18.12

Dando Um Tempo
Marian keyes
Setembro de 2018 (Brasil)
588 páginas

Sinopse: 
O aguardado novo romance da autora best-seller de Melancia e A mulher que roubou a minha vida. Amy e Hugh vivem o que se pode chamar de casamento perfeito, e apesar de o dinheiro ser curto e o estresse ser muito, sua vida segue uma rotina confortável… até que a morte do pai e de um grande amigo desencadeia em Hugh uma intensa crise durante a qual ele decide que precisa dar um tempo de tudo, sobretudo da vida a dois, e parte rumo ao sudeste asiático, por onde viajará por seis meses. Incapaz de fazer o marido mudar de ideia, Amy sabe que muita coisa pode mudar nesses seis meses. Quando Hugh voltar se voltar , será ainda o mesmo homem com quem se casou? E será ela a mesma mulher? Afinal, se ele está dando um tempo do casamento, ela também está, não é?

Só havia lido um livro de Marian Keyes até hoje: Melância, que, aliás, eu super amei e recomendo. 

A vida de Amy é uma loucura. Passando um pouco dos 40, ela descobre que o atual marido, com quem convive há mais 15 anos, está tendo uma crise de meia idade e decidiu sair pelo mundo por seis meses para se descobrir. A decisão de Hugh implica no fato de que o casal estará automaticamente dando um tempo no relacionamento. Amy, que já foi abandonada por um ex marido anteriormente, se vê desesperada e prestes a ter esta história repetida. Ela tenta tudo que lhe vem a mente mas nada adianta: Hugh parte pelo mundo para tentar se reencontrar. 

A partir daí a estória começa, no começo Amy fica muito perdida, passa pela famosa fossa, e fica realmente muito mal. A mãe de três encontra-se perdida, dividida entre cuidar das filhas, cuidar de casa, manter a empresa que divide com dois sócios, dar atenção ao resto de sua família enorme (ela tem muitos irmãos) e no meio de tudo isso, não se deixar afundar emocionalmente. 

Eu adoro Marian Keyes porque ela é sempre cheia de humor! Todas as leituras dela são muito dinâmicas (você sente as páginas passarem e quando se dá por conta já terminou o livro), e são leituras para rir do começo ao fim. Se você quer se divertir, Marian Keyes é uma escolha certa. Para quem tem alguma dúvida, posso dizer que seu estilo de escrita é super parecido com o de Sophie Kinsella (Becky Bloom). 


Eu recomendaria esse livro extremamente para qualquer mulher de qualquer idade. O livro trata de muitos dos dilemas que enfrentamos diariamente em nossas vidas como problemas de autoestima, a diferença entre homens e mulheres, como ser uma mãe solteira e ensina, principalmente, a como você pode viver e descobrir coisas novas mesmo quando acha que não pode mais. 

“Dominik é muito requisitado – muito. No universo dos cuidadores de pessoas com demência, ele é Kate Moss. O problema é que papai – seguindo o hábito de uma vida inteira – é sempre um paciente difícil e costuma acusar seus cuidadores de serem assassinos em série.”

Na categoria de livros que devem fazer você rir, Dando Um Tempo com certeza está entre os melhores que já li. É pontuado com extrema precisão pelo humor divertido, sarcástico e ácido de Marian Keyes:

Devo dizer que ao ler esse livro me surpreendi demais. No lugar de Amy, por exemplo, tendo que lidar com trabalho e pais doentes e filhas com personalidades extremamente diferentes, eu não teria conseguido. A cada dificuldade que ela enfrentava eu pensava que quero ser exatamente como ela é quando chegar a sua idade. A história mexeu comigo de verdade, mesmo não sendo esse o objetivo do livro. É difícil ver uma personagem mulher, mãe solteira, de classe média, ou seja, a mulher comum do nosso dia a dia, enfrentar tanta coisa e não se colocar no lugar dela. 

“Vou te contar o segredo da felicidade – continuo. – Encha a cara sempre que puder. Faça compras. Se nada disso funcionar, passe três dias na cama comendo rosquinhas. É o que todo mundo faz.”

Minha única crítica ao livro é que a autora introduziu personagens demais muito rápido, e isso pode nos confundir um pouco logo de cara, no começo de um livro. Demorei um pouco para me acostumar com os nomes e quem é quem e quem é filho de quem. Tirando isso, não tenho nada, absolutamente NADA para dizer a não ser:

VÁ. LER. MARIAN. KEYES!!!!!!!!!!!!

Para comprar, basta clicar no nome da livraria:
Amazon, por R$ 35,95.
Submarino, por R$ 39,92.
Martins Fontes, por R$ 47,40 com o cupom AFILIADOSRAKUTEN5.
Saraiva, por R$ 39,92 com o cupom INVASORES.
Cultura, por R$ 49,90.

Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags: , .
Postado por:
Você pode gostar de ler também
19.07
Sinopse: Em seu primeiro livro para o público jovem adulto, a premiada autora Luisa Geisler narr...
15.07
A LC Agência de Comunicação está divulgando a Primeira maratona para escritores no Brasil, que i...
12.07
“Nightflyers” George R. R. Martin Suma – 2019 – 144 páginas Nas fronteiras do universo, um...
09.07
A coluna do mês de Julho chega com tantos lançamentos e notícias que segue o aviso pra vocês sen...
07.07
Vem conferir o que sai lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE JULHO Queen of Ruin (Grace an...
05.07
AVISO DE GATILHOS: Antes de começar a resenha, quero avisar que esse livro provavelmente seja indic...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook