Q&A: Thomas Lightwood, “The Eldest Curses” e Malec

Chain of Gold, Livros, The Eldest Curses, The Last Hours, The Lost Book of the White

Cassie respondeu algumas asks em seu tumblr, onde ela fala de Thomas Lightwood e também sobre o que vamos ver em “The Eldest Curses” e Malec! Confira:

Shiirotora: Oi, Cassie. Thomas Lightwood vai ter um interesse amoroso?

Oh, sim. 😉

Patchciprianjo: Oi, Cassie. Você pode explicar a linha do tempo de “The Eldest Curses”? A infância de Magnus, mais sobre o passado, outras coisas sobre um futuro que ainda não conhecemos? Como Alec vai ser introduzido na história? Obrigada <3 O Brasil te ama.

Nós vamos ver muito mais sobre o passado do Magnus – em flashbacks, nos pensamentos de Magnus, e conforme Alec vai descobrindo mais sobre o namorado dele – mas nós começamos “Red Scrolls of Magic” em Paris, e seguimos a aventura deles pela Europa, trocando os pontos de vista entre Magnus e Alec. Então Alec está sempre lá. The Eldest Curses é inteiramente sobre a história de Magnus e Alec, em como eles se tornaram dispostos a morrer um pelo outro e como eles aprenderam a viver um pelo outro.

the10000fangirl: Oi, Cassie! Eu estou bem animada com “The Eldest Curses”, mas estava me perguntando: os livros vão ter um vilão ou uma história complexa? Se algo maior tivesse acontecido, Alec não teria falado para Jace e os outros em “Cidade dos Anjos Caídos”?

TEC, eu espero, tem uma história complexa e com certeza tem vilões, mas não vou dar nenhum spoiler sobre quem pode ser! Alec é uma alma honesta, e ele contaria a Jace qualquer coisa que fosse sobre ele, mas no primeiro livro de TEC, os problemas vem do passado do Magnus, de pecados que Magnus cometeu – pecados que ele pode ter cometido – e o segredo do pai dele, que Magnus não se atreve a contar para Alec, mas que é um grande peso na mente de Magnus e influencia bastante na história. Alec é muito consciente do áspero preconceito da Clave (assim como Aline, a filha da Consul, e especialmente a meio-fada Helen!) e Alec faz quase tudo que ele faz durante e depois desse livro para proteger Magnus. Quanto menos pessoas souberem, menos escorregadas podem acontecer. (Os títulos tem bastante foco em magica, para refletir o fato de que os livros são muito sobre os membros do submundo – principalmente focado em feiticeiros.) A gangue de “Os Instrumentos Mortais” sabe mais sobre o que acontece em TEC 2 (mais sobre isso depois!), mas como são pessoas que já foram muito ajudadas por Magnus e que amam ele, estão todas a bordo para cuidar e proteger Magnus quando chega a vez deles. Então algumas coisas acontecem em TEC 2 que ninguém da gangue de NY pode contar para a gangue de LA… e tem certas dicas sobre isso em TDA.

hippytrippie: Hey, Cassie! Eu estava querendo saber sobre “The Eldest Curses”. Por alguma razão na minha cabeça eu imaginei que ia ser apenas um livro como “As Cronicas de Bane” ou “Contos da Academia dos Caçadores de Sombras”, mas eu estava olhando nas suas datas de lançamento e parece que vão ser livros e não contos… Então eu estava querendo saber: esses livros vão ser grandes, assim como TMI, TID, TDA? Obrigada por sua atenção! E feliz dia das mulheres, você me inspira sempre.

Obrigada! Meus leitores me inspiram todos os dias. TEC é uma serie de livros, assim como TMI, TID e TDA, mas focada em Magnus e Alec. O primeiro livro, “The Red Scrolls of Magic” vai ser lançado em Março de 2019 (menos de um ano agora!) e está na minha editora, passando por edições. Na verdade, eu tenho umas informações sobre isso. “The Red Scrolls of Magic” vai ser publicado como YA, já como agora eu terminei, minha editora acredita que é claramente um livro YA – cheio de adolescentes como Alec, Helen e Aline, descobrindo o amor pela primeira vez. Nos últimos anos teve uma mudança de maré em livros YA, que agora estão muito mais liberados para um romance gay tomando o centro, quando antes tinham a péssima ideia de que romance gay era mais adulto do que romance hétero. Eu estou muito feliz que adolescentes gays e meus outros leitores fieis podem encontrar o livro na seção YA junto com meus outros livros, e fico muito honrada que ele vai tomar lugar junto com outros maravilhosos livros YA com foco no romance gay, como o livro de Mackenzi Lee “The Gentleman’s Guide to Vice and Virtue”, o de David Levithan “Garoto Encontra Garoto”, o de Malinda Lo “A Line in the Dark” e de Rainbow Rowell “Carry On”.

Quanto ao comprimento “The Red Scrolls of Magic”, já como é um romance mais focado nos dois personagens principais do que num conto de ação e aventura como meus outros livros, é um pouco mais curto que os outros livros. (Ainda que maior do que a maior parte dos livros YA. Eu sou como sou.) O segundo livro “The Lost Book of the White” pode ser um pouco maior (mas não tenho certeza ainda) por razões que vou responder na próxima pergunta…

khushi-arnav-love: Oi! Eu adoro tudo que você escreve, você é minha autora favorita e eu realmente amo e apoio seu trabalho. Eu queria saber o quão longe no futuro o ultimo livro de TEC vai estar, tipo se vai estar se passando durante “Os Artifícios das Trevas” ou talvez durante “The Wicked Powers”? Por favor, não faça outro epilogo como o de “Princesa Mecânica” porque era maravilhoso, mas ainda assim tão triste e eu estou preocupada que o epilogo de TEC vai ser tão destruidor quanto esse. Amor da Bulgária!

Eu não sei, eu acho que o final de “Princesa Mecânica” funcionou muito bem, eu realmente adoro as respostas dos leitores sobre ele, não posso prometer nada. 😉 TEC como uma serie é bem intercalada entre outras histórias – então o primeiro livro é a viagem de Magnus e Alec para longe de todos, na qual o relacionamento deles se aprofunda e se fortifica e que nós não vimos ou ouvimos muito sobre. Foi um tempo que eu tirei apenas para eles, e esperava poder revisitar. Eu tenho meus dedos cruzados que vocês vão amar a diversão, o perigo e o amor em Março de 2019. Eu não quero dar muitos spoilers, mas vou dizer isso sobre o segundo livro: Se passa na passagem de anos entre o final de “Os Instrumentos Mortais” e o inicio de “Os Artifícios das Trevas”: também é depois de “Contos da Academia dos Caçadores de Sombras” (você não tem que ler os contos para ler TEC 2, mas eu acho que é divertido fazer, então – e um bônus, é lá que vemos Max, o filho de Magnus e Alec, pela primeira vez). Em TEC 2, nós podemos ver todos os personagens de TMI se transformando nos adultos que nós reencontramos em TDA. Então nós vamos como Simon e Isabelle aprendem a ser um casal em um novo jeito depois de ter um relacionamento a distancia complicado pela amnesia, quando Simon volta a viver em Nova York, agora como um Shadowhunter. Nós podemos ver como Jace e Clary se tornam os chefes do Instituto de Nova York e como isso afeta o relacionamento deles com os amigos deles. Nós vemos tudo isso pelos olhos de Magnus e Alec, que estão lidando com serem pais – e que a experiência de nova paternidade é interrompida pela necessidade de ir em uma jornada perigosa que deve ser mantida em segredo da Clave a todo custo, devido ao que isso significa para Magnus em um mundo que se afunila entre a Paz Fria e a Clave lentamente se tornando mais conservadora contra membros do Submundo. Alec está tentando lutar contra a maré crescente de preconceito contra a aliança de Shadowhunters e membros do Submundo que ele formou com as lideres dos vampiros e dos lobos, Lily e Maia, que é muito importante pra ele. Agora ele tem um filho que é membro do Submundo, assim como um parceiro que é um feiticeiro, então Alec tem que enfrentar o que isso significa e que planos ele quer fazer para o futuro deles, e agora que o nome de Alec é famoso entre os membros do Submundo, Alec está enfrentando desafios únicos como o único Shadowhunter no mundo que alguns membros do Submundo conseguem confiar. A escura realidade de ser filho de quem é, é algo que Magnus tem fugido toda sua vida (nós vemos mais disso em TEC 1!), e agora que Magnus é um pai também, ele tem que enfrentar isso… e o seu próprio terror de que ele pode, apenas por ser quem ele é, falhar com Alec e o filho deles – ou até mesmo deixar eles em perigo. Essas coisas são espaços que eu mantive abertos na história, esperando poder preencher, e eu espero que vocês fiquem animados de ver Magnus e Alec e a família de “Os Instrumentos Mortais” em Março de 2020 de um jeito que vocês nunca viram antes.

Para saber tudo sobre “The Last Hours”, clique AQUI.

Para saber tudo sobre “The Eldest Curses”, clique AQUI.

Fonte: [x], [x]

Assuntos