Q&A: “Queen of Air and Darkness” e Julian

Lady Midnight, Livros, Lord of Shadows, Queen of Air and Darkness, The Dark Artifices, The Last Hours, The Shadowhunter's Chronicles

Cassie respondeu duas asks em seu tumblr, onde ela fala se vamos ver outros lugares em “Queen of Air and Darkness” e “The Last Hours” e também falando sobre Julian ser um herói, anti-herói ou vilão. Confira:

whyidontlikeyou: Oi, Cassie. Nós vamos ver novos lugares em “Queen of Air and Darkness” ou “The Last Hours”? Obrigada!

Sim, nos dois.

sweetielloyd: Oi, Cassie! Eu amei o ultimo trecho de “Os Artifícios das Trevas” que você nos deu, todo mundo agora está pensando que Julian vai ser um anti-herói e quebrar o laço parabatai! Mas eu estava querendo saber se encontrar uma solução para ele e Emma vai ser uma prioridade de Julian em QoAaD ou se outras coisas como vingança ou justiça vão ser mais importantes pra ele… Argentina ama você!

crristinarosales: Oi! Nós vamos ver Julian ir em um caminho de anti-herói em QoAaD ou talvez em “The Wicked Powers”?

Eu acho que tem uma grande diferença entre um herói, um anti-herói e um vilão. Nós todos sabemos muito bem sobre heróis, mas anti-herói é um pouco mais complicado. Eles tendem a ser heróis em que faltam qualidades tradicionais de heróis – muitas vezes falta a qualidade “sempre escolher sem egoísmo a coisa certa” que nós atribuímos a heróis.

Mas também pode faltar a eles características que eu consideraria parte do tradicional estereotipo gênero binário – heróis homens que não são fortes fisicamente, heroínas femininas que tem vícios como fumar ou beber – pra encurtar, personagens fazendo trabalhos significantes enquanto minam papeis tradicionais de gênero é, às vezes, o bastante para te deixar rotulado como anti-herói ou até mesmo um vilão. Muitas vezes somos levados a ver violação de papeis de gênero como um aspecto de imoralidade, já como somos influenciados pelas historias que vieram antes da gente, muitas das quais apresentam gêneros de jeito bem tradicional – isso é, de fato, do que tradições são feitas. (Boas mulheres precisam de resgate, bruxas tem algum plano, homens vilões tem um interesse por roupa e são abertamente emocionais, e etc.) Eu definitivamente quis interrogar e inverter os papeis de gênero para Emma e Julian em alguns aspectos, então Emma é mais forte fisicamente para lutar, e é quem tem experiência sexual, enquanto Julian é o cérebro, focado nas crianças e em cuidar da casa. E eu acho que isso faz as pessoas olharem para eles desconfiadas, sentindo um desconforto inconsciente. Eu recebo muitas perguntas sobre a moralidade de Emma ligada ao passado sexual dela, e a moralidade de Julian ligada ao que ele deve estar planejando (como se ele não estivesse sempre claramente trabalhando no objetivo de proteger a família dele, e ao invés disso estivesse dando gritos como Sebastian “queimar o mundo todo”), e eu acho que é porque parcialmente nós estamos acostumados a ver personagens que são diferentes do normal da sociedade como “imorais”.

Mas, é claro, personagens não se parecem com nada – o que faz um personagem é o que o personagem faz, e por que. Anti-heróis incluem Sherlock Holmes, Tony Stark, Jessica Jones, Severus Snape, Jaime Lannister, House, A Noiva em Kill Bill, Spike nas ultimas temporadas de Buffy… Will em Anjo Mecânico parece ser um anti-herói e na verdade se torna o herói. Herói, vilão e anti-herói todos existem num espectro de moralidade, e eles podem trocar de lugar com uma grande facilidade.

De algum jeito, Julian sempre foi um anti-herói, então perguntar se ele vai se tornar um – bom, esse cavalo já deixou o celeiro. Julian mente para proteger sua família e faz coisas impiedosas para proteger sua família: ele escolhe a família acima do bem maior e sempre fez. Ele consegue manter segredos de Emma e dos leitores, o que faz ele (eu espero) um personagem interessante, mas também um personagem inquietante. Nós não sabemos sempre o que ele está planejando, enquanto no final de Príncipe Mecânico, nós sabíamos o que Will estava planejando.

É natural se sentir incerto sobre Julian – ele já demonstrou ser capaz de extremos para proteger as crianças dele. Nós sabemos que ele sofreu um grande golpe no final de “Senhor das Sombras” e nós sabemos que grandes escolhas morais estão vindo pra ele em termos de descobrir como ele e Emma podem ficar juntos (uma solução que eles dois querem muito encontrar). Julian vai fazer algumas escolhas complicadas. Mas Emma também vai, e Kit e Ty e Cristina e Kieran e Mark… Julian não é o único para se preocupar com a morte de Livvy, e enquanto ele sempre foi um anti-herói, ele ainda não é um vilão.

Fontes: [x], [x]

Assuntos