Cassie respondeu uma pergunta em seu tumblr onde ela fala sobre Julian e Emma e sobre o porque ele acreditou que Emma realmente amava Mark. Confira:

pianoviolin831: Oi, Cassie! Primeiro eu queria te agradecer por escrever um mundo tão maravilhoso com pessoas tão diversas – como uma Chinesa Americana, é ótimo ter representação. Isso pode ser bem estupido, mas como Julian não percebe que Emma ainda o ama no final de “Dama da Meia-Noite” mesmo com ela namorando Mark? Porque eles estavam se beijando no sótão em “Senhor das Sombras” antes de Emma falar “Mark” e eu só fiquei confusa sobre como Julian não notou que Emma tinha sentimentos por ele. Julian queria acreditar que Emma amava Mark? Amo você!

Obrigada! 🙂

Fica estabelecido no inicio de “Cidade do Fogo Celestial” que Emma tinha uma paixãozinha por Mark e que Julian tem ciúmes:

Mais tarde, Emma percebeu mais um monte de outras coisas a respeito de Mark: o modo como o formato do rosto, diferente e influenciado pelo sangue de fadas, era atraente, e a largura de seus ombros sob as camisetas. Ela não sabia por que notava essas coisas, e não exatamente gostava disso. Sentia vontade de bater em Mark ou de se esconder, com frequência as duas coisas ao mesmo tempo.
Você está encarando – falou Julian, olhando para Emma acima dos joelhos do uniforme de treinamento todo manchado de tinta.
Ela voltou a prestar atenção num sobressalto.
Quem?
Mark… de novo. – Ele pareceu aborrecido.

Em todo “Dama da Meia-Noite”, é claro que Julian tem ciúmes de Mark de um jeito que ele não tem ciúmes de mais ninguém. Não só sobre Emma, mas o relacionamento de Mark com seus irmãos e irmãs. Mark é tudo que Julian deseja ser, mas não pode. Apesar de ele saber que Mark teve um tempo difícil nesses últimos anos, ele também tem ressentimento que o peso da responsabilidade ficou em cima dele tanto tempo.

Você precisa entender — disse ela. — Julian faz tudo por essas crianças. Tudo. Nunca vi um irmão que é tanto como um pai. Ele não pode dizer apenas sim, ele tem que dizer não. Ele precisa lidar com disciplina, punição e negação. Enquanto você, você pode dar qualquer coisa. Pode se divertir com eles.

Julian pode se divertir com eles — argumentou Mark um tanto sorumbático.

Não pode — disse Cristina. — Ele está com inveja porque os ama, mas não pode ser um irmão. Ele tem que ser pai. Na cabeça dele, eles têm medo dele, e adoram você.

Julian está com ciúme? — Mark parecia espantado. — De mim?

E:

Estava cercada por demônios Mantis quando fomos, então temos fotos da parte de dentro, mas não da de fora — falou Mark, quanto Ty foi pegar as fotos. — Quanto aos demônios, eu e Emma cuidamos deles.

Ele deu uma piscadela para Emma. Ela sorriu, e Julian sentiu aquela pontada aguda de ciúme que sentia cada vez que Mark flertava daquele jeito que as fadas faziam, com uma espécie de humor cortês sem qualquer peso real por trás seria sortudo se seu irmão e sua parabatai se apaixonassem? As pessoas não sonhavam que aqueles que amavam também se amassem?

E depois:

“— Sei que é ridículo. Mas quando você tinha uma paixonite por Mark, aos 12 anos, é a primeira vez que me lembro de ter sentido ciúme. Não faz o menor sentido, eu sei disso, mas não conseguimos descartar as coisas que mais tememos. Se você e Mark algum dia… Acho que eu não teria como me recuperar.”

Então porque Julian não consegue deixar a ideia de que Emma decidiu que ela queria Mark ao invés dele? Por causa do que ele mesmo disse: não conseguimos descartar as coisas que mais tememos. Esse é o maior medo e insegurança dele. Não é como se Emma tivesse escolhido Mark aleatoriamente. Ela fez porque ela conhece Julian, e ela diz a Julian que ela e Mark estão juntos porque é a única coisa que ela consegue pensar que vai o fazer parar de amar ela. Julian confia nela, e confia que ela não o machucaria; por causa do laço parabatai que proíbe eles de estarem juntos, Julian sabe perfeitamente bem que Emma não viria com uma história que vai machucar ele tão horrivelmente se não for verdade. Ela literalmente não tem nenhum motivo que Julian saiba para mentir sobre isso. Não ocorreria a ele que ela estava mentindo, porque ele não sabe sobre a maldição. Nós não assumimos simplesmente que pessoas que amamos e confiamos iam nos contar mentiras horríveis por nenhuma razão, é completamente fora da personalidade de Emma, e é de fato algo que ela não faria exceto que ela sabe sobre a maldição – e Julian não. E por causa dos seus medos e inseguranças específicas em torno de Mark, Julian está mais propenso a acreditar na mentira do que estaria se ela escolhesse qualquer outra pessoa para mentir sobre. É por isso que Emma escolhe Mark para mentir para Julian. Ele era o único com quem o plano dela teria uma chance de funcionar. Não funcionou porque Julian queria acreditar nisso. Funcionou porque ele tinha medo disso.

Fonte [x]