24.07


“A Conquista” (Amores Improváveis)
Elle Kennedy
Paralela – 2017 – 296 páginas

De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila: esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

No último livro da série Amores Improváveis, acompanhamos a história de John Tucker e Sabrina James.. Tucker é um dos jogadores de hóquei, visto como quieto e que cuida da alimentação de seus amigos, ele já está com seu futuro traçado após a universidade, voltar para sua cidade natal e ficar ao lado da sua mãe. A Sabrina é uma mulher esforçada, mora com sua avó e seu padrasto nojento, por isso ela estuda e trabalha em dois empregos para conseguir juntar dinheiro e não ter uma grande dívida ao estudar em Harvard. Não está nos planos de Sabrina se envolver com alguém, mas a atração entre eles é forte e eles acabam na caminhonete de Tucker.

“Todo mundo se machuca. Todo mundo se apaixona. Somos iguais. E o seu passado, com quem você mora, de onde veio, isso não importa. Você tá criando o seu próprio futuro, e quero ver onde a estrada vai te levar.”

A partir desse primeiro encontro quente, os dois se envolvem cada vez mais, mesmo com Sabrina não querendo um relacionamento e Tucker tendo outros planos na sua vida, se torna inevitável para eles ficarem longe um do outro. Mas as coisas se tornam ainda mais sérias quando Sabrina descobre que está grávida, e Tucker se mostra completamente respeitoso, deixando nas mãos dela decisão de levar ou não essa gravidez adiante, já que ter um filho vai alterar completamente os planos que eles tinham em mente para o futuro.

Não sei o que Tucker e eu somos um para o outro. Só sei que sinto falta quando ele não está por perto. Que toda vez que aparece uma mensagem dele no meu celular, meu coração flutua feito um balão de gás. Que quando ele me olha com aqueles olhos castanhos de pálpebras pesadas, esqueço meu próprio nome.

Eu gostei muito desse livro, achei a história de Tucker e Sabrina mais madura que a dos outros casais. Tucker é um mocinho incrível, um cavalheiro e paciente, ele respeita o que a Sabrina quer, fazendo muito mais do que personagens de outros livros que já li pela vida. A Sabrina ela é uma mocinha forte, decidida na vida, sabe que a gravidez pode colocar seus planos em risco, então pensa muito bem no que fazer. Mas algumas atitudes dela me deixaram exasperada, eu entendo de onde esses pensamentos dela vem, mas foi difícil não ficar um pouco irritada com algumas atitudes dela, uma em específico que eu não entendo como ela deixou ir tão longe antes de se ligar que aceitar ajuda de outra pessoa não torna ela fraca e nem aproveitadora.

“Não quero ser uma distração, mas quero você. Acho que existe alguma coisa entre a gente, mas sou um cara paciente e vou aceitar o que você tem pra me oferecer agora. Não tô aqui pra aumentar a pressão sobre você nem pra dificultar as coisas. Quero aliviar sua carga.”

A química entre Tucker e Sabrina é enorme, assim como dos outros casais dessa série, e desde a primeira conexão entre eles fica claro que aquilo não vai ser apenas por uma noite, e eu adorei cada momento deles juntos. Parte da linha do tempo desse livro se cruza com a de O Jogo, e é interessante ver a perspectiva deles de alguns acontecimentos, principalmente de um que quem leu sabe do que estou falando. Esse livro é uma boa conclusão para essa série, mostrou um pouco dos outros casais, fechou as histórias de todos eles bem, e também deu a deixa para o spin-off, Briar U, que eu pretendo começar a ler em breve. Quem gosta de New Adult, ou quer ler esse gênero pela primeira vez, recomendo que a série Amores Improváveis seja sua próxima leitura.

Para comprar “A Conquista” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.
Submarino.
Travessa.
Cultura, o livro digital.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
07.08
“Epopeias Modernas: Vilões (Antologia de Contos Livro 1)” Vários autores Épos – 2020 – 2...
06.08
Vem conferir o que sai lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE AGOSTO Midnight Sun (Twilight #...
31.07
Oi pessoal! Hoje vim falar pra vocês de uma série que sempre aparecia nas minhas indicaç...
28.07
AVISOS DE GATILHOS: INCESTO, ALCOOLISMO, RELACIONAMENTOS TÓXICOS, PAIS NEGLIGENTES, SUICÍDIO. ...
21.07
“Dama da névoa” (Princesa das Cinzas #2) Laura Sebastian Arqueiro – 2020 – 304 páginas ...
17.07
Sinopse: Há muito tempo, a bruxa mais nova do clã Grace apaixonou-se pelo antigo deus da flores...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook