15.05


“Os números do amor”
Helen Hoang
Paralela – 2018 – 280 páginas

Um romance que prova que o amor muitas vezes supera a lógica.

Já passou da hora de Stella se casar e constituir família ― pelo menos é isso que sua mãe acha. Mas se relacionar com o sexo oposto não é nada fácil para ela: talentosa e bem-sucedida, a econometrista é portadora de Asperger, um transtorno do espectro autista caracterizado por dificuldades nas relações sociais. Se para ela a análise de dados é uma tarefa simples, lidar com os embaraços que uma interação cara a cara podem trazer parece uma missão impossível. Diante desse impasse, Stella bola um plano bem inusitado: contratar um acompanhante para ensiná-la a ser uma boa namorada.

Enfrentando uma pilha cada vez maior de contas, Michael Phan usa seu charme e sua aparência para conseguir um dinheiro extra. O acompanhante de luxo tem uma regra que segue à risca: nada de clientes reincidentes. Mas ele se rende à tentação de quebrá-la quando Stella entra em sua vida com uma proposta nada convencional.

Quanto mais tempo passam juntos, mais Michael se encanta com a mente brilhante de Stella. E ela, pela primeira vez, vai se sentir impelida a sair de sua zona de conforto para descobrir a equação do amor.

Stella Lane é portadora de Síndrome de Asperger, que faz com que ela tenha dificuldades em interações sociais, não gosta de barulho, nem de texturas estranhas nas suas roupas, mas o que a mais intriga é não conseguir manter um relacionamento físico satisfatório com um homem. Por esse motivo Stella decide contratar um acompanhante para ajudá-la a ter mais experiência na cama. Com esse começo você pode pensar que se trata apenas de um romance erótico, mas não é.

Ela tinha uma síndrome, mas a síndrome não era aquilo que a definia. Ela era Stella. Um indivíduo único.

Stella tem suas peculiaridades por conta do Asperger, mas isso não a limita como pessoa. Ela tem sua independência financeira, mora sozinha, é dedicada ao seu trabalho e gosta do que faz. No decorrer do livro, ela vê seus sentimentos irem a muito mais do que imaginava ser possível, mas também tem receio de que em algum momento se torne obcecada por Michael porque ou ela era indiferente a algo ou ficava obcecada. Já Michael é mais do que apenas um acompanhante, ele faz tudo por sua família e principalmente por sua mãe, trabalha na lavanderia com ela fazendo pequenos reparos em roupas, mas gostaria mesmo era de criar suas próprias peças.

“Você é perfeita para qualquer um. Tudo o que te torna diferente faz parte dessa perfeição.”

Aqui não temos paixões instantâneas, o romance cresce conforme a história passa, assim como os personagens, que não são perfeitos, e evoluem muito durante o livro. Exatamente por isso que eu fiquei apaixonada por eles desde o começo, sentindo o coração apertado em momentos difíceis e torcendo pelo final feliz. A Síndrome de Asperger não foi colocada na história apenas como um detalhe, a autora Helen Hoang sabe do que está falando, ela descobriu já adulta que tem Asperger e usou sua experiência para criar Stella, fazendo isso de um jeito responsável e delicado. Recomendo demais a leitura de Os Números do Amor, eu tenho toda a certeza de que você também vai ser conquistado por esse casal e pela história deles.

Para comprar “Os números do amor” basta clicar no nome da livraria:

Amazon.
Submarino.
Travessa.
Cultura.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
22.05
[Esse post foi atualizado 11/05 às 20:45] Está acontecendo nessa semana a Geek Week na Amazon: vo...
22.05
“Deuses Americanos” Neil Gaiman Intrínseca – 2016 – 576 páginas Obra-prima de Neil Gaima...
21.05
Como sempre, a Editora Seguinte continua sendo a Editora Rainha de nossos corações e encontrou um ...
19.05
Com todo esse tempo disponível que estamos tendo, não nos resta muita coisa além de ler muit...
19.05
Estamos fazendo 3 sorteios em parceria com a loja Starlight Montra: um no twitter, outro no facebook...
17.05
Vamos falar sobre não ficção? O Festival Na Janela, da editora Companhia das Letras, fez tanto su...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook