Cassie fala sobre Drusilla Blackthorn e seu peso!

Cassandra Clare, The Dark Artifices, The Shadowhunter's Chronicles, The Wicked Powers

Em uma resposta maravilhosa em seu tumblr, Cassie falou sobre Drusilla Blackthorn, que será uma das personagens principais de “The Wicked Powers”, e sobre o peso da personagem. Já traduzimos tudo e não contem spoiler algum de “Senhor das Sombras”, então podem ler sem medo.

Perguntas & Respostas: O corpo de Dru

ashyldeni disse: A Dru é gorda? Eu já vi um monte de argumentos dizendo que ela é só tem curvas e outras pessoas dizendo que ela é gorda. Eu sei que você disse que ela era uma personagem plus size, mas eu não tenho certeza se você quis dizer que a Drusilla é uma garota grande com curvas ou simplesmente gorda.

Eu diria que essa é um pergunta é difícil de responder, não porque eu não sei como a Dru é, mas porque não tem uma definição sobre o que gorda significa, ou até curvilínea ou uma garota grande. Eu usei plus size porque para mim isso significa que a Dru compra roupas em lojas plus sizes, assim como ela não compra roupas em lojas de “tamanho normal” – GAP, H&H, etc. (Apesar de todos nós que somos plus size sabermos perfeitamente que tamanhos variam amplamente de marca para marca e roupas de tamanho “normal” podem ser esticáveis ou aumentar o tamanho ou cortadas para um corpo mais cheio, então sim, esse também não é um termo perfeito.) Não existe um termo perfeito para descrever os corpos das mulheres quando se trata de peso, porque tem muitas coisas intensamente negativas ligada à ideia de que uma mulher não se encaixa na ideia de um anuncio de como o corpo feminino devia ser.
Mulheres que foram chamadas de gordas repetidamente:

Miley Cyrus, Beyoncé, Demi Lovato, Jessica Simpson (quando estava grávida), Selena Gomez, Ashley Judd, Scarlett Johanssen, Halle Berry, Venus e Serena Williams, Angelina Jolie, Jennifer Lopez, Niki Minaj, Jennifer Lawrence.

Por que você quer falar sobre meu peso? Eu quero dizer, não importa quanto eu peso. Isso é horrível. Você se sentiria confortável se eu perguntasse seu peso? O filme é mais interessante do que discutir esse assunto.

Essas mulheres são gordas? A Dru é gorda? Eu não sei. Eu não sei o que “gorda” deveria significar. Eu me descrevo como gorda frequentemente porque eu não vejo algo negativo ligado à palavra. É uma descrição que significa que eu não encaixo em ideais amplamente aceitas socialmente sobre como os corpos das mulheres deveriam ser (apesar de que nada disso se aplica a nenhuma dessas mulheres acima.) Eu também não ligo ser chamada de gorda, mas muitas pessoas ligam e consideram isso um insulto. Eu também conheço um monte de mulheres que eu considero magras que se chamam de gordas o tempo todo. O problema é que “gorda” – mesmo quando nós queremos usar como um descritor natural – é abreviado para uma longa lista de insultos negativos: feia, estúpida, preguiçosa, inútil. Então quando eu sou perguntada se a Dru é gorda ou só com curvas é difícil ler isso como uma pergunta que diz: A Dru é feia e estúpida e preguiçosa e inútil ou ela é aceitável nos limites do que é considerado atraente pela sociedade convencional?

Então aqui eu estou usando “gorda” como um generalizador de palavras para o “não padrão de beleza dominante com extrema magreza.” Não é para mim uma palavra que significa uma coisa distinta de “com curvas” porque você pode ser gorda e com bastante curvas. Uma “garota grande” pode ser alguém que é alta e gorda ou alta e magra.

Você não coloca uma garota grande dentro de um vestido grande” – The New York Times, 2010

Na verdade um dos problemas de até ter essa discussão é que ela tem um significado profundamente grosseiro, misógino, culminando a linguagem idiota em que “curvilínea” significa “magra, com grandes seios” e “gorda” significa “tipo de corpo inaceitável de acordo comigo, Rodney, o curador de tudo que é quente no mundo das garotas.”

Eu vou linkar aqui alguns exemplos de homens (e mulheres, porque as mulheres estão constantemente se afogando em um mar de misoginia e ódio ao próprio corpo, provocado pelo ambiente tóxico em que somos obrigados a viver) explicando o que a diferença entre alguém gordo e entre alguém com curvas, de uma maneira que deixa bem claro que há muita problematização na tentativa de impor especificidades de linguagem, que torna o curvilínea algo diferente do que ser gordo e que a gordura muitas vezes não significa nada além de “Eu quero insultar essa mulher e ‘gorda’ é a pior coisa que você pode dizer.”

Alguns podem achar esses links sensíveis por causa da intensa incongruência corporal e da misoginia envolvida, então fiquem avisados.

Gorda vs. Curvilínea

Isso é curvilíneo, isso não é

Algum idiota tem uma opinião

Dru tem apenas treze anos agora, mas mais tarde, em “The Wicked Powers”, terá dezesseis/dezessete anos, e ela será considerada linda por si mesma e por muitas outras pessoas, e isso não tem nada a ver se ela é gorda ou não. Como Sarah Rees Brennan abordou em um grande texto sobre sua heroína de “tamanho grande”, Mae, muitas pessoas sentem um desconforto profundo com a ideia de que uma garota pode ser “gorda” e também sexy, confiante e desejada. Na verdade, eles pensam que talvez a mulher em questão não seja gorda… talvez ela tenha apenas “algumas curvas”… porque se ela for gorda, ninguém a acharia bonita, certo?

(Pff. Eu já fui gorda e magra, eu já pesei 44 quilos, e eu estou mais feliz e me sinto mais bonita agora que eu jamais me senti quando magra. Eu tenho um parceiro fabuloso que me ama muito e me acha lindíssima, uma coisa que eu nunca tive quando estava magra. Na maior parte eu namorei vários idiotas.)

Dru tem um tipo de corpo que vai fazer com que as pessoas com gordofobia a respondam com gordofobia? Sim. Nós já vimos isso. Sabemos que há pessoas na vida de Dru que a irritam muito sobre seu peso – pessoas desagradáveis, como sua tia. Essas pessoas não tentam falar algo do tipo para Ty ou Livvy. Elas estão falando coisas ruins pra Dru. Portanto, Dru parece diferente, seu corpo parece diferente, é o que Livvy diz. A maneira na qual Dru é frequentemente falada e como reage, e a maneira que ela pensa – se preocupar em ser vista comendo por outras pessoas, por exemplo, porque quando você é gorda e você come em público, as pessoas agem como se você estivesse fazendo algo maligno e nojento – reflete a maneira de como ela é tratada por uma sociedade que valoriza o valor de uma mulher por quão pouco ela pesa. Nós também sabemos que Dru é muitas vezes confundida com ser mais velha, o que muitas vezes acontece com garotas muito jovens quando são “gordas” – porque as curvas indicam “amadurecimento” e os corpos das mulheres são examinados e sexualizados, embora ela ainda tenha apenas treze anos.

Então, de certa forma, essa é a resposta para a sua pergunta. Dru tem um tipo de corpo que provoca essas respostas e esses tipos de julgamentos. Eu realmente acho que é tudo o que alguém precisa saber. Eu acho que as diferenciações entre alguém ser “gorda” e “curvilínea” e “largo” e “acima do peso” e “gordinha” e “grandinha” servem mais para prejudicar do que para serem úteis. A história de Dru é muito pessoal pra mim e é muito sobre questões que conheço e também tenho experiência pessoal. Dru vai ser uma garota com confiança – sua opinião sobre si mesma não é determinada pelo tamanho do seu vestido – mas isso não significa que ela nunca será incomodada pela patrulha de corpos ou policia de corpos, porque essas coisas são reais e existem. Muitas experiências que ela vai ter serão as experiências que eu tive.

Estou ansiosa para compartilhar essas experiências, e Dru, com todos vocês.

Esse é o tipo de resposta que Cassie entrega que faz com que tenhamos orgulho de sermos fãs dela.

Senhor das Sombras”, o 2º livro da trilogia “Os Artifícios das Trevas”, será o próximo livro de Cassandra Clarr lançado aqui no Brasil, no dia 04 de setembro próximo e virá com cards dos personagens, além de um capitulo especial, em sua 1ª edição. Para saber aonde comprar mais barato e tudo sobre a edição, basta vir AQUI.

Para saber tudo sobre “Os Artifícios das Trevas”, basta vir AQUI.

Para saber tudo sobre “The Wicked Powers”, basta vir AQUI.

Fonte