17.02

Cassie respondeu algumas perguntas em seu tumblr, onde ela fala sobre “The Eldest Curses” e também sobre Kit e Ty em “Rainha do Ar e da Escuridão”. Lembrando que tem SPOILERS de QoAaD! Confira:

birdyloverlightwood-bane: Porque os outros vão encontrar Alec e Magnus em Shangai?

Porque os amigos de Magnus e Alec vão com eles em “The Lost Book of the White”? (Isso não acontece em Red Scrolls – Eu vi que tem um pouco de confusão!) Bom, porque uma das coisas sobre Magnus e Alec que é maravilhosa, que define quem eles são como um casal, que define o relacionamento deles como feliz e saudável, é que eles tem amigos e esses amigos são importantes para eles.

Eu entendo que tem alguma preocupação que se a “gangue de Os Instrumentos Mortais” for com Malec para Xangai em “Lost Book” (mesmo que tenha saído tão pouca informação sobre LBOTF que eu acho que é prematuro se preocupar com qualquer coisa!) vai se transformar em um livro “sobre Clary e Jace e Isabelle e Simon” ao invés de “um livro sobre Magnus e Alec”. Mas não é desse jeito que livros funcionam.

Sim, Clary é a protagonista de TMI: ela está no centro da história. O vilão (Valentim, então Sebastian) está focado nela, por causa dela que começa a queda dele e é por isso que ela mata ele no final. (Assim é a natureza de heróis e vilões!) Sem ela, o mundo como conhecemos acaba (e Thule começa).

Em “The Eldest Curses”, Magnus e Alec estão no centro da tempestade: eles são o foco dos vilões, e as habilidades deles é o que vai fazer eles (e os amigos deles) passarem por isso, e os problemas deles vão se mostrar os maiores obstáculos. Mas assim como TMI seria vazio sem Alec, Magnus, Simon, Maia e Isabelle, “The Eldest Curses” não pode existir em um vácuo também. Eu nunca escrevi e nem tenho interesse em ler livros sobre personagens que não tem nenhum amigo ou interesse em amizades, que não tem relacionamentos com outras pessoas, que estão passando por um vazio e divorciados de qualquer relacionamento além do romântico. Assim como em TMI Clary nunca parou de amar ou ver Simon, em TEC a irmã de Alec e o melhor amigo dele sempre vão ser vitais pra ele.

Todos os livros do Universo Shadowhunter são sobre a importância dos laços entre as pessoas, do modo que nenhum herói fica sozinho – aqueles que são fortes, são fortes porque eles estão certados por fortes laços de amor: amizade, familiar, romântico e incondicional. Eles também são sobre criar uma família, de todos os tipos – encontrando familiares sanguíneos, adotando novos familiares, fazer amigos tão próximos que sentem como uma família. Em TMI, os personagens muitas vezes se juntam para ajudar Clary a fazer o que ela precisa. Em TEC, com Magnus e Alec como protagonistas, dessa vez seus amigos Shadowhunters se juntam para ajudar eles! (Resposta curta: é por isso que eles vão para Xangai. Eles querem ajudar Magnus e Alec).

Esses são os livros de Magnus e Alec, então as pessoas importantes para eles são importantes. Tem um limite muito difícil sobre o quanto você pode explorar um personagem sem explorar o relacionamento dele com as pessoas importantes para ele – além do relacionamento romântico – e parte do que TEC é, é sobre explorar Magnus e Alec como personagens mais completamente: não apenas quem eles são em seu relacionamento como casal (mesmo que isso seja um foco), mas quem eles são de todas as maneiras. Isso não significa que alguém vai tirar o brilho de Magnus e Alec – eu acredito que Magnus e Alec brilham o bastante para que ninguém consiga. 🙂

onomatopoeiasuga: Durante “Dama da Meia-Noite” e “Senhor das Sombras”, nós vimos Ty se importando muito com Kit. Ele dormiu na frente da porta dele todos os dias quando Kit chegou no Instituto, ele tentou incluir ele nas atividades dele e de Livvy, tentou fazer ele se sentir seguro e bem vindo e apenas ajudou ele com a nova vida dele. Mas em “Rainha do Ar e da Escuridão” Ty parecia bem distante e negligente, é quase como se ele não se importasse com Kit e nem ligou para o fato de que Kit partiu. Isso foi uma consequência de perder Livvy ou ele apenas nunca ligou realmente?

Bom, eu tenho a impressão que já respondi o oposto dessa pergunta, então vamos lá!

Ty não está distante ou negligente em Rainha. Ele está machucado por um grande luto. Perder um irmão é terrível: perder um irmão gêmeo é um tipo unico de inferno que muitas pessoas não sobrevivem. Tem um termo especifico para alguém que perdeu um gêmeo: “Um gêmeo sem gêmeo”, e tem grupos de apoio e terapias especiais para as pessoas lidarem com essa perda tão profunda.

O luto afeta pessoas de formas diferentes. No caso de Ty, ele está focado na ideia de que ele pode salvar Livvy e trazer ela de volta – que ele não perdeu ela de forma alguma. Algumas vezes essa crença fica na beirada (fazendo ele, por exemplo, quebrar todo o quarto), mas principalmente ele se segura nesse mecanismo de sobrevivência. Isso simplesmente não deixa ele com muito de emocional para gastar com Kit. De novo, não é negligencia ou porque ele não se importa. Ty está sofrendo muito. Ele querer Kit perto dele enquanto ele está tentando trazer Livvy de volta, indica o quanto ele se importa com Kit; ele está se segurando nele, porque ele não tem mais força emocional para ser alguém em quem Kit vai se apoiar, mas também porque ele confia em Kit. A pior coisa que poderia ter acontecido com Ty na vida dele, acabou de acontecer. Não é estranho que ele não possa pensar em como estar lá para as outras pessoas. Ele mal consegue estar lá para ele mesmo.

E ele fica perturbado com Kit indo embora. Ele pergunta repetidamente se pode ver Kit.

“Onde está Kit, de verdade?” Ty perguntou … “Eu sigo perguntando, mas ninguém me fala.”

Magnus olhou para ele, seus olhos de gato escurecidos. “Kit está bem. Ele está com Tessa e Jem. Ele vai morar com eles.”

Ty implora para dizer adeus para Kit.

“Eu sei”, Ty disse. “Eu sei, mas eu posso dizer adeus para ele?”

“Ele já foi”, Magnus falou. “Ele não quis se despedir de você.”

Fica bem claro para Ty, para Magnus e para os outros que Kit não quer ver ele. Então continuar insistindo seria desrespeitar do que como disseram a ele, era o desejo de Kit; não seria um sinal de que ele se importa com Kit, mas o oposto. O pedido minimo de Ty – de poder dizer tchau para Kit – e o fato de que foi negado, é uma das coisas mais tristes pra mim, de toda essa confusão, mesmo que não seja culpa de ninguém.

É totalmente normal quando algo acontece entre duas pessoas em um livro que é triste – tipo duas pessoas se afastando quando você esperava que elas ficassem juntas – ter esse desejo de culpar um dos dois. Mas ninguém é culpado nessa situação. Essas são duas pessoas que não estão no mesmo lugar emocionalmente em um momento crucial: isso não significa que eles nunca vão estar ou que um deles tenha feito algo errado.

Rainha do Ar e da Escuridão em português é o próximo livro do universo dos Caçadores de Sombras a ser publicado aqui no Brasil e já está em pré-venda na Amazon por R$ 51,29 (com brindes) usando o cupom RAINHA10 para dia 04 de março próximo, e virá com um capitulo extra e as artes que vieram na edição norte-americana, mas somente na 1ª edição. Para comprar é só clicar AQUI, e para todas as informações sobre a pré-venda aqui no Brasil, acesse AQUI.

Já os outros livros do mundo das sombras que serão publicados ainda nesse ano de 2019 são: “The Red Scrolls of Magic” já está em pré-venda na Amazon Brasil por R$ 92,68 em sua versão física e capa dura para o dia 9 de abril, e para comprar, basta clicar AQUI. “Ghosts of the Shadow Market”, em pré-venda para 4 de junho de 2019 por R$ 92,68 em capa dura, pode ser comprado clicando AQUI. Você também pode comprar o e-book EM INGLÊS de “Chain of Gold”, que está em pré-venda para 19 de novembro de 2019 por R$ 42,90, clicando AQUI. Ainda há um box chamado “Shadowhunters: Short Story Colletion” que virá com os exemplares capa dura e com os extras das “Crônicas de Bane”, “Contos da Academia dos Caçadores de Sombras” e “Fantasmas do Mercado das SombrasEM INGLÊS e será lançado dia 18 junho e já está a venda na Amazon por R$ 265,78 e para comprar basta clicar AQUI. Lembrando que tudo isso são versões EM INGLÊS e sem data de publicação no Brasil ainda.

Ainda algumas informações importantes para quem desejar comprar na Amazon: o livro somente é cobrado na sua fatura quando enviado. Se nesse período de tempo o preço baixar, você paga o preço mais barato. A Amazon Brasil também dá frete grátis acima de 99 reais e a Amazon disponibiliza gratuitamente seu aplicativo Kindle que permite que você leia seus livros digitais em qualquer dispositivo (tablete, celular, notebook, etc) e para baixar, basta clicar AQUI.

Para saber tudo sobre “The Eldest Curses“, mais conhecida como a trilogia Malec, basta vir AQUI.

Para saber tudo sobre “Os Artifícios das Trevas“, basta vir AQUI.

Fonte [x], [x]

Postado por:
Você pode gostar de ler também
02.12
Conforme tinha dito anteriormente, Cassie irá divulgar em sua newsletter todo dia 1º de cada mês ...
20.11
Cassie enviou a newsletter do mês de Novembro e nela tem novidades sobre lançamentos dos livros, a...
18.11
Cassie postou em seu tumblr um novo trecho de “Chain of Gold” onde podemos ver James, Tatiana e ...
10.11
Cassandra Clare postou agora há pouco, em seu tumblr, uma ordem de publicação de seus próximos l...
10.11
Em novas respostas em seu tumblr agora à tarde, Cassandra Clare falou sobre os personagens dos “A...
08.11
Cassie postou em seu tumblr um trecho de "Chain of Gold" da Lucie conhecendo o Jesse quando ela tinh...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook