15.09

Essa semana estava procurando algo para assistir, mas são tantas opções que a gente fica meio perdido, né? Tentei começar algo novo novo, mas acabei voltando para um sitcom que assisti recentemente, e me dei conta que nunca falei dele para vocês, então vim dar essa super recomendação!

Hoje vamos falar sobre THE OFFICE!

O The Office dos EUA surgiu como um remake do The Office britânico, que teve somente duas temporadas. A versão americana acabou fazendo muiito mais sucesso que a original e foi até a nona temporada.

A série conta a história do dia a dia de um escritório que vende papel, a Dunder Mifflin. Gente, EU SEI. Minha namorada pedia muito para eu assistir, mas não tinha nenhum apelo para mim. Só que eu juro que é MUITO BOM!
Na série, que já foi finalizada com nove temporadas em episódios de 20 minutos, seguimos Michael Scott, o gerente da filial Dunder Mifflin de Scranton, EUA. Ele é um chefe totalmente louco, abusivo, engraçado e que conquistou cada pedaço do meu coração. Ele tenta ser um chefe descolado, e adorado por seus funcionários, mas sempre falha miseravelmente.

créditos da imagem: reduto pop


Além de Michael, interpretado por Steve Carell, temos o time de vendas, e, nele, o galã da série, John Krasinski, que interpreta Jim, e, sinceramente, da um show no papel. Ele é “secretamente” apaixonado pela recepcionista, Pam, e vive pregando peças no seu colega de vendas, Dwight.


Para mim, Dwight é o melhor personagem de The Office e um dos melhores personagens de todos os sitcoms que eu já assisti. Ele é aquele cara bem esquisitão, que faz de tudo para agradar o Michael e ser o número 1 e preferido dele. Dwight mora isolado da cidade, acha que é um agente da Cia, etc e esse tipo de coisa estranha. Dwight é um personagem super bem construído e, nossa, eu dei tanta, mas tanta risada com ele, porque, sinceramente, ele é diferente de todos os outros personagens que eu conheço. Ah, ele tem um romance secreto com Ângela, uma das contadora super mal-humoradas que que vive apenas para os gatos que ela tem.


Além desses, temos vários outros personagens que fazem parte da rotina de escritório. Alguns super engraçados também, tipo o Stanley um senhor que está sempre de mal com a vida. Temos Meredith, uma senhora alcoólatra, o Toby, do RH, um cara super passivo com quem Michael vive implicando e outros personagens recorrentes.


O ponto forte da série é que ela é mesmo super engraçada mas sem ser forçada. Tem um casal super fofo por quem torcer e é o tipo de série que a gente começa a assistir e não para mais.


A maioria do elenco de The Office, exceto pelo Steve, que interpreta Michael, Nunca havia atuado antes ou estado na televisão. John K contou em uma entrevista que quando iniciou a série ele era garçom, e, por muito tempo, manteve seu trabalho de garçom porque achava que a série não ia dar em nada (errou feio). Algumas das imagens que apareceram na abertura da série foram gravadas por ele, quando ele viajou para conhecer Scranton (que existe de verdade). Ele e quase todo o elenco permanecem bons amigos até hoje. O John até tem um canal que ele criou durante a pandemia onde ele casou, virtualmente, dois fãs da série. O vídeo é super fofo e vou deixar aqui para vocês assistirem.


Já aviso vocês antes que comecem a série que o Steve Carell sai do elenco antes da última temporada, e é claro que não é a mesma coisa sem ele, mas eu juro que é série não deixa de ser maravilhosa. Acho que eu assisti tudo em uma semana.

Falando de pontos fracos, não tem muita coisa que eu não goste nessa série, só alguns personagens que acho meio forçados. Mas de resto, para mim é um dos melhores sitcoms.


Enfim, gente, assistam. A série está disponível na Amazon Prime. Vale muito a pena e vocês vão chorar, mas só de tanto rir. Deixo aqui uma listinha dos meus episódios favoritos. Podem me agradecer depois!

3×09: The convict, 3×20: Safety training, 5×13: Stress Relief, 6×04: Niagara.

Arquivado nas categorias: Blog , Séries com as tags: , .
Postado por:
Você pode gostar de ler também
26.11
A Black Friday da Amazon do ano 2020 começou e trouxemos para vocês algumas dicas realmente boas, ...
26.11
“Futuros Malfeitos, Pretéritos Imperfeitos” Felipe Castilho Narração: Zeza Mota, Thiago Ubald...
24.11
“Depois do sim” Taylor Jenkins Reid Paralela – 2020 – 320 páginas Depois do sim é uma le...
20.11
“The Cousins” Karen M. McManus ARC recebido em formato de eARC em parceria com a Penguin Random...
17.11
Sinopse: Do mesmo autor de O homem de areia e Stalker, mais um excepcional thriller da série Joona...
13.11
Oi amigos, Hoje vamos conversar sobre uma novidade da Netflix: Emily In Paris. Eu acompa...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



This error message is only visible to WordPress admins
Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook