Q&A: Lucie e Raphael

Ghosts of the Shadow Market, Livros, The Last Hours, The Shadowhunter's Chronicles

Cassie respondeu duas perguntas em seu tumblr, falando sobre Lucie e o poder dela e também falando sobre Raphael e ele ser um vampiro. Confira:

blusargente: Oi, Cassie! Eu estava me perguntando, Lucie tem algum poder que ela tenha herdado de Tessa como James tem (a habilidade com as sombras)? Também, eu amo seus livros e obrigada por todo tempo que você devota a gente, nós apreciamos isso! 🙂

O prazer é meu! Lucie tem sim um poder… um que ninguém sabe sobre… e de algum jeito é ainda mais assustador que o de James 😉

molyxd: Oi, Cassie! Eu acabei de ler “Son of the Dawn” e amei. Raphael é meu personagem favorito, então eu fiquei bem feliz de ver ele de novo. (Alias, aquela pequena cena dele com Ragnor me fez gritar). Uma das muitas coisas que eu amei, foi quando Raphael falou para Zacariah que ele está sempre se testando. Eu amo Raphael porque ele é muito forte e que ele está sempre disposto a fazer de tudo para ficar mais forte. Mas Raphael está sempre se testando? Ele está tentando ultrapassar os limites do que ser um vampiro implica?

Obrigada! Foi muito divertido para Sarah e eu escrevermos Raphael de novo! Nos trouxe de volta aos bons e velhos tempos de “Saving Raphael Santiago”. Eu me lembro de dar a Sarah um pequeno pedaço de “Cidade do Fogo Celestial” para ler, e ela começou a chorar e me bater, o que eu não achei uma critica muito útil. Eu acho que Raphael está sempre se testando, sim – ele é um disciplinador realmente severo, e isso inclui ele com ele mesmo. Eu também acho que Raphael é sempre duro com ele mesmo porque ele está sempre sob a sombra de ser um vampiro e, como uma pessoa fervorosamente religiosa com uma mente muito tradicional, se considera amaldiçoado. “Eu não tenho alma” ele diz sobre si mesmo em “Cidade do Fogo Celestial”, mesmo fazendo uma coisa extraordinariamente nobre. Uma das primeiras coisas que Jace nota sobre ele em “Cidade dos Ossos” é a cicatriz da cruz de Raphael, e essa cicatriz é um símbolo do que Raphael acredita que ele teve e perdeu – humanidade, graça, Deus. Se transformar em um vampiro, também, deixou Raphael com uma intensa sensação de culpa por matar seus amigos assim que ele renasceu. Raphael não conseguiu parar – em “Cidade das Cinzas”, Simon ataca Clary do mesmo jeito. É claro que Simon com a cabeça no lugar nunca teria feito isso, e se ele tivesse machucado Clary, Simon ficaria devastado. Raphael é o espelho obscuro de Simon aqui – ele sofreu o que Simon foi poupado. Ele tem um grande senso de responsabilidade e ele se considera responsável por seus amigos, e responsável pelas suas mortes: não é verdade, mas para Raphael, é verdade emocionalmente, e é o porquê ele nunca foi capaz de se livrar da ideia que a transformação dele é uma maldição. Eu não acho que Raphael está tentando ultrapassar os limites de ser um vampiro tanto quanto lembrando a si mesmo, com uma implacabilidade característica, que ele é um, com tudo que isso implica.

Para saber tudo sobre “The Last Hours“, clique AQUI.
Para saber tudo sobre “Ghosts of the Shadow Market“, clique AQUI.

O primeiro conto de “Ghosts of the Shadow Market” está à venda na Amazon por R$ 9,43 e você pode comprar clicando AQUI. O conto pode ser lido com o aplicativo Kindle em qualquer dispositivo (tablet, celular, computadores) e é gratuito – baixe clicando AQUI.

O segundo conto de “Ghosts of the Shadow Market“, “Cast Long Shadows” está em pré-venda na Amazon por R$ 9,68 e você pode comprar ele clicando AQUI.

Fonte [x], [x]

Assuntos