23.06

Teto Para Dois
Autora: Beth O’lary
Páginas: 505
Editora: Intrínseca
Lançamento: Setembro 2019
Sinopse: Eles dividem um apartamento com uma cama só. Ele dorme de dia, ela, à noite. Os dois nunca se encontraram, mas estão prestes a descobrir que, para se sentir em casa, às vezes é preciso jogar as regras pela janela. Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado. Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama. Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Olá pessoal, hoje vim falar para vocês da minha leitura mais recente. Como a própria sinopse já diz, o livro conta a história de dois jovens Londrinos, que, por questões financeiras, acabam dividindo um apartamento, e, uma cama. O curioso, entretanto, é que eles não se conhecem pessoalmente. O trato é que Tiffy teria o apartamento das seis da noite as oito da manhã e também nos finais de semana, e, Leon, das oito da manhã às seis da noite, e passaria o final de semana com a namorada no apartamento dela.

Vou dizer para vocês que quando li a sinopse fiquei super animada. Quem me conhece sabe que eu AMO uma comédia romântica estilo Sophie Kinsella e essa parecia super promissora. Achei o plot super interessante e já comecei o livro com várias expectativas de como a história iria se desenrolar. No começo do livro somos apresentados a Tiffy, uma jovem editora de livros no estilo faça-você-mesmo, e aos seus amigos, Mó e Gerty. Tiffy está lutando para arranjar um lugar para ficar depois que acaba com seu namorado e termina no apartamento de Leon, um enfermeiro de cuidados paliativos que decide dividir o apartamento e usar o dinheiro para pagar um advogado para seu irmão, Richie, que foi preso injustamente.

Uma das coisas que achei interessante no plot é que os dois, tanto Leon quanto Tiffy tem seus relacionamentos amorosos, então fiquei ansiosa para ver como isso se desenrolaria a medida que eles fossem se conhecendo ao dividir apartamento. 

Gostei bastante dos amigos de Tiffy, principalmente Mo, que é psicólogo. Também somos apresentados a alguns personagens secundários que são pacientes de Leon na clínica de cuidados paliativos.

Não vou contar toda a história do livro para vocês porque 1: a própria sinopse resume bem e 2: é meio difícil de contar a história sem dar alguns spoilers, então vamos focar em alguns pontos que gostei e não gostei.

No livro, também conhecemos o ex namorado super controlador e manipulador de Tiffy, Justin. Para mim, essa foi a única parte do livro que realmente valeu a pena a leitura e vou explicar o porquê. O livro tem uma narrativa super leve e “easy going” digamos assim, e dessa maneira a autora conseguiu introduzir alguns elementos pesados na história e explorá-los de uma maneira mais tranquila. O ex de Tiffy, por exemplo, é claramente um abusador. Ele é controlador e total e completamente abusivo. E o relacionamento deles era, de fato, muito tóxico. E o que é realmente legal na história é a maneira como vamos nos dado conta disso JUNTO com a personagem. Porque ela, assim como muitas pessoas na realidade, não se dão conta de como seus relacionamentos podem ser tóxicos e abusivos porque são manipuladas pela outra parte da relação. A maneira como a autora explorou isso e fez Tiffy se dar conta de que a dependência que ela tinha do ex era criada por ELE, foi muito, muito bem construída. Para mim, esse foi o ponto alto do livro, e acho que qualquer pessoa que já passou por um relacionamento abusivo vai concordar com isso.

Mas de resto, para mim, tenho que admitir, o livro foi uma decepção. Veja bem, não é que o livro não valha a leitura. Talvez EU tenha criado expectativas muito altas. Só não achei muito bom. Achei que o plot tinha tudo para ser surpreendente e divertido e a autora, enquanto tratou de muitos assuntos sérios de uma maneira leve, infantilizou muito a personagem principal da história. E isso foi o que eu menos gostei. Achei Tiffy uma personagem muito infantil e ingênua, e não gostei disso nenhum pouco. O modo como a interação entre ela e Leon aconteceu também não me prendeu. Não fiquei ansiosa pelas próximas páginas e, apesar de ser uma leitura super leve, tive que fazer várias pausas porque fiquei constantemente entediada com os personagens.

Outra coisa que não gostei foi o clímax da história e o acontecimento que a autora escolheu para ser o grande obstáculo do casal. Achei bem, bem fraco. E eu pensei em mil coisas melhores que ela poderia ter feito. Sei lá, de modo geral, não foi um livro que me valeu a leitura. Quero dizer, até valeu porque trata de um tema importante, que são os relacionamentos abusivos e como as vezes nos vemos em um sem nos darmos conta do que estamos passando, mas foi só isso mesmo. Achei os personagens principais fracos e o relacionamento entre eles, francamente, meio tosco. Nada no livro realmente me perdeu, e eu só terminei mais por curiosidade e porque já estava mais próxima do fim do que do começo quando decidi que não estava de fato gostando.

Mas é isso, pessoal. Alguns livros nos predem e outros, não. Não foi uma leitura que valeu para mim, mas talvez seja uma que valha para você. Mas estou disposta a dar uma chance para outros trabalhos da autora que possam aparecer 🙂

Para comprar “Teto para Dois” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.
Submarino.
Travessa.
Cultura, o livro digital.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags: , , , , , .
Postado por:
Você pode gostar de ler também
10.07
“Os Olhos da Escuridão” Dean Koontz Citadel Editora – 2020 – 272 páginas Uma busca por u...
07.07
Vem conferir o que sai lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE JULHO The Princess Will Save Yo...
03.07
“Eleanor & Park” Rainbow Rowell Seguinte– 2020 – 360 páginas Uma das maiores obras d...
02.07
A FLIPOP online 2020 irá acontecer entre os dias 9 à 12 de julho e não poderíamos estar mais ani...
30.06
“Daqui a cinco anos” Rebecca Serle Paralela – 2020 – 291 páginas Uma história de amor ...
26.06
“O que sabe o coração” Jessi Kirby Rocco Jovens Leitores – 2018 – 320 páginas Quinn Su...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook