Cassie fala sobre o processo de publicação de “Fantasmas do Mercado das Sombras”!

Cassandra Clare, Ghosts of the Shadow Market, Livros, Queen of Air and Darkness, The Shadowhunter's Chronicles

Cassandra Clare deu uma entrevista falando sobre como funciona o processo de criar contos com suas amigas – Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson, Robin Wasserman e agora Kelly Link – para o projeto “Ghotst of the Shadow Market” (“Fantasmas do Mercado das Sombras”, em tradução livre), que começa a ser publicado em abril de 2018. O projeto envolverá diversos personagens durante os séculos, com Jem Carstairs no centro.

Na entrevista, Cassie falou sobre como nasceu o projeto e ainda sobre como ele se encaixará na linha do tempo das “Crônicas dos Caçadores de Sombras”.

Confiram tudo já traduzido por nossa equipe:

Cassandra Clare lança publicação de “Contos” colaborativos

Depois de passar duas semanas comicamente sombrias no México em 2009, Cassandra Clare poderia ser perdoada se ela nunca embarcasse novamente em um retiro de escrita. Com o conselho de um amigo, a autora de livros da lista de mais vendidos para jovens adultos, dirigiu-se para o sul buscando paz e tranquilidade com a colega escritora Holly Black. Em vez disso, as duas acabaram aconchegadas em uma casa não aquecida com pouca eletricidade nos arredores de San Miguel de Allende. Em certo ponto, quando Clare tentou acender um aquecedor portátil, ela acidentalmente queimou seus próprios cílios.

Provavelmente, no geral, deveríamos ter feito mais pesquisas,” disse Clare, olhando para trás sobre a viagem. No entanto, quando ela voltou para a Nova Inglaterra, ela tinha escrito 75 mil palavras. Black havia escrito 50 mil.

Com bastante coisa escrita nas mãos, Clare e Black decidiram perseverar, embora em melhores acomodações. Agora, entrando em seu nono ano, seu retiro foi realizado em locais ao redor do mundo, e cresceu para incluir os amigos escritores mais próximos de Clare e Black. Este ano, o retiro deu origem a um projeto ambicioso também. Com Clare no comando, cinco dos participantes irão auto-publicar oito histórias curtas de coautoria em forma de e-book.

Intitulado de “Ghosts of the Shadow Market” (“Fantasmas do Mercado das Sombras”, em tradução livre), a série será ambientada no mundo das Crônicas dos Caçadores de Sombras de Clare e inclui contos de Clare, Maureen Johnson (“Truly Devious”), Robin Wasserman (“Garotas Más”), Sarah Rees Brennan (“In Other Lands”) e Kelly Link (“Get in Trouble”). As histórias serão lançadas mensalmente de abril a novembro em todas as principais plataformas digitais, por US$ 2,99 cada.

A ideia foi lançada ao lado da piscina em uma pequena aldeia fora de Florença no retiro de 2017 do grupo.

Estávamos falando sobre aspectos da construção dos nossos mundos,” disse Clare, “e eu estava falando especificamente sobre o mercado das sombras. É uma espécie de lugar sem lei nos meus livros, onde você pode comprar coisas sombrias e trocar bens sombrios por serviços obscuros.” Quando outros no grupo expressaram interesse em contar uma série de histórias de coautoria que giravam em torno do mercado, a série nasceu.

As escritoras têm um precedente a seguir: duas antologias que se passam no mundo dos Caçadores de Sombras – “As Crônicas de Bane” (2014) e “Contos da Academia dos Caçadores de Sombras” (2016) – os quais surgiram de retiros anteriores.

Autora-Transformada-Editora

Kelly Link é uma das coautoras da série atual e estava entre as escritoras no retiro. Uma das co-fundadoras e proprietária da Easthampton, da Small Beer Press, Link propôs que a Clare mesma publicasse os livros em vez de voltar para a editora de longa data, Simon & Schuster. Para Link, a ideia parecia um passo natural.

Há muitos escritores que não querem se distrair com [o processo de publicação], mas Cassandra é uma mulher de negócios muito inteligente,” disse Link. “Ela também tem um enorme alcance em termos de público. Como resultado, Clare não enfrenta os mesmos desafios em levar livros aos leitores que pequenas editoras e autores que se publicam enfrentam.

Clare e as outras embarcaram na ideia. “É um projeto legal e excitante ter esse nível de controle minucioso que normalmente não temos quando publicamos,” disse Clare, que formou uma empresa chamada Shadow Market Enterprises para abrigar o empreendimento. Clare agora está a cargo de coordenar tudo, desde o conteúdo até as capas, garantindo que tudo isso se junte muito mais rápido do que um processo de publicação tradicional. Para evitar spoilers, todos os livros serão lançados antes da publicação de “Queen of Air and Darkness” (“Rainha do Ar e da Escuridão”, em tradução livre) em dezembro, o próximo livro das Crônicas dos Caçadores de Sombras.

Para apoio, Clare procurou o marido do Link, Gavin Grant, co-editor da Small Beer Press. Grant concordou em embarcar como gerente do projeto. “Sempre gostei de assumir e trabalhar em diferentes partes da publicação,” disse Grant. “Criar uma pequena editora para publicar uma única edição e viver e morrer por um projeto é uma coisa estranhamente divertida de fazer.

No entanto, o trabalho tem suas dificuldades. “Um dos principais desafios é que existem cinco escritoras femininas individuais que têm vários contratos de livros com vários editores que tem prazos múltiplos,” afirmou Grant. “Então, dizendo: ‘Você tem essa história pra entregar… Como está indo?’ E não ser grosseiro [é difícil].

A viabilidade do projeto recai sobre o vínculo que as autoras formaram ao escrever juntas por tantos anos. “Eu ficaria nervosa se eu não estivesse fazendo esse projeto com pessoas que eu vi enfrentar obstáculos em suas próprias carreiras,” disse Link. “Eu vi como elas lidam com problemas, e elas lidam com eles efetivamente. Eles não dirigem o aborrecimento pras outras pessoas; Eles apenas lidam com isso e superam conversando.

Por exemplo, quando Clare leu recentemente um rascunho enviado por Sarah Rees Brennan, ela disse: “Algo entrou em conflito com “Queen of Air and Darkness” (“Rainha do Ar e da Escuridão”, em tradução livre) porque eu tinha acabado de mudar.” Em vez de mudar a versão de Brennan da história, Clare se sentou com sua assistente, fez uma linha de tempo dos eventos que abrangem ambas as histórias, criou um gráfico para incorporar as mudanças e fez funcionar.

Clare tem uma relação de trabalho similarmente direta e solidária com a editora Simon & Schuster. “Nada disso é sobre não querer trabalhar com a minha editora,” disse ela. Em vez disso, quando ela se aproximou de seus editores na Simon & Schuster sobre a ideia, eles responderam: “Nós sabíamos que isso ia acontecer.

Eu sou bastante controladora“, disse Clare. “Eles ficaram tipo, ‘Sim, vamos deixá-la fazer isso.’” Por sua vez, Clare elaborou um acordo com a Simon & Schuster para publicar a coleção completa de histórias como uma antologia no próximo ano. O volume incluirá duas histórias adicionais que não serão lançadas este ano em formato digital. “Para mim, isso é totalmente prático em termos de distribuição,” disse Clare. “Fazer isso para histórias curtas em e-book é uma coisa, mas eu não gostaria de auto-publicar uma capa dura.

No geral, Clare chamou o processo colaborativo de “revigorante”, acrescentando: “É uma coisa única de se fazer, e é desenvolvido do nosso jeito trabalhando juntas como um grupo.” Isso é devido, em grande parte, aos retiros que começaram em uma casa gelada no México anos atrás. “Agora estamos tão envolvidas nos processos criativos umas dos outras,” disse Clare, “e é por isso que somos capazes de fazer esse tipo de projetos.

Aqui no Brasil não temos informações se a Galera Record irá publicar os contos mensalmente traduzidos. Já “Queen of Air and Darkness” será publicado em lingua inglesa no dia 04 de dezembro próximo, ainda sem data de publicação no Brasil.

Para saber tudo sobre “Ghosts of the Shadow Market”, basta clicar AQUI.

Para saber tudo sobre “Rainha do Ar e da Escuridão”, basta clicar AQUI.

Fonte

Assuntos