Data de Lançamento: 3 de fevereiro de 2012 (2h26min)
Direção: Tate Taylor
Elenco: Emma Stone, Jessica Chastain, Viola Davis
Gênero: Drama
Nacionalidades: EUA, Índia, Emirados Árabes Unidos

Nos anos 60, no Mississippi, Skeeter é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark, a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.

O início do filme pode nos dar uma impressão errada. Com tons fortes e coloridos nas roupas das mulheres, fotografia clara, laquês exagerados e sotaque carregado, Histórias Cruzadas mostra uma sociedade no seu age, um Estados Unidos em plena realização do ‘Sonho Americano’, com economia fervilhante e desenvolvimento acelerado. Ao menos, é claro, que você seja negro(a).

Baseado no livro ‘A Resposta’ (The Help, no original), escrito por Kathryn Stockett, o filme consegue perfeitamente equilibrar estereótipos  superficiais com uma narrativa profunda e emocionante. Num universo focado na perspectiva feminina e caseira, a história contrapõe as risadas, festas e aparências da comunidade dominante (branca) com a dura, cansativa e penosa realidade das domésticas que trabalham nessas casas (negras). Mas antes que se perceba, esses tipos vão ganhando camadas e camadas revelando muito mais do que apenas as diferenças raciais.

Se pautando em noções hipócritas, os membros privilegiados dessa comunidade sulista ensina e repassa preconceitos dentro e fora de sua própria classe. E Jessica Chastain merece o destaque por conseguir dar delicadeza e sentimentos sinceros a uma personagem que só pode ser descrita como ‘uma boneca Barbie’, mas que jamais consegue ser aceita pelas outras mulheres por simplesmente ser ela mesma.

E se de um lado nós temos a exuberância e o exagero, as mazelas das empregadas são mostradas sempre de forma tranquila e equilibrada. Num momento em que lutar por seus direitos é ilegal e falar é crime, as cabeças e as vozes estão sempre baixas. Mas não se engane, não falta expressividade ou emoções aqui. Pelo contrário, elas transbordam em cada olhar, na postura em cena e principalmente nos silêncios. Viola Davis e Octavia Spencer lideram o melhor núcleo desse conto.

Sem mais delongas, Tate Taylor soube fazer um roteiro preciso e uma direção segura, que sempre estável e intimista (exceto na cena final, mas que demonstra apenas a habilidade do diretor em contar histórias com a câmera), Histórias Cruzadas alcança um feito admirável: de forma simples e sem nunca perder a leveza e a brandura, e trazendo uma narrativa de esperança e superação, escancara uma das maiores máculas da história estadunidense e é, ao mesmo tempo, uma obra de época, mas infelizmente bastante atual.

Pra quem quiser comprar ‘A Resposta’, está por R$36,90 na AMAZON e por R$59,90 na Livraria Cultura.