Cassandra Clare fala sobre religião no mundo das sombras!

Queen of Air and Darkness, The Last Hours, The Shadowhunter's Chronicles

Cassie respondeu seu tumblr uma pergunta sobre a religião dentro do mundo das sombras e como Simon Lewis está lidando com ser judeu, além de um caçador de sombras – e com isso falou que teremos outros personagens que também mostrarão sua vida afetada pelas religiões conhecidas dos mundanos.

Confiram tudo já traduzido:

Perguntas & Respostas: Religião

yourbitchystudentcollector disse: Olá, Sra. Clare! Sou uma grande fã e estava pensando duas coisas. A cultura dos caçadores de sombras depende do lugar, tipo, os caçadores de sombra do leste Africano têm uma cultura diferente dos caçadores de sombra americanos? E há um tempo atrás, você respondeu alguém dizendo que não poderia haver caçadores de sombra muçulmanos por causa da cultura dos caçadores das sombras, mas e os mundanos que se tornaram caçadores de sombras? Como Simon, que ainda é judeu, embora seja agora um caçador de sombras.

Caçadores de sombras vivem em todo o mundo e, como tal, sua cultura é absolutamente moldada pelas culturas mundanas que os cercam. Citando um post anterior sobre o assunto:

“O problema é que caçadores de sombras tem sua própria religião. Eles adoram Raziel e, como tal, não podem ser muçulmanos ou católicos ou pertencerem a outras religiões da maneira que os humanos mundanos podem. No entanto, eles vivem espalhados por um mundo que contém muitas crenças diferentes, e pedaços de cultura regional se misturam nas vidas dos Nephilim. Jem fala frequentemente de crenças (reencarnação, a Roda da Vida) que são específicas do budismo. Embora Cristina reze ao Angel Raziel, literalmente, há muito sobre suas crenças que são tingidas pelo catolicismo e ecos da cultura que ela cresceu. Então, em essência, Cordelia e sua família absorveram parte da cultura e da religião circundante, como Jem quando ele estava crescendo em Xangai.”

Os humanos que ascendem estão em uma posição diferente, uma vez que eles trazem suas próprias crenças e identidades com eles, no entanto, é esperado que eles adorem Raziel como seu criador e profeta, o que essencialmente contradiz toda a religião humana existente (e é por isso que eu disse que lá não existem caçadores de sombras muçulmanos ou cristãos realmente – porque ser um caçador de sombras e acreditar em suas crenças muitas vezes não é compatível com outras religiões, e uma vez que essas religiões fazem parte da cultura mundana e a cultura mundana é proibida – bem, vocês podem ver o problema.) Simon não está disposto a desistir de sua identidade judaica, então ele está essencialmente sendo discreto e trabalhando no processo bastante complicado de conciliar seu judaísmo com o que ele pensa sobre Raziel, anjos e caçadores de sombras.

Outros que ascenderam também fizeram isso – mantiveram, reconciliando e ajustaram suas próprias crenças e práticas, mesmo depois de ascenderem. Como Simon, eles geralmente tentam manter discrição em torno de suas crenças, uma vez que eles poderiam tecnicamente se meter em problemas por agirem de uma maneira que parece contrariar a crença em Raziel – e, como Simon, eles geralmente desenvolveram algo tipo uma religião híbrida, uma maneira de tornar suas crenças e crenças Shadowhunter compatíveis. Você vai certamente ouvir mais sobre as experiências de Simon e onde ele está com seu judaísmo em “Queen of Air and Darkness”, e com a mãe de Cordelia em “The Last Hours”, você verá uma personagem cuja vida é profundamente influenciada pela cultura muçulmana, bem como pela crença Shadowhunter.

Senhor das Sombras”, o 2º livro da trilogia “Os Artifícios das Trevas”, será lançado aqui no Brasil dia 04 de setembro próximo e virá com cards dos personagens, além de um capitulo especial, em sua 1ª edição. Para saber aonde comprar mais barato com o desconto especial que conseguimos na Amazon e tudo sobre a edição, basta vir AQUI.

Para ler a sinopse de “Senhor das Sombras” e saber tudo sobre “Os Artifícios das Trevas”, basta vir AQUI.

Fonte