Dedicatória do Will para Tessa (Conteúdo Extra)

Esse conteúdo extra veio em algumas edições internacionais de Príncipe Mecânico. Se trata de uma dedicatória/carta que Will escreveu para Tessa em um exemplar do livro “Um Conto de Duas Cidades”, de Charles Dickens. Uma curiosidade é que esse mesmo livro faz uma aparição na história de “Cidade das Almas Perdidas”.

Dedicatória do Will para Tessa

Tess, Tess, Tessa

Já houve um som mais lindo do que o seu nome? Falar em voz alta faz meu coração bater como um sino. Estranho imaginar, não é – um coração batendo – mas quando você me toca, é como é: como se meu coração está tocando no meu peito e o som trás arrepios em minhas veias e estilhaça meus ossos com alegria.

Por que eu escrevi estas palavras neste livro? Por causa de você. Você me ensinou a amar este livro que eu tinha desprezado. Quando o li pela segunda vez, com uma mente e coração abertos, eu senti o desespero mais completo e inveja de Sydney Carton. Sim, Sydney, pois mesmo que ele não tivesse esperança de que a mulher que ele amava o amaria, pelo menos ele poderia dizer-lhe seu amor. Pelo menos ele poderia fazer alguma coisa para provar sua paixão, mesmo que a coisa fosse morrer.

Eu teria escolhido a morte por uma chance de dizer a verdade, Tessa, se eu pudesse ter a garantia de que a morte seria a minha própria. E é por isso que eu invejava Sydney, pois ele era livre.

E agora que finalmente estou livre, e finalmente posso dizer, sem medo de machucar você, tudo o que eu sinto no meu coração.

Você não é o último sonho da minha alma.

Você é o primeiro sonho, o sonho que eu nunca fui capaz de parar de sonhar. Você é o primeiro sonho da minha alma, e desse sonho eu espero que venham todos os outros sonhos que valham uma vida inteira.

Com, finalmente, esperança ,

Will Herondale.

[Traduzido por Equipe IdrisBR. Dê os créditos. Não reproduza sem autorização.]