssima comida disponível. A não ser, claro, quando alguém morre. Aí as coisas começam a ganhar alguma animação. Se for uma morte misteriosa de um vampiro errante, melhor ainda! Se a única testemunha for uma solteirona excêntrica e o encarregado pela investigação for um lobisomem mal-humorado, aí temos um livro!

Alexia Tarabotti é uma mocinha tão diferente quanto todas as outras “mocinhas diferentes” que já vimos por aí. De fato, ela é a frente do seu tempo, insubmissa, respondona, inteligente, falante e sem alma, literalmente. Mas o que lhe falta de alma, sobra em personalidade e solteirice. Lorde Maccon não é nada diferente de todos os outros lobisomens do mundo: teimoso, impaciente, pavio-curto, e claro, musculoso o suficiente pra não ser possível disfarçar mesmo com toda a roupa que a moda londrina exige dele – apesar da gravata sempre torta. Ambos vivem na Londres Vitoriana cercados de novas tecnologias, intrigas vampirescas, bailes noturnos e piqueniques diurnos.

Esse é o arco de ‘Alma?’, o primeiro volume da série ‘O Protetorado da Sombrinha’, um romance steampunk de Gail Carriger que mistura o sobrenatural com os romances de época, consegue tirar o melhor de ambos os gêneros e ainda acrescentar pitadas de comédia inteligente e irônica a esse livro que é tão despretensioso quanto parece e entrega muito mais do que se espera.

Ninguém em sã consciência descreveria a Srta. Tarabotti como uma covarde. Quando ameaçada, ela revidava prontamente. Talvez por ser preternatural ou por sua péssima tendência à teimosia. A moça prosseguiu com determinação, como quem fala com uma criança malcriada.

Mas não confundam essa despretensão com leviandade. A trama é muito bem elaborada e vai envolvendo o leitor de forma gradual e inesperada. Além de, partindo do princípio que o leitor já conhece os conceitos básicos do sobrenatural, a autora nunca subestima a inteligência de quem lê explicando o que são vampiros, lobisomens ou fantasmas mas atiça a curiosidade na medida certa com criaturas novas (como a protagonista e sua falta de alma) sem parar a trama mas explicando os elementos que compõem seu universo em meio a ação e diálogos sempre afiados e dinâmicos.

Uma aventura com tudo que os amantes de fantasia e romances de época adoram, esse livro é uma grata e divertida surpresa e pode ser encarado tanto como um novo vício com universo intrínseco e complexo ou uma leitura leve e descontraída pra aliviar um pouco as tensões do dia-a-dia. Inclusive, ele pode ser lido isoladamente do restante da série pois esse primeiro volume se encerra em si mesmo de forma totalmente satisfatória. Mas essa resenhista duvida seriamente que alguém que o leia até o fim resista a mais uma fofoca de Lorde Akeldama (entendedores entenderão…)

Para comprar “Alma?” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.
Submarino.
Travessa.
Cultura.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
01.12
E chegamos ao final do ano mais intenso e longo de todos tempos. Sem sombras de dúvidas 2020 não...
29.11
Sinopse: Há anos, Sloane, Ardie e Gracie trabalham juntas em uma empresa de roupas esportivas. As ...
27.11
“A História da Mitologia para quem tem pressa” Mark Daniels Valentina – 2015 – 200 página...
26.11
“Futuros Malfeitos, Pretéritos Imperfeitos” Felipe Castilho Narração: Zeza Mota, Thiago Ubald...
24.11
“Depois do sim” Taylor Jenkins Reid Paralela – 2020 – 320 páginas Depois do sim é uma le...
20.11
“The Cousins” Karen M. McManus ARC recebido em formato de eARC em parceria com a Penguin Random...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook