29.09


“A História da Astrologia para quem tem pressa”
Waldemar Falcão
Valentina – 2019 – 200 páginas

A ASTROLOGIA É UMA FERRAMENTA, DIZEM UNS;

É UMA LINGUAGEM, DIZEM OUTROS.

ELA É TUDO ISSO E MUITO MAIS.

Os signos, o Ascendente, a relação com a astronomia, o mapa astral, o retorno de Saturno, a sinastria, o horóscopo, a revolução solar, as casas astrológicas, os trânsitos planetários, os grandes astrólogos da história…

Astrologia horária, empresarial, mundial, eletiva…

Um guia prático e de fácil entendimento, que traz tudo que o leitor procura para dar os primeiros passos nesse universo de planetas e estrelas que tanto fascina a humanidade.

Está é a primeira Resenha, para o que esperamos ser uma compilação de resenhas, sobre a coleção bem interessante e autoexplicativa PARA QUEM TEM PRESSA, da Editora Valentina.

Nesta coleção, a Valentina reuniu diversos assuntos e os pormenorizou de forma que estejam bem-dispostos e completamente entendíveis em 200 páginas – um feito que realmente alcança pessoas curiosas, mas que não têm a quantidade de tempo livre necessária para o aprofundamento desejado. Assim temas como “a história do Brasil”, “A história do Mundo”, “A história do Futebol”, e outros até mais interessantes (comentarei no fim), foram colocados sabiamente a disposição dentro dessa coleção – Não existe ordem, qualquer um dos volumes pode ser seu ponto de partida -.

Aqui vamos tratar do livro “A HISTÓRIA DA ASTROLOGIA PARA QUEM TEM PRESSA”. Que busca esmiuçar um pouco da história dessa grande “arte”, que é igualmente muito conhecida e pouco explicada mundo afora.

Bom! Todo mundo conhece astrologia né? Ou pelo menos sabe o próprio signo? E talvez, vez ou outra, o signo do crush…. pra tirar aquela dúvida leve e inocente, não é mesmo? Pois o autor deste volume, Waldemar Falcão (que é referência no assunto; um dos nomes mais famosos no Brasil quando tratamos do que os astros podem nos dizer, além de autor de outros tantos títulos deste segmento) nos dá informações mais úteis e relevantes do que apenas isso.

É mostrado bem no início do livro, qual a verdadeira sinfonia que é tocada entre Astrologia e Astronomia. Vemos que o estudo dos astros, tudo aquilo do céu noturno como era visto pelos nossos longínquos antepassados, deu origem a gêmeos! Que viriam a se tornar duas vertentes fadadas a companhia uma da outra.

Fugindo um pouco do que eu esperava; o livro reserva uma grande parte de seu conteúdo a explicar cada das ferramentas da astrologia. Temos mais para o final um “corredor da fama” de astrólogos e cientistas famosos que se envolveram com esta arte, além de definições e informativos muito úteis espalhados por todo o livro, mas se você curte uma experiência prática da coisa, aqui neste volume temos o que eu carinhosamente chamei de “um belo de um manual” para colocar em prática a construção do seu mapa astral. Sem fugir de ambientações e explicações necessárias para os termos, o livro realmente é um prato cheio para quem gosta de pôr a mão na massa.

O título talvez tenha me levado a crer que o assunto seria tratado de forma diferente, de uma forma mais histórica, mais didática em relação ao desenvolvimento dessa arte. Mas talvez esteja feito da forma correta, afinal: Para quem tem pressa. E isso mostre que eu tenha pressa de menos em relação a este assunto e precise de outras fontes de informação para o suprir totalmente minha expectativa.

Voltando à sala de armas da Astrologia: Casas do Zodíaco. Signos. Ascendente, lua, casas e planetas. Trígono, Sextil… Cada um desses e outros termos são bem pontuados, além de informar o papel que cada um possui na interpretação das informações do mapa. Só mesmo as descrições de cada signo já valem a leitura; mas leves compreensões também são altamente bem-vindas: COMO cada interpretação surge e é dada, como os famosos arquétipos de signos vieram a ser, e baseados em que? “Arianos nervosos”, “Librianos indecisos”, a relação construída (às vezes para encaixar elementos coincidentes) da história humana e de características dos astros é muitíssimo interessante e facilmente exposta.

Também ocupa lugar nas páginas, alguns assuntos ‘sempre recorrentes’ na nossa modernidade cíclica. “ Plutão é planeta? Mas existem planetas além de plutão agora. E aquele décimo terceiro signo?? E o retorno de Saturno?” Tudo isso é mencionado e explicado. Pois fiquem tranquilos; Ofiúco não veio mudar seu signo, e Plutão, tadinho, já tomaram conta dele.

Deixo apenas a crítica (mas com dúvida sobre sua pertinência, já que percebi que eu tenho pressa de menos neste assunto) sobre a ausência de informações a respeito das imagens; que em sua maioria são utilizadas para realce, simplesmente. Poucas sendo explicadas e comentadas.

O livro cumpre o seu papel até bem demais, explica a astrologia e seu local na história do mundo desde as tábuas de argila até os aplicativos de celular que você, eu e tantas pessoas recorrem ainda hoje, além de ser praticamente um manual, para os interessados e mais motivados. Existiu pra mim a falta de mais conteúdo histórico – mas isso é completamente pessoal e arbitrário. O texto é gostoso e flúido de se ler; e a edição, num todo, tem um porte ótimo para o que se propôe: uma leitura rápida e informativa.

Só posso dizer que estou em dúvida, após esse exemplar, a respeito do próximo que procurarei ler. Divido com vocês: A história da Astronomia; para saber mais sobre o gêmeo sóbrio e da área de exatas da Astrologia? Ou A história da Mitologia, um dos assuntos que mais gosto no mundo e que de fato tenho pressa de menos para tal?

Para comprar “A História da Astrologia para quem tem pressa” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.
Submarino.
Travessa.
Cultura.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
01.03
“Escuridão Total Sem Estrelas” Stephen King Tradução: Viviane Diniz Suma – 2023 – 39...
27.02
Sinopse:E se houvesse infinitos universos — e infinitas maneiras de se apaixonar? Depois de e...
23.02
  Oi pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vim falar para vocês sobre uma série que eu de...
20.02
“A serpente e as asas feitas de noite”(Nascidos da Noite #1) Carissa Broadbent Tradução: J...
16.02
Sinopse:No último dia das bruxas, a ex-melhor amiga de Alice Ogilvie foi morta. Se não fosse ...
13.02
Depois de um janeiro que pareceu durar uns 3 meses, finalmente chegamos em fevereiro e no novo post ...

Deixe seu comentário





Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook