21.02

Sinopse: Divertido e envolvente, Dez dates surpresa é uma história sobre crescimento, família e amizade

Sophie planejava aproveitar as férias de fim de ano para ter uma folga de seus pais e passar mais tempo com seu namorado – ela só não esperava que ele quisesse uma folga dela. De coração partido, ela corre para a casa dos avós, onde sua grande família italiana já está reunida para as festas. E é lá que sua Nonna bola um plano para fazê-la seguir em frente: a família deve arranjar dez encontros às cegas para a garota. De dates legais e engraçados aos verdadeiramente bizarros, Sophie passa a entender melhor quem realmente é, e que nem sempre o que achamos querer é o melhor para nós…O livro vai virar filme pela mesma equipe de Para todos os garotos que já amei.

Quando os pais de Sophie concordaram que ela fosse sozinha para a casa da avó no primeiro dia das férias de final de ano, tudo que a garota conseguiu fazer foi comemorar. Não só teria algumas horas sozinha, assim como poderia dar um jeito de passar as férias indo e vindo até a casa dos avós e poderia aproveitar mais tempo com o namorado enquanto os pais cuidavam da irmã dela que estava prestes a dar a luz – e por conta de problemas na gravidez, ela não podia sair de casa para passar as datas comemorativas com a família.

Então, assim que os pais se foram, Sophie aproveitou para ir até a festa onde o namorado estava – apenas para chegar lá e ouvir uma conversa em que ele falava sobre estar chateado com Sophie ter conseguido mais tempo para passar com ele, porque esperava que esses dias longe fossem uma especie de teste para ele poder terminar com a garota e passar o ultimo ano solteiro (risos). Claro que ao ouvir isso, Sophie sentiu seu coração se despedaçar e nem ao menos quis ouvir ele, afinal, quem ia querer, não é mesmo? E foi assim que ela seguiu para a casa da avó dela.

“A casa está lotada, como eu já sabia que estaria. Todo mundo quer fazer parte dessa história dos encontros. Não sei quem é o cara com quem vou sair, mas já sinto pena dele. Não consigo nem imaginar como deve ser buscar uma garota para um date e dar de cara com vinte pessoas te encarando.”

Quando Sophie chegou lá, inconsolável, a avó dela (além de contar sobre o termino naquele telefone sem fio que quem tem uma família gigante e unida tem: quando algo acontece na sua vida, leva apenas alguns minutos até que toda a família fique sabendo sobre isso) teve a brilhante ideia de que, para não ficar sofrendo com o fim do namoro, ela devia sair dez em encontros as cegas que seriam estipulados pelos parentes dela desde o encontro, o que seria feito, até com quem seria e ela ficaria sabendo tudo apenas na hora.

Claro que com isso toda a confusão foi formada: desde encontros que foram perfeitos, até encontros que foram completos desastres, envolvendo até mesmo apostas sobre quanto tempo os encontros durariam ou se Sophie ficaria até o final, até por qual encontro seria o que ela mais ia gostar de participar. Sophie, é claro, tinha um “coringa” na manga: se ela não gostasse da pessoa escolhida ou achasse que estava entrando em uma furada – por conta das meninas malvadas, falarei sobre elas mais abaixo – ela podia usar esse coringa pra simplesmente não ir no tal encontro.

“Mas o que me incomoda de verdade na mensagem de Griffin é ele achar tranquilo eu ter ido em vários dates. Parte de mim não liga para a opinião dele – isso diz respeito a mim, não a ele. E a outra parte se pergunta: se eu amasse alguém de verdade, será que acharia tranquilo vê-lo em dates com outras pessoas?”

Eu acho bem seguro dizer que, salvo o ex-namorado de Sophie, não teve absolutamente nenhum personagem nesse livro que eu não tenha gostado. Sophie é maravilhosa, apesar de algumas vezes eu achar ela meio alheia as coisas na volta dela, tipo quando ela não entende porque os primos de quem ela era mais próxima quando mais nova ficam receosos dela simplesmente deixar eles para lá, mas é possível também entender o ponto dela e esse é um dos relacionamentos que eu mais amei nesse livro.

É muito bonitinho e delicado essa amizade que eles tem entre eles que são a Sophie, o Charlie, a Olivia. E junto com eles três também tem Wes, que é o vizinho da avó deles e que cresceu junto com eles e de quem eles nunca deixaram de ser amigos.

“Ele está tão perto que, se eu quisesse, poderia esticar a mão e tocá-lo. E como eu quero deslizar minha mão na dele…
Mas me contenho, e ele não se aproxima mais. Então, por fim, vai embora.
Assim que entro no carro, Olivia dá uma risada.
Vocês dois estão me matando.

Eu vou evitar falar o nome de quem, de todos esses dates, foi com quem Sophie ficou no final apenas para não estragar a surpresa, apesar de achar que quem está acostumadx com comédias românticas, vai entender rapidinho com quem é assim como eu entendi, mas o que eu posso dizer é que: eu, que não gosto muito de romances, senti meu coração ficar quentinho com esse. Eu realmente amei a forma como foi desenvolvido tudo que ocorreu ali e como chegou no final e shippei, shippei, shippei.

Como eu disse mais acima, todos os personagens desse livro (novamente, tirando o ex) são maravilhosos. Eu me apaixonei pelos tios e tias de Sophie, todos querendo ganhar as apostas, mas ao mesmo tempo querendo também ajudar ela a superar aquela fase ruim que ela estava passando. Eu adorei as “meninas malvadas”, como eles chamam as primas mais velhas – e gêmeas – de Sophie, porque elas realmente não prestavam ao ponto de serem engraçadas no tanto que elas apareceram. Mas ninguém roubou tanto meu coração quanto os avós de Sophie. Eu confesso que em uma certa parte, quando o avô de Sophie conta pra ela a história de como conheceu a avó dela, chegou a me dar um apertãozinho gostoso e triste no peito e me fez sentir bastante falta do meu próprio avô. Eles dois são maravilhosos. Mesmo.

“Se a sua Nonna não estivesse no cinema de coração partido, talvez a gente nunca tivesse se conhecido. Tente se divertir com isso tudo, e você pode se surpreender.”

Queria fazer também uma menção especial ao relacionamento que Sophie tem com a irmã mais velha dela, a Margot. A irmã dela não vai até a casa da avó, porque como eu disse no inicio da resenha, ela está tendo problemas na gestação, mas nem por isso ela deixa de participar das apostas e de ficar trocando mensagens, querendo saber tudo que rola em todos os encontros que Sophie vai – e rir bastante da cara de Sophie a cada coisa que dá errado.

Logo que eu terminei de ler, eu comentei com a Virna como eu achei maravilhoso esse livro e que, apesar de sempre ter um medinho com adaptações, eu queria bastante que se transformasse em um filme porque ele realmente passa toda essa vibe de comédia romântica adolescente (tipo The Duff) e seria maravilhoso ver isso na tela e então ela pesquisou e descobriu que será transformado em um filme pela mesma equipe que está por trás de “Para Todos Garotos que já amei”, então acho seguro dizer que logo virá um filme bem gostosinho pra assistir <3

.
“— Acho que a Nonna estava certa.
Meu rosto se contrai.
Certa sobre o quê?
Sobre essa história dos dates. Você está bonita.
Sinto minhas bochechas esquentarem.
Nossa, eu devia estar um lixo mais cedo.
Ele ri.
Não foi isso que eu quis dizer. Só estou feliz de te ver sorrindo.

Mesmo se você não gosta muito de romances fofinhos assim, eu super indico esse livro. Ele é tão gostoso de ler e tão simples que quando você pega ele simplesmente não consegue largar mais até terminar – e acredite, você vai terminar rápido e ficar querendo muito, muito mais!

Para comprar “Dez dates surpresa”, basta clicar no nome da livraria:
Amazon.
Saraiva.
Submarino.
Martins Fontes, com 5% de desconto com o cupom AFILIADOSRAKUTEN5.
Travessa.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
24.03
Sinopse: Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez ...
18.03
“Todas as coisas extraordinárias” (Fantasmas do Mercado das Sombras) Cassandra Clare e Maureen ...
17.03
Sinopse: Polo voltou à escola. A tensão que sua presença provoca nos estudantes só pode termi...
10.03
“Chain of Gold” (As Últimas Horas #1) Cassandra Clare Margaret K. McElderry Books – 2020 –...
06.03
Março chegou e temos muitas novidades esse mês! Repletos de lançamentos e muitos livros que pro...
28.02
Sabe aquele tipo de seriado "Guilty Pleasure" que você secretamente adora assistir? Acabei enc...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook