12.01

Sinopse:

Novo livro do autor best-seller Bernard Cornwell que já vendeu quase 1 milhão de exemplares no Brasil.

No coração da Inglaterra elisabetana, o jovem e atraente Richard Shakespeare sonha em fazer carreira na cena teatral de Londres, um universo dominado por seu irmão mais velho, o ilustre dramaturgo William Shakespeare. Mas Richard não tem um tostão nem apoio de seu irmão, que, em vez de o acolher, entrega-o aos cuidados de Sir. Godfrey, um clérigo cruel e pervertido que treina meninos para furtar e encenar. Com um rostinho bonito, carisma e talento, Richard ingressa na companhia de teatro de Shakespeare, representando, muito a contragosto, papéis femininos. A relação dos irmãos, no entanto, é marcada por constante tensão, e, cada vez mais distantes, à medida que William alcança a fama, Richard se vê tentado a romper em definitivo a lealdade fraternal. Então, quando um precioso manuscrito desaparece misteriosamente, as suspeitas recaem, evidentemente, sobre o caçula. Preso em um perigoso esquema de traição e desonestidade, Richard, sem saída, com sua carreira e até mesmo a vida de seus colegas em jogo, embarca em uma aventura épica na excitante ― porém traiçoeira ― Londres elisabetana para resgatar os valiosos escritos e reconquistar a confiança da trupe.

No momento em que li a sinopse de Tolos e Mortais eu me interessei pela história. Como não se interessar sobre algo que se trata de Shakespeare? Porém dessa vez não é o William Shakespeare que todos nós conhecemos, e amamos, mas sim o seu irmão mais novo, Richard. A ideia de um livro se focar na história do irmão do ilustre dramaturgo realmente pegou minha atenção, e talvez tenha me feito ficar com expectativas muito altas para o livro, que infelizmente acabou não lhe alcançando.

Bernard Cornwell é um autor que eu conheço bem, eu amo sua escrita e a forma como desenvolve seus enredos, e ele também foi um dos motivos pelo qual estava esperando um livro que fosse me fazer ficar sem chão, considerando que amei todas as suas outras obras que já li. Entretanto Tolos e Mortais não mantém o padrão do autor em suas outras obras, o enredo não é tão forte e emocionante, seu protagonista não é tão bem construído. Foi erro meu esperar algo completamente igual aos outros livros do autor, mas para mim foi impossível não esperar por algo pelo menos similar.

O livro retrata a história de Richard sofrendo para se manter no mundo do teatro como um ator nas sombras do seu irmão mais velho, considerando que teatro ainda estava no seu caminho de se tornar algo realmente lucrativo na época. William, inclusive, parece amar ridicularizar seu irmão mais novo por não ter tanta fama quanto si, e quando o teatro começa a ficar mais popular, a rivalidade entre os irmãos só faz crescer. E devo dizer que essa foi uma das coisas que não fez muito sentido para mim. A forma que o autor caracterizou o William, o fazendo ser um personagem um tanto quanto controverso, e trabalhando um pouco demais na rivalidade entre os dois homens Shakespeare. Acabou saindo um pouco forçado.

Uma das coisas que eu gostei bastante foi a forma que a era elisabetana foi interpretada. Sem dúvidas Bernard fez sua pesquisa muito bem, e você realmente se sente andando pelas ruas da Inglaterra, tudo é muito bem descrito e até mesmo a forma como o teatro funcionava naquela época, que depois fui pesquisar por pura curiosidade, foi representado de uma forma verídica. E como o verdadeiro corvinal que sou, não pude não gostar de aprender coisas novas.

Em conclusão, Tolos e Mortais não é um livro ruim. Muito pelo contrário, eu acredito que muitas pessoas possam amá-lo e se apaixonar pelo mesmo. Eu tive problemas com a obra simplesmente por já ter criado uma ideia de como seria antes de ler, alta expectativa sobre algo realmente pode acabar com a experiência. Mas se você está procurando por um livro que se passe nessa época, sem retratar guerras e batalhas, esse é o livro para você sem dúvidas.

Para comprar “Tolos e Mortais”, basta clicar no nome da livraria:
Amazon, por R$ 33,10.
Saraiva, por R$ 35,90.
Submarino, por R$ 35,92.
Martins Fontes, por R$ 44,90.
Cultura, por R$ 44,90.



Arquivado nas categorias: Blog , Livros com as tags:
Postado por:
Você pode gostar de ler também
12.11
Novembro chegou e com ele muitos, muitos títulos bastante esperados! Vem com a gente ler tudo que...
08.11
Sinopse: Jeff Zentner, autor de Dias de Despedida, traz outra história comovente sobre família,...
05.11
Vem conferir o que sai lá na gringa esse mês! LANÇAMENTOS DE NOVEMBRO Call Down the Hawk (Dr...
01.11
“Os sete maridos de Evelyn Hugo” Taylor Jenkins Reid Paralela – 2019 – 360 páginas Lendár...
29.10
Mais um dia das Bruxas chegando e fizemos uma segunda lista com 10 filmes, séries ou livros, tudo...
25.10
Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossíve...

Deixe seu comentário



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Siga @idrisbr no Instagram e não perca as novidades
Facebook