31.05

A RAINHA APRISIONADA (Iskari #2)
Kristen Ciccarelli

Páginas: 376
Tradução: Eric Novello
Editora Seguinte

SKOOB

No segundo volume da trilogia Iskari, uma nova heroína entra em cena para lutar pela liberdade de seu povo ― e de sua irmã ― em meio a um conflito que apenas começou. Firgaard foi governada durante décadas por um rei tirano e manipulador, capaz de condenar povos inteiros apenas para aumentar seu poder. Depois de uma grande batalha, Asha, sua filha, conseguiu derrotá-lo. E, assim, Dax, o primogênito, assumiu o poder ao lado de Roa, sua esposa. Roa é uma forasteira vinda das savanas ― um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido e está prestes a entrar em colapso. O maior desejo da nova rainha, mesmo sabendo que não é bem-vinda em seu novo lar, é mudar a vida de seu povo. O que ela não esperava era encontrar uma chance de alterar o curso do destino e trazer de volta à vida sua irmã gêmea, Essie, morta quando criança em um terrível acidente. O único obstáculo? O novo rei.

RESENHA

A Rainha Aprisionada é o companion book de A Caçadora de Dragões (leia a resenha aqui). Por ser um companion book e não uma continuação direta, você pode ler A Rainha Aprisionada sem ler o livro lançado anteriormente dele. Apesar de eles se passarem no mesmo universo e com personagens em comum, eles são independentes (mesmo eu achando que ler os dois livros dá uma amplitude melhor na história, garanto que não é necessário para compreensão).

“Era uma vez uma deusa que trocou seu nome por um tear, seu coração por um carretel e seu rosto por uma faca.”

Em A Rainha Aprisionada conhecemos a história de Roa, personagem que já havia aparecido em A Caçadora de Dragões como a forasteira e esposa de Dax, que é irmão de Asha (protagonista do primeiro livro). É nessa conexão que as histórias se cruzam e conhecemos mais profundamente a Roa, que agora é a protagonista. O segundo livro começa logo após o final dos acontecimentos do primeiro, mas também contém flashbacks para demonstrar como a história de Roa e Dax chegou na situação atual (vale dizer que esses flashbacks são acréscimos inéditos da história e não flashbacks de acontecimentos do livro anterior).

“O amor verdadeiro é o aço mais forte que existe. É uma lâmina que pode ser derretida, cuja forma pode ser alterada a cada batida de um martelo. Mas ninguém é capaz de quebrá-la. Nem mesmo a morte.”

O enredo gira em torno da perda da irmã gêmea de Roa ainda quando eram crianças, em um acidente na qual Dax teve culpa. Roa, agora casada com Dax por questões de estratégia política, precisa lidar com a falta que sente da irmã, cuja alma está aprisionada na terra em uma ave que sempre a acompanha, e também lidar com seu marido, o Rei, enquanto tenta buscar o melhor para seu povo em sua aliança política. Roa então descobre que existe a possibilidade de trazer a alma de sua irmã de volta a vida humana, mas com um preço, o que a envolve em um jogo perigoso.

“O que são almas além de lagartas dentro de um casulo, esperando para renascer?”

Uma das coisas que mais gostei do primeiro livro foi as fábulas intercaladas com a história do livro e, para minha alegria, nesse segundo a autora continua usando esse artifício, mesmo que de maneiras um pouco diferentes. Outro ponto lindo de se ler foi a relação e sentimento entre as irmãs gêmeas Roa e Essie e o quanto de amor que há entre elas. Chega a ser mágico, literalmente.

“As duas irmãs não choraram. Elas vieram em silêncio, segurando uma na outra. Como se não precisassem de nada além do que a gêmea oferecia. Como se, desde que estivessem juntas, não haveria nada a temer.”

Não quero dar muitos spoilers sobre o livro, mas A Rainha Aprisionada tem todos os elementos do seu antecessor: romance, tramas políticas, monarquia, pitada de magia. Confesso que o primeiro livro ainda é meu favorito, achei ele mais criativo e intenso. Porém, o segundo é uma ótima adição para a série! Acredito que quem gostou do primeiro, dificilmente não irá gostar do segundo. Recomendo a todos que curtem uma fantasia com todos elementos citados acima.

E a série não terminou ainda. O próximo (e acredito que último) livro também será um campanion book e se chamará “The Sky Weaver” (A Tecelã do Céu) e contará a história da Safire, prima de Asha, que está presente nos dois livros anteriores. E o mais legal: pelo que li na sinopse, parece que dessa vez teremos um romance entre duas garotas.

Para comprar “A Rainha Aprisionada”, basta clicar no nome da livraria:

Amazon, por R$ 35,88.

Saraiva, por R$ 30,51 com o cupom LIVRARIA15.

Submarino, por R$ 35,92.

Cultura, por R$ 35,88.

Martins Fontes, por R$ 44,90.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags: , , , .
Postado por:
Você pode gostar de ler também
16.08
Vem conferir o que sai lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE AGOSTO Vow of Thieves (Dance of...
13.08
Esse mês foi até difícil selecionar os livros que mais nos chamaram atenção de tanta novidade...
09.08
Sinopse: Dez anos atrás, Suzanne, uma garota de 14 anos, simplesmente desapareceu sem deixar qua...
02.08
“A Primavera Rebelde” (A Queda dos Reinos #2) Morgan Rhodes Seguinte – 2013 – 472 páginas ...
30.07
Sinopse: Na continuação de Graça e Fúria, Serina e Nomi Tessaro vão dar início a uma revolu...
25.07
Com o fim das gravações da série “Quem é você, Alasca?” ontem, dia 24/07, nós resolvemos f...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook