02.10

Sinopse: Magia ou tecnologia? Essa pergunta foi a causadora de uma guerra que por pouco não destruiu um continente. A humanidade estava prestes a entrar em colapso quando elas surgiram… As quimeras, combinações grotescas de dois ou mais animais, se tornaram uma ameaça tão grande que aqueles que sobreviveram não viam alternativa além de se refugiar em muros.
Séculos depois, Cally é uma habitante de Minaster, uma das nações sobreviventes. Cally está prestes a concluir seus estudos e torce para que seja designada para uma ocupação que a liberte da sua família. O que ela não esperava é descobrir que tem aptidão para magia. Agora, não há nenhuma alternativa além de fazer parte do exército… Isso, é claro, se ela sobreviver ao treinamento.

Ruínas de Minaster” é o primeiro livro da (até aqui) trilogia que leva o mesmo nome do livro e conta a história de Cally, que é uma habitante do lugar e que não teve uma vida muito fácil. Cresceu em uma casa onde não recebia amor nenhum de ninguém e isso faz com que ela queira com todas as suas forças ser mandada para alguma ocupação em que ela nunca precise voltar para casa.

Em Minaster, que é dividida entre nações, existem pessoas que possuem aptidão para desenvolver magia e tudo que Cally não podia imaginar era que ela era uma dessas pessoas. Sendo assim, ela foi levada para começar um treinamento que garantiria a ela um lugar no exército que protege as pessoas e o lugar das tão temidas quimeras que vivem do outro lado do muro.

“As pessoas têm medo e esperam que também tenha, senão, se sentem covardes. Não se desanime por causa disso.”

O lugar onde Cally morava antes de ser levada para o treinamento era uma das cidades mais pobres do lugar e não foi fácil para ela o começo dos treinos, afinal, ela não tinha nem se alimentado direito durante todos esses anos e não tinha a força necessária que tanto queriam que ela tivesse: precisava lutar e correr e fazer exercícios físicos, para poder, meses depois, ir para o lado de fora do muro onde passariam por um grande teste – e um teste que não garantia que nenhum deles voltaria vivo para a academia.

O plot de “Ruínas de Minaster”, num geral, me lembrou uma certa mistura de Jogos Vorazes com Academia de Vampiros. Nós vemos um lugar que quase foi arrasado completamente por uma guerra com o surgimento de quimeras e com lugares em que a pobreza é tanta que as pessoas muitas vezes não tem o que comer por dias e podem morrer por conta disso. A única chance que essas pessoas que moram em lugares mais pobres tem é literalmente serem escolhidas para lugares onde possam ao menos tentar ter uma vida mais digna – ou então ter possibilidade de entrar no exército se tiver aptidão para desenvolver magia.

“Ele estava tão sério que qualquer raiva que eu pudesse sentir dele por me dar uma bronca se desfez em um sorriso.
Estava preocupado comigo?
Alguém tem que se preocupar, considerando que você não se dá ao trabalho. — Ele resmungou.”

Eu achei a Cally uma boa personagem num quadro geral: ela é bem badass e tudo mais, mas teve pequenas nuances dela que me incomodaram um tanto, mas eu vou falar disso mais abaixo. É muito interessante a forma como tudo que ela passou durante a vida formaram a pessoa que ela é no momento em que a conhecemos no livro.

E então temos Adrian e Eros, que são os dois amigos que ela faz na academia. Adrian é o típico garoto bom. Ele também tem um passado bem sofrido e eu acho muito fofo o jeito dele o tempo todo. E Eros… Ele é apenas o meu personagem favorito no livro todinho. Teve uma das cenas finais, que acontece depois que Cally sofre uma grande perda, que fez o meu amor por ele se multiplicar em um milhão.

“— Disseram para eu ser mais atento aos meus arredores. Absurdo, né?
Não foi você quem caiu em um buraco porque não prestou atenção por onde andava? — Ergui as sobrancelhas.
Não foi você quem teve as costas queimadas porque não se preocupou em conferir direito o lugar onde nunca esteve antes? — Adrian ergueu uma sobrancelha.
Eu não mereço ser tratado desse jeito! — Eros fez drama.”

Agora as coisas que me incomodaram e que me impediram de não dar uma nota maior ainda ao livro, que vale a pena frisar que é apenas minha opinião MESMO, não é algo que é “errado” ou tudo mais, é algo que não me agrada pessoalmente, é justamente sobre a Cally. Eu a achei muito overpower, o que, na minha visão, faz ficar difícil de entender como que vai ser a continuação, considerando que ela já é MUITO forte e poderosa. Eu gosto, quando são livros assim em continuidade, de ver o desenvolvimento da personagem ao redor das coisas que ela sabe fazer bem, porque se ela já é MUITO boa, não tem espaço pra melhorar ainda mais.

Outra coisa que me incomodou bastante é que ela parece fazer uma competiçãozinha feminina desnecessária, tipo… Vocês estão lutando pelas vidas de vocês, ela não precisava ter toda a competição que ela tem por um cara que ela aparentemente não quer com a menina que namora com ele. E também tem o fato de ter uns detalhes meio… Que são demais. Tipo quando se fala sobre o período menstrual dela… Eu acho que, se não é algo que vai influenciar no plot (o que não acontece), não faz muito sentido ficar lendo e sabendo sobre isso. É interessante sim ter tudo pesquisado para saber, mas não é algo que precise ficar detalhado no livro, quebra um pouco o “encanto” na minha opinião.

Você estava dizendo que a minha infância foi uma merda. Pelo que me contou da sua, você deve saber mais do que ninguém o que é se sentir rejeitado… Indesejado… Você entende como é as pessoas que deviam te amar ficarem muito melhores sem você.

Mas tirando isso é realmente um livro bom e eu devo dizer que eu adivinhei que algo aconteceria com ~aquela~ pessoa porque eu achava que ela combinava mais com outra e também porque acho que a protagonista precisava meio de algo que “sacudisse” ela um pouco, então agora resta esperar o livro 2 para saber se minhas suspeitas de quem na verdade é o casal principal está certa e como ela vai lidar com tudo que ocorreu!

Se você gosta de Jogos Vorazes, Academia de Vampiros e até de Harry Potter, eu acho que você vai gostar bastante desse livro!

Para comprar “Ruínas de Minaster” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
01.12
E chegamos ao final do ano mais intenso e longo de todos tempos. Sem sombras de dúvidas 2020 não...
29.11
Sinopse: Há anos, Sloane, Ardie e Gracie trabalham juntas em uma empresa de roupas esportivas. As ...
27.11
“A História da Mitologia para quem tem pressa” Mark Daniels Valentina – 2015 – 200 página...
26.11
“Futuros Malfeitos, Pretéritos Imperfeitos” Felipe Castilho Narração: Zeza Mota, Thiago Ubald...
24.11
“Depois do sim” Taylor Jenkins Reid Paralela – 2020 – 320 páginas Depois do sim é uma le...
20.11
“The Cousins” Karen M. McManus ARC recebido em formato de eARC em parceria com a Penguin Random...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook