Cassie respondeu algumas asks em seu tumblr, onde ela fala sobre Julian e Emma, sobre masculinidade tóxica, definição de vadia, gênero reverso e outras coisas, além de postar um pequeno trecho de “Queen of Air and Darkness”. Só vale um aviso que essas respostas podem ter gatilho para assedio sexual e slut-shaming. Confira:

emmablackthxrn: Há pessoas que acreditam que Julian chamou Emma de vadia em ‘Senhor das Sombras’ quando ele a lembrou que ela namorou Mark e ele, e então disse “Quem é o próximo, Ty?”. Como você se sente sobre o que as pessoas vem dizendo e com a situação num geral?

Uma das coisas interessantes sobre a ficção é que é tão flexível em suas análises porque as pessoas leem por ela e dentro dela. Você sempre traz suas próprias ideias, gatilhos, preconceitos, preferências e opiniões para ler, então é raro – inexistente, até – ter qualquer personagem ou evento num livro, ou alguém, que todos concordem sobre.

Ninguém tem que gostar do Julian – ou de qualquer personagem! As vezes um personagem lembra de alguém que você não gosta ou seu tio grosseiro ou o que seja. Sarah se volta contra personagens ruivos todas as vezes. Uma coisa que direi sobre sua pergunta é que, bem, essa cena no livro não é como você descreveu, na verdade. Não é uma cena onde Julian traz a tona que Emma namorou Mark e ele. Ele traz a tona que ela terminou com os dois. Essa foi uma escolha específica que eu fiz, linguisticamente, porque eu queria deixar claro eu Julian não estava humilhando Emma por ter tido um relacionamento com Mark. Quer dizer, eu achei que tinha deixado claro! Mas aqui está a cena:

“E por falar em confissões, você estava planejando contar ao restante da família de Mark por que deu um pé na bunda dele sem avisar.
Emma se revelou admirada.
— Está zangado porque eu e Mark terminamos?
— Acho que você deu um pé na bunda de dois irmãos dele, se é que nós estamos mesmo contando — falou ele como se ela não tivesse dito nada. — Quem vai ser o próximo? Ty?
No mesmo instante Julian se deu conta de que tinha ido longe demais”

Não há menção a namoro ou sexo aqui, e isso é proposital. Zara, por outro lado, realmente chama Emma de vadia. Ela a chama de piranha e é muito específica se referindo aos rumores sobre as experiências sexuais de Emma, porque é isso que chamar de vadia é. É específico sobre o comportamento sexual feminino e as suas vidas sexuais. É sobre se apropriar de seus corpos e de suas escolhas sobre ele. Não é sobre romance ou emoções ou relações interpessoais complexas. É sobre sexo, e isso é importante, porque mulheres serem julgadas pelo que elas fazem sexualmente – por serem provocativas, se vestir sensualmente, fazer muito ou pouco sexo – é parte do policiamento sobre o corpo feminino e sua vida sexual que é endossado elo controle patriarcal sobre as mulheres e o que gera a violência sexual contra mulheres.

Então aqui está o que acontece com Jules: ele sabe que Emma terminou com ele inesperadamente, tendo dito a ele de repente que queria estar com seu irmão e não com ele, num ponto em que ele acreditava piamente que Emma e ele estavam ambos melhores amigos e apaixonados. Foi um choque incrível que partiu seu coração e sua confiança. Ele tem medo que ela – inacreditavelmente e longe de sua personalidade – causado a Mark a mesma dor. Julian teme por Mark – ele te medo que Mark esteja frágil, que ele será arrasado – (Julian é apaixonado por Emma, e passa por um difícil processo para imaginar que ela terminar com você não é basicamente a pior coisa que pode acontecer com qualquer um). Não há nada nessa cena que mostre ele julgando Emma por seu comportamento sexual. Há apenas sua raiva porque ele está preocupado que ela machuque Mark emocionalmente. Como antes, confundir críticas sobre a sexualidade feminina ou com seu comportamento sexual com seu comportamento sexual (“Elena terminou com Brad por bilhete grudado num bolo no dia do funeral de sua mãe! Foi tão cruel!”) diminui o horror real de chamar de vadia, que é a perpetuação da ideia de que a sexualidade de uma mulher pode e deve incorrer num espécie de julgamento pejorativo que leva a violência e abuso sexual e à lógica de que “ela mereceu”.

Sobre Jules: Julian é um personagem complicado, e personagens complicados carregam sentimentos complexos. Julian não é nosso típico macho-alfa, e isso é muito problemático para muitas pessoas, que irá frequentemente refletir um sentimento de perturbação em relação ao personagem ou a narrativa. Note a recorrente conversa sobre como Julian não pode ser realmente alto. (Mais sobre isso depois). Ele cozinha, toma conta das crianças, ele é um cuidador. Ele é para seus irmãos mais novos uma figura paterna. Ele faz brinquedos a mão para Ty e escreve e desenha livros inteiros para ele a fim de ajudar com seu processo de linguagem. Ele prefere manipular a ferir fisicamente ( porque seus infortúnios o obrigaram a mentir e assim pó diante, mas certamente ainda é verdade) o que é uma falha associada a mulheres (manipulação é frequentemente visto como “arma feminina”). Eu sabia que isso seria um problema para alguns leitores, mas é interessante ver Julian ser atingido por certo desprezo e ódio geralmente reservado a personagens femininas, que – devido a podre misoginia que nos cerca todo o tempo – é geralmente associado a fraqueza, inveja e maldade. (também é interessante que quando faça sessões de autógrafos, as pessoas me dizem como ficam apavoradas com Julian – eles assumem que ele ira morrer, porque eles leem essas características do estereótipo feminino, e temem que recaia sobre Julian o destino que recai a todas as personagens femininas dúbias: basicamente eles assumem que vou matá-lo porque personagens femininas que não seguem o código moral quase sempre morrem. O que, droga, porque eu amo uma mulher de moral dúbia!)

Olha, misoginia está por todo lugar. Não posso dizer que nunca me tocou, ou apareceu inconscientemente no meu trabalho. Eu tento me manter consciente disso e tenho sido cuidadosa em escrever que Julian nunca pergunte a Emma sobre sua via sexual . Mesmo quando Mark e Emma estão terminados e Julian e Emma se reconciliam, Julian nunca sequer pergunta a ela se ela beijou Mark muito menos se ela transou com seu irmão ou qualquer coisa próxima. (Muitas pessoas, homens e mulheres estão se queimando em curiosidade). Julian s[o trata a vida sexual de Emma como relevante quando ela e está fazendo sexo com ele. De outra maneira, é problema dela. NO que se refere a sexo, ele sempre pergunta a ela se está ok ou se ela quer parar, e ele sempre para SM reclamar quando ela diz que quer parar. Ele tem zero problemas com ela ser mais experiente sexualmente que ele. Básica decência humana, claro, mas não o comportamento de macho-alfa que geralmente vemos.

Tem uma parte interessante em Queen of Air and Darkness onde Emma conversa com Julian sobre alguma coisa que a Cote disse, em que eles o zombam por ter uma garota como parabatai (meninos são geralmente julgados por isso pelos Caçadores de Sombras sexistas, como se ter uma parceira de luta mulher o fizessem mais fracos ou femininos)

“Julian, se lembra o que Dane disse, que você era o tipo de cara que tem uma garota como parabatai?” Ela se ajoelhou na cama, erguendo-se sobre os cotovelos para olhar diretamente nos olhos dele. “Isso é algo que sempre amei em você, mesmo antes de eu me apaixonar por você. Você nunca pensou que o diminuiria por ter uma garota como sua parceira de luta, nunca agiu como se nós fossemos nada além de completamente iguais. Você nem por um momento me fez sentir como se eu tivesse que ser fraca para que você fosse forte.”

Emma conhece Julian melhor que ninguém, e ela em algumas ilusões quanto a ele nessa conjuntura. (Ela vai dizer a ele algumas coisas bem menos positivas). O ponto é, eu não escrevi isso porque eu achei que estava elogiando Julian, eu apenas pensei que era a verdade sobre Julian e relevante para os personagens no momento. E também conhecia muitas pessoas que iam gostar menos de Julian por isso, e o considerar fraco. Essas coisas toxicas da masculinidade, está ao nosso redor, e se expressa de formas particulares.

Retornando ao comentário de Julian sobre dar um pé na bunda de Mark, foi uma coisa babaca de se dizer a Emma, e ele não devia ter dito isso. Pessoas falam coisa cruéis as vezes no calor do momento, especialmente quando estão de coração partido ( e especialmente, como Julian, quando eles são produtos de um trauma intenso e de uma adolescência quase completamente negligenciada, o que é uma forma de abuso). Há uma diferença real entre explodir com alguém e carregar um comportamento tóxico, entretanto, e um elemento-chave para essa diferença é: a pessoa reconhece que o que ela disse passou dos limites e se desculpa? Aqui está o que Julian disse em seguida:

“Ele olhou para ela por um longo momento.. ‘Me desculpe’, ele disse. ‘ O que eu disse foi inaceitável e cruel’”

Julian reconhece seu próprio comportamento, julga e se desculpa por ele sem melindres. Raro é o personagem que nunca faz nada errado mas é interessante ver pessoas julgando Julian por explodir com Emma porque ele está preocupado que ela tenha magoado seu irmão e perdoem Kieran por ter deixado Emma ser chicoteada. (Foi a intenção de Kieran? Não! Mas se ele pode reparar o erro ao se arrepender, é estranho que Julian não possa). Claro, nós sempre estamos mais propensos a perdoar personagens que gostamos, mas é sempre bom considerar nossas razoes com cuidado. Como eu disse, é totalmente o não gostar de Julian – ele é um herói romântico estranho e não-usual para um livro, e eu sei que ele não seria aliados de todo mundo. Mas eu penso que é importante não usar palavras como ‘chamou de vadia” displicentemente, ou fazer o termo abranger muita coisa o torna inexpressivo, porque é uma coisa tão séria com grande impacto a vida das mulheres.

bluedepressionaesthetic: Por favor não mate o Jules 🙁

Oh, querido. *Tapinha nas costas*

Oii Cassie! Este não é exatamente um caso sério, mas, tem havido bastante discussão sobre as alturas dos garotos de TDA, mais especificamente em como Julian ser o mais alto faz com que Mark e Kieran sejam ‘pequenos’ XD então eu estava pensando, quais são exatamente as alturas do personagens de TDA?

Eu não sei todas as suas alturas, a menos que surja de alguma forma na história. Julian é mais alto que Mark e Mark e Kieran são quase da mesma altura. Isso só acontece porque Mark pensa em LM que Julian era mais baixo do que ele quando saiu e agora é mais alto. No entanto, Julian ser alto não faz Mark ou Kieran serem pequenos, igual Julian ser míope não significaria que eles têm visão perfeita. Além disso, eu realmente não consigo compará-los – eu assumi que Mark era menor porque Mark estava desnutrido na Caça Selvagem e provavelmente não alcançou sua altura total, mas por outro lado eu nunca pensei muito sobre isso. (E infelizmente, a verdadeira razão pela qual alguém se importa é que a altura nos homens é estereotipada com poder, masculinidade e outras coisas masculinas de gênero. Durante anos lidei com pessoas pensando que Jace era mais alto que Alec, embora Alec fosse repetidamente descrito como mais alto que Jace.)

A grande problema é que coisas estereotipadas de macho alfa normalmente vêm embrulhadas com outras coisas estereotipadas de macho alfa na mesma embalagem, mas não é necessário. Eu escolhi fazer de Julian um cara que cria filhos, abraça bebês, faz panquecas, usa avental, faz compras, é alto e pode transar com uma mulher contra parede a noite toda, se é isso que ela quer. Por que não? 🙂

Fonte [x]